Menino De 11 Anos Salva O Avô Com Técnicas De GTA

27 de Maio de 2014

Esta reportagem que saiu no dia 20 de maio de 2014 no site Irishmirror mostra que games ensinam coisas boas, ao invés de ser uma má influência, como políticos e outros limítrofes gostam de repetir feito papagaio, para uma multidão histérica e desinformada.

No dia 1 de abril de 2014, um garoto, Charley Cullen, de 11 anos, graças a habilidades que ele aprendeu jogando Grand Theft Auto, salvou seu avô, Finn de 79 anos, que apagou no volante quando o carro atingiu 117km/h em Slane, Co Meath na Irlanda.

Charley Cullen e seu avô Finn, e a direita, GTA V

Charley Cullen e seu avô Finn, e a direita, GTA V

O menino em idade escolar, que teve uma fratura no crânio quando o carro bateu, disse: “eu segurei o volante e coloquei de volta na rodovia”.

O bravo jovem estava sendo levado pra casa depois de uma apresentação da escola pelo seu avô, quando foi forçado a pegar no volante.

Castelo Slane, o local da batida

Castelo Slane, o local da batida.

O pequeno herói disse: “O vovô estava me pegando em Rathkenny Hall, e a estavamos a umas 500 jardas do Castelo Slane quando o carro caiu num buraco. Eu achei que era uma piada de primeiro de abril, por causa do dia, mas quando meu avô desfaleceu e tirou as mãos do volante, eu vi que não era brincadeira. Eu peguei o volante e coloquei de volta na estrada. Nós estávamos a encontrar alguns carros no caminho. Eu estava com uma mão no volante e a outra tentando acordar o vovô.”

Finn apagou no volante, mas seu pé continuou pesado no acelerador, atingindo 74 milhas por hora. Apesar disto, Charley manteve a calma e conseguiu tirar o carro do tráfego pesado da estrada principal.

Quando ele falava com Brena Donohue da rádio RTE, ele disse “Minha única experiência que eu tinha era jogando GTA”.

Finn, Charley Cullen, seu pai e Brena Donohue, da RTE

Finn, Charley Cullen, seu pai e Brena Donohue, da RTE

“Minha principal preocupação não era o carro etc, mas sim em acordar o vovô. Eu tive um surto de adrenalina quando peguei o volante. Chegando perto do Castelo Slane, eu virei a esquerda para ir a Vila Slane, por que se eu fosse pra direita, ia ter uma grande ladeira descendo até um rio, e eu acho que eu não ia escapar disso. Eu virei para Slane e nós fantasticamente atravessamos pela rodovia principal sem nenhum carro. O nosso carro bateu no muro.”

“Antes disso, eu lembro do carro virando no ar e a luz brilhando contra o muro do Castelo Slane, e daí eu não lembro de mais nada.” O veículo tinha batido nos portões da construção, mas o estado de alerta de Charley significava que eles escaparam.

Ele puxou seu avô do carro e acordou ele antes de carregá-lo por 50 jardas até sua casa.

Charley disse: “Tem dois muros, é como uma via para a fazenda e nós batemos no maior. O carro estava indo de lado e bateu no muro oposto. Eu não me lembro direito mas isso é o que eu acho que aconteceu. Eu acho que eu sai pelo para-brisa e abri a porta do vovô. Eu fiquei com um hematoma na minha cabeça, e, naquela noite, eles ficaram preocupados se aconteceu algo com meu cérebro. Algumas semanas depois, eu descobri que eu tinha fraturado meu crânio.”

“O vovô estava sangrando muito. Nós chegamos na casa e minha avó não estava entendendo o que estava acontecendo. Eu abri a porta e eu ouvi o grito.”

Finn, o avô, disse que não sabe porque ele desmaiou, mas disse que é um milagre que ambos tenham sobrevivido.

Charley, que é um grande fã de esportes, foi convidado pelo chefe da FAI (Football Association of Ireland, ou Associação de Futebol da Irlanda), John Delaney, junto com seu avô e sua família para assistir um jogo de sua escolha. O garoto vai assistir seus heróis jogar a contra a Inglaterra em junho do próximo ano.

Ele disse: “Você não sabe o tanto que isso significa pra mim!”

Conclusão

Jogos podem influenciar positivamente as pessoas em vários aspectos e este fantástico caso é exemplo disso.

Claro, não precisava nem falar, mas é bastante óbvio que ninguém que não saiba dirigir e não tenha habilitação deve pegar carro em vias públicas só porque tem experiência com GTA ou qualquer game. Mas o fato é que o jogo ensinou não só algo sobre direção ao moleque, mas como agir com calma e tomar decisões em questão de menos de um segundo numa situação crítica.

Fonte

Hero 11-year-old saves his grandad’s life using skills he learned playing Grand Theft Auto

Deixe um comentário

  • Seja social e nos siga!

           
  • Páginas

  • Tags Especiais

  • Categorias

  • Parceiros

  • eXTReMe Tracker
    Copyright © 2001 - 2017 Gaming Room. Todos os Direitos Reservados - É expressamente proibida a reprodução total ou parcial deste site sem o consentimento dos autores.