Flying Shark

9 de abril de 2019

Flying Shark, lançado na América do Norte como Sky Shark, é um shoot ’em up de rolagem vertical desenvolvido pela Toaplan e lançado originalmente pela Taito nos fliperamas japoneses em março de 1987. Em Flying Shark, o jogador pilota um biplano de guerra e tem que destruir um exército inimigo numa variedade de cenários distintos, seja no ar, na terra ou no mar.

Como é tradicional nos jogos da Toaplan, Flying Shark é um título bastante difícil, algo que não foi empecilho para garantir bons resultados no mercado e de crítica, o que lhe garantiu não apenas duas sequências, o Fighting Hawk (1988) e o Fire Shark! (1989), como também uma boa variedade de ports para outras plataformas, como o Sharp X68000 (1991), FM Towns (1993), NES (1989), Amiga, Commodore 64, MS-DOS, ZX Spectrum, Amstrad CPC e Atari ST.

Vídeo

Acima, temos o gameplay deste um joguinho de navinha da década de 80 sendo comentado no Fliperama Nostálgico, um dos quadros do canal Defenestrando Jogos. O vídeo traz algumas informações e curiosidades sobre o game, sendo este uma das fontes deste post.

Gameplay

Pilotando um biplano, os pilotos (pode ser jogado por uma ou duas pessoas) enfrentam um grande número de inimigos, como em qualquer bom shoot ’em up. Certas ondas de aeronaves do exército oponente dropam bônus quando abatidas, como power-ups, pontos e vidas extras. Cada estágio começa e termina em uma pista e, toda vez que o jogador aterrissa novamente ao fim da fase, cada bomba restante soma 3.000 pontos para a sua pontuação total. O jogador recebe três bombas no início de cada estágio que são repostas ao morrer ou no início da próxima. Flying Shark tem cinco fases que, quando vencidas, fazem o game recomeçar, fazendo um loop do estágio dois indefinidamente.

Screenshots

As screenshots acima foram tiradas da versão de arcade do Flying Shark e foram ampliadas.

Curiosidades

  • Flying Shark foi lançado pela Electrocoin no Reino Unido e pela Romstar na América do Norte;
  • O título deste jogo traduzido do japonês (飛翔鮫) significa “Flying Shark” mesmo;
  • A trilha e efeitos sonoros do Flying Shark foram criados por Tatsuya Uemura, quem também trabalhou em outros jogos da Toaplan como Tiger Heli, Hellfire, Twin Cobra, Out Zone, Dogyuun e Zero Wing, com a OST deste último sendo feita em parceria com Toshiaki Tomisawa and Masahiro Yuge;
  • A versão de NES contou com trilha sonora de Tim Follin, seu primeiro trabalho nesta plataforma;
  • A maioria dos ports para computadores pessoais deste jogo foram lançados apenas na Europa e na América do Norte. A versão do NES também saiu exclusivamente para este mercado.

Deixe um comentário

  • Inscreva-se na nossa newsletter!

  • Nos siga nas redes sociais!

  • Páginas

  • Áreas especiais

  • eXTReMe Tracker
    Copyright © 2001 - 2019 Gaming Room - Powered by Facínora!