Não Se Preocupe Com Os Outros [RPG Maker]

23 de março de 2011

Não Se Preocupe Com Os Outros

Um dia estavamos conversando o Kurunko e eu, sobre a comunidade maker, e como várias pessoas se empolgam e fazem mil projetos e mil planos, e eventualmente desistem de tudo e alguns ficam até com vergonha de ter trabalhado com o RPG Maker.

Porque será que acontece isso? Estamos falando de um programa que muitos esperavam desde que puseram as mãos no primeiro RPG eletrônico na vida, é um programa muito fácil e agradavel de mexer. Conversar sobre ele rende muito assunto. Além disso pode ser um veículo muito interessante para divulgar seu trabalho… Em outras palavras é um prato cheio para quem quer desenvolver sua criatividade.

Mas então porque a comunidade como um todo (não estou me referindo a sites específicos) não vai pra frente? Porque a RPG Maker Brasil está offline? Porque muita gente abandona os fóruns e os projetos, e temos assim poucos jogos completos em língua portuguesa e muito menos brasileiros feitos no Maker?

Eu particularmente acho que existem outras razões menores também, mas a principal é a desunião da “Makersfera”. Intrigas, fofocas, membros trollando sempre foram comuns na comunidade maker BR e pelo visto estão cada vez mais evidentes, já que a maioria das figuras lendárias do assunto sumiram ou abandonaram, seja por um motivo ou outro e assim a produção útil fica menor desproporcionalmente.

Ah, este tipo de comportamento é notado em outros setores brasileiros também, como a música e até a internet. Uma vez um cara quase me crucificou porque eu perguntei se podia usar o Dreamweaver pra fazer sites sem tabela numa comunidade do Orkut. Sim, eu não sabia nada do assunto na época e tive uma dúvida que o pessoal lá até ajudou, mas por curiosidade perguntei sobre o DW também, ai o cara já veio cheio de marra. Atualmente eu faço o que eu não sabia fazer, e muito mais, sem precisar daquele código complicado e limitado dele.

Mas voltando ao assunto… O que precisa ser feito então? Infelizmente não sei, e duvido que isto vá mudar de um dia pro outro. Sei que precisamos de sangue novo, gente com disposição de aprender e criar. Mas sem deixar de lado os usuários experientes, que são necessários para tirar dúvidas, indicar ferramentas, recursos, dar opiniões e fazer críticas. Isto, fazer e receber críticas é indispensável para o progresso. Só que estas devem ser feitas com o intuito de melhorar, uma crítica estimulante, que aponta falhas, e com muito bom senso.

Veja a diferença de:

“Afff vc nem usou um CBS, já ta cheio de jogo assim, por isso que o forum nao vai pra frente, só fica entrando n00b e ninguém faz mais jogos que nem o cara lá fazia, que falta faz ele afff…”

para:

“Cara, acho que no seu jogo você poderia incorporar um CBS, ou Custom Battle System, acredito que ia ficar mais bacana e combinando. Procure aqui no fórum (ou site) tópicos que explicam melhor e ensinam como fazer isto, veja se você concorda que vai melhorar o seu projeto. Qualquer coisa estamos aqui para ajudar.”

Se você for um maker experiente, pense: O cara é novato, que mal tem nisto? Você vai ficar rebaixando ele pra quê? É só você que pode saber mexer no RPG Maker ou você ta fazendo isto pra diminuir o jogo dele pro seu trabalho parecer melhor ou menos ruim do que é? Isto quando o “pr0” tem algum trabalho bom, ou ao menos TEM algum jogo completo. Muitas vezes, estes caras são apenas puxa sacos de algum outro maker que fez algum jogo boladão, mas que conseguiu isto justamente por parar de preocupar com intrigas e concentrar em atividades produtivas.

Isto pode desanimar qualquer um do assunto. Gera um ambiente pesado, onde um fica olhando os mínimos defeitos (parece até recalque) no outro para poder críticar para poder sobressair (ao invés de ser através do esforço). As pessoas ficam com receio de se expressar e propor coisas novas e pode se gerar até inimizades por conta de nada.

E pense… O que será que o futuro nos reserva? O que impede aquele noob que ainda não sabe nem como criar um evento de se tornar um grande artista, programador ou desenvolvedor de games? De quem ele vai se lembrar quando ele estiver lá na frente, com acesso a ferramentas e recursos profissionais? Do bundão que ficava preocupado em arrumar picuinha pra diminuir os outros e seus trabalhos, denotando complexo de inferioridade, ou do cara que foi gente boa com ele quando ele tava começando? Sei que não devemos ajudar os outros esperando algo em troca, e muitas vezes não recebemos nada mesmo, mas quem age da primeira forma pode estar perdendo uma parceria onde ambos, e a comunidade como um todo, só tem a ganhar.

É óbvio que nós não estamos falando pra dar moleza para estes caras que confundem ser novatos com chatos. Tem uns que não leêm as regras, não tentam nem ao menos escrever menos errado, mandam mil respostas no tópico ou comentários no post como se estivessem num chat do Windows Messenger, antes mesmo da primeira mensagem ser lida. Tem uns animais que ainda exigem respostas imediatas, não pedem nem por favor, como se a gente tivesse sendo pago pra dar suporte:

“naom conçegui faser nada diso ai comofas pra inissiar um jogo que eu fis no rpg maker. meu email é pelasaco@institutopararetardadosmentais.com tenho cam mim adisione. respomdan rapido.”

Ou também tem o clássico que o nosso amigo M.J.S. nos lembrou agora:

“Oh aguda eu plzzz nao conssigo bachar aguda ai plzz!”

Se você é assim, você tem que ser banido e esculaxado mesmo.

Mas a partir do momento em que você é novato e está respeitando as regras, você tem o direito de ter e postar sua dúvida, por mais simples ou primária que ela seja. Só lembrando que muitas vezes a dúvida já pode ter sido resolvida, para isto que existe a função de busca (ou search) nos fóruns e blogs. Procure antes sempre, para não dar mancada e postando coisas repetidas e poluindo o site. Não seguir as regras de uma comunidade que é motivo pra ficar com vergonha.

Saiba escutar as críticas e não levar pro lado pessoal quando alguém vier com algum tom mais babaca. Tenha em mente que esta pessoa deve ter espinhas até no durex que ela usa pra remendar os seus óculos e deve ter uma vida tão vazia que a única coisa que ela acha que possui pra se destacar dos outros é o RPG Maker. Em outras palavras, alguem assim pode (e deve) ser um pobre coitado acha que se todo mundo entender o pouco que ele entende, ele vai deixar de ser especial (pra quem???), e por isso tem essa necessidade de tornar o trabalho dos outros pior.

Aproveite o que te for útil, mas não fique escravo das idéias dos outros (isto vale tanto para novatos quanto veteranos). Lembro de uma vez quando eu frequentava fóruns com mais frequência, tinha um jogo que todo mundo pagava pau. Este tinha customs isto e aquilo, coisas novas na época e complicadas de fazer, roteiro suuuuuuper bem trabalhado etc. Daí fui baixar o game, eu e meu primo fomos experimentar. O jogo em si era uma bela de uma porcaria… Só tinha um roteiro massante e você passava o tempo todo apertando Enter pra passar as caixas de mensagens rápido. Apaguei 10 minutos depois. Era preferível o cara ter escrito um livro ou algo assim, mesmo assim eu não ia ler. A  história era longa e relativamente bem escrita, porém era extremamente chata. Ou seja, no final das contas, faça o que você tiver vontade. Não vale a pena complicar demais se vai sacrificar a diversão do seu projeto.

Veja agora o texto que o Kurunko fez a partir da nossa conversa, em que ele expõe os 7 motivos para não se preocupar em ser chamado de nb e um pouco da sua experiência na Makersfera (cuidado, linguagem explícita):

7 motivos para não se preocupar com os outros

Eu complementaria mais o texto (aliás comentei isto no blog dele) tornando a dizer que uma comunidade maker teoricamente seria para ajudar a criar games. Ficar um rebaixando o outro pra parecer que é o melhor é mesquinharia e essas intrigas não colaboram em nada. Se você for um usuário mais experiente, faça seu trabalho, ajude os outros quando puder, se tiver que fazer críticas, que as faça construtivas, incentivando e não como se você fosse o rei da cocada preta. Quem for nb, a partir do momento em que você estiver respeitando as regras da comunidade em questão, sendo educado e paciente (se assim exigirem) você está certo. Poste sua dúvida sem vergonha, e, do que vier depois, basta filtrar a bobajada desse povo que gosta de criticar e absorver o que for útil para progredir.

Então é isso. Algumas pessoas precisam perceber que a relação entre um usuário pr0 e um newbie deve ser “simbiótica”, não destrutiva. Enquanto o novato traz energia, empolgação e idéias novas, o veterano vai saber como melhor canalizar estas, seja no projeto do outro ou até mesmo aproveitando algo para seus projetos (sem ser ripoff hehe), fazendo parcerias, etc.

5 comentários para “Não Se Preocupe Com Os Outros [RPG Maker]”

  1. DouglasEagle disse:

    Cara, belo post.

    Não tenho muito o que dizer, afinal, tá tudo dito nesse post.

  2. M.J.S disse:

    JENTE ME AGUDA NAO ACHO O LINK DO POT DO PACMANFLASH AGUDA JENTE RAPIDO PLZZZ

    kkk se eu pudesse eu ia na casa de cada um que escreve assim e da um “tabefe” na cabeça e falar:APRENDE PORTUGUÊS MULEKE.

  3. Luiz Ricardo disse:

    Eu concordo com o que você disse. Porém eu acho que tudo pode ser feito de modo amigável. Se alguém não achou algo na procura e postou um pedido da forma certa (escrito corretamente, bem explicado e sendo gentil) por que você não indica o tópico do script e explica pra ele que é importante usar a procura? Eu tive sorte, já que na primeira vez que eu pedi algo em um forum fui bem tratado e me ensinaram sobre a pesquisa; eu tinha lido as regras mas mesmo assim não tinha pesquisado direito, já que, as vezes, você conhece o script por um nome, mas o nomer real dele é outro.
    O que eu quero dizer é que devemos ser pacientes e amistosos na comunidade, que eu garanto que o simples gesto de ser gentil pode motivar muita gente.

    • LichKing disse:

      @Luiz Ricardo: mas é o que eu penso tb. mas a gente não pode controlar os outros, e tem sempre uns cabeçudos. Mas cada um pode controlar a si mesmo, então, se por acaso, nas comunidades makers, não forem amigáveis com você, deixe pra lá, não fique intimidado e muito menos desista dos seus planos.

Deixe um comentário

  • Inscreva-se na nossa newsletter!

  • Nos siga nas redes sociais!

  • Páginas

  • Áreas especiais

  • eXTReMe Tracker
    Copyright © 2001 - 2018 Gaming Room. Todos os Direitos Reservados - É expressamente proibida a reprodução total ou parcial deste site sem o consentimento dos autores.