Zillion

Zillion é o metroidvania de 1987 baseado no anime de mesmo nome, onde J.J. deve se infiltrar numa base Noza para resgatar seus companheiros e obter os códigos de autodestruição para acabar de vez com a ameaça alienígena.

29 de maio de 2022

Zillion (赤い光弾 ジリオン) é um action-adventure e jogo de plataforma estilo metroidvania onde o objetivo é resgatar seus companheiros de uma base de alienígenas genocidas e ativar a sua sequência de autodestruição. Foi desenvolvido pela Sega e lançado inicialmente em 24 de maio de 1987.

O jogo foi baseado no anime de mesmo nome (Akai Koudan Zillion) e saiu apenas para o Master System (pelo menos até o momento), como um tie-in para a série da Tatsunoko Production. Esta empreitada da Sega acabou sendo bem recebida pela crítica de forma geral.

Em 1988, o Zillion ganhou uma excelente sequência, Zillion II: The Tri-Formation Cycle, o qual conheci primeiro. Aliás, quando aluguei o original, estranhei bastante, pois este é mais focado na exploração e em solução de quebra-cabeças do que o seu sucessor, que é mais run and gun. Porém, quando acostumei, achei o Zillion 1 muito duca também.

Vídeos

Acima, temos o Zillion sendo totalmente zerado no hardware original pelo canal do Ricardo Cody. Bacana isso.

Tem também um playthrough do World of Longplays que deve ter sido gravado no emulador mesmo.

Sinopse

A paz do Sistema Planetário está ameaçada. O terrível Império Noza tem planos aterradores para conquistá-lo. Somente os White Knights têm condições de defendê-lo desta perigosa ameaça.

Você é J. J., o mais destemido dos White Knights, e seu objetivo não vai ser nada fácil: infiltrar-se secretamente no labirinto subterrâneo do Império Noza e roubar seus planos de dominação. Somente quando tiver todos em mãos é que o poder para acabar de uma vez por todas com os planos de dominação Noza vai estar disponível.

E vai precisar de mais cérebro do que força nesta operação sofisticada. Mesmo armado com a ultra velocidade e potência do laser Zillion, sua missão é complexa. Em menor número e sem garantias de sobrevivência, você terá também de salvar seus amigos que estão presos dentro da base. Como será calculado o seu caminho para a vitória?

Com estratégia astuta e memória para guiá-lo com sucesso pelos intrincados caminhos que o esperam. Onde, uma vez dentro, encontrará as informações necessárias para destruir os Noza e restaurar a paz para sempre.

Está pronto para encarar o perigo definitivo?

História

A história se passa no século XXV. Os White Knights (White Nuts), uma força de paz dentro do Sistema Planetário, estão em uma missão para destruir a base dos malignos Nozas no Planeta X. Estes alienígenas maléficos querem dominar todas as colônias terrestres e exterminar totalmente a população humana.

Para isso, J.J., o personagem principal do anime, deve se infiltrar na instalação e adquirir os cinco disquetes que lhe permitirão inserir a sequência de autodestruição no computador mainframe da base.

Assim que a nave-mãe pousa na superfície do planeta, J.J. deve percorrer a base labiríntica, lutando contra inimigos, evitando perigos e possivelmente resgatando dois de seus aliados capturados, Apple e Champ, em seu caminho para destruir a base.

Gameplay

Uma partida de Zillion começa com J.J. fora da nave dos White Knights na superfície do planeta. Ele usa uma pistola semelhante à Light Phaser, do Master, para atirar nos inimigos e abrir cápsulas. É uma das misteriosas armas Zillion que surgiram do nada e ajudaram os humanos a virar a maré da guerra contra os alienígenas.

Ao chegar à base subterrânea logo após o início, o jogador passa o resto da partida no subsolo, voltando apenas para reabastecer a saúde do personagem ou para deixar o local após completar a missão.

As cápsulas supracitadas contém códigos e power-ups e estão espalhadas por vastos ambientes cheios de soldados Noza, armadilhas, torres laser e campos de força. À medida que o jogo avança, a arma se tornará mais poderosa, permitindo quebrar cápsulas progressivamente mais fortes.

As salas devem ser desbloqueadas usando cartões de identificação de computador e digitando o código correto de quatro dígitos. Ações específicas, como desligar barreiras e desativar armadilhas, também são eventualmente necessárias. Um dos códigos é aquele que permite iniciar a sequência de autodestruição da base Noza e completar a missão. Tem também uma variedade de “mensagens especiais” que podem ser recebidas ao inserir certos códigos em determinadas salas.

Upgrades para saúde, velocidade, capacidade de salto e poder de arma podem ser encontrados. O Opa-Opa, uma espécie de ovo voador do Fantasy Zone, fornece aprimoramentos de personagem.

Quando Apple e Champ são resgatados, poderão ser controlados pelo jogador, que terá a capacidade de alternar entre os três White Nuts (usando o botão Pause, se bem me lembro). Cada um desses personagens tem seus próprios pontos fortes e fracos: Apple é fisicamente mais fraca, mas é capaz de saltar mais alto, enquanto Champ é mais forte, mas mais lento. Os outros membros da equipe também podem receber upgrades.

Curiosidades

  • De fato, o Zillion foi a resposta da Sega a um grande sucesso de 1985 da rival Nintendo, Metroid.
  • O jogo também foi comparado ao Impossible Mission da Epyx pelas revistas The Games Machine e GamesTM.
  • Primeiro, o Zillion saiu em 24 de maio de 1987, no Japão. Em 31 de dezembro de 1987, foi lançado no mercado norte-americano.
  • Algumas fontes listam a data de lançamento do game como em outubro de 1987, mas acho mais provável que tenha sido em 24 de maio daquele ao mesmo.
  • O título completo do anime em que o jogo é baseado é “Akai Kōdan Jirion”, que é japonês para “Red Photon Zillion”.
  • O nome da facção do mal, os Noza, foi escrito de forma errada como “Norsa’ nas versões norte-americana e a nossa do Zillion. Era pra ser “Nohza” lá fora (e aqui é Noza mesmo).
  • O personagem Opa-Opa, a simpática navezinha senciente (uma criatura viva) dos games Fantasy Zone, aparece em vários episódios como mascote da White Knights. Opa-Opa é também um mascote anterior ao Alex Kidd (que por sua vez foi sucedido pelo Sonic).
  • White Knights não é nenhuma referência àqueles seus colegas manginas.
  • Num dos episódios do desenho chinês, J.J. aparece jogando Master System.

Trilha sonora

A trilha sonora de Zillion, embora curta, é muito bem composta. Ela adapta canções do anime e conta com assinatura do lendário Bo, compositor da Sega que trabalhou em títulos como Alex Kidd in Miracle World, Phantasy Star, Castle of Illusion e QuackShot, além de ter ajudado nas OSTs de The Revenge of Shinobi, Streets of Rage entre vários outros.

A playlist abaixo traz a trilha sonora do Zillion do Master System:

Créditos

No jogo, aparecem os seguintes créditos:

  • Planejamento: Kotaro Hayashida (Ossale Kohta).
  • Programação: Dunk P. Pak Toshi, Kaorin.
  • Som: Tokuhiko Uwabo.
  • Design de personagens: Sukeban Tamun, Alien Sadamo.
  • Agradecimentos especiais a Mai Asuka, Haruna H.

Screenshots e imagens

As screenshots acima foram ampliadas e foram tiradas da MobyGames e do Blog da Tec Toy.

Mais informações e Zillion

Observação: se você gostou deste post ou ele lhe foi útil de alguma forma, por favor considere apoiar financeiramente a Gaming Room. Fico feliz só de ajudar, mas a contribuição do visitante é muito importante para que este site continua existindo e para que eu possa continuar provendo este tipo de conteúdo e melhorar cada vez mais. Clique aqui e saiba como. Obrigado!

Deixe um comentário

Inscreva-se na nossa newsletter!