Phantasy Star

15 de março de 2010

Phantasy Star

Lançado pela SEGA em 1987, o Phantasy Star é o primeiro game da série que é facilmente uma das mais famosas, clássicas e melhores de RPG de todos os tempos. Na minha opinião é um dos 10 melhores jogos já lançados, tanto que faz parte do nosso Hall of Fame. O jogo foi um dos primeiros games que me lembro que foram traduzidos para o português brasileiro, em 1991.

Originalmente para o console Master System da Sega (produzido no Brasil pela Tec Toy), o ilustre jogo transporta o jogador para um outro mundo, cheio de monstros, labirintos, armas fantásticas e viagens interplanetárias, que a cada minuto (ou hora jogada) fica mais intrigante e emocionante. Com três continuações, PSII, PSIII e PSIV, que foram lançadas para Mega Drive, (que mesmo sendo ótimos RPGS nunca apagaram o primeiro), esse RPG marcou época, e apesar de seus recursos serem ultrapassados por jogos mais atuais, ainda tem sua legião fiel de fãs, que criam não só sites, mas também jogos não-oficiais, inspirados na série.

O que mais posso falar de Phantasy Star, a não ser que é um fenômeno da indústria de games, e base e inspiração para muitos RPGs que conhecemos!

História:

Tirada do manual do Phantasy Star lançado pela Tec Toy em português.

“A época: o Século Espacial 342. O lugar: o Sistema solar Algol, integrado por três planetas e localizado na Galáxia Andrômeda. Os três planetas são: Palma, Motávia e Dezóri.

Sob o governo democrático do rei Lassic, a vida no sistema era boa, pois o soberano provia tudo que seu povo desejava. Palma fora o primeiro dos três planetas a ser descoberto, 200 anos antes. Dali, vôos espaciais regulares permitiram a descoberta e a colonização de Motávia e Dezóri, localizados mais adiante.

Mas, aos poucos, as coisas mudaram. Tudo começou com uma nova religião que, segundo se dizia, originara-se em outra galáxia. Os sombrios sacerdotes dessa religião, que jamais se mostravam para nenhum mortal, prometiam a imortalidade a seus seguidores. Qualquer fiel poderia viver para sempre!

O Rei Lassic já estava envelhecendo. A idéia de viver para sempre seduziu-o, e ele foi o primeiro a converter-se à nova religião. De repente, ele se transformou. Começou com a armadura que os sacerdotes lhe confeccionaram. A armadura o tornava perverso e corrupto e agora era com perversidade e corrupção que ele governava seu povo. Impostos injustos tornaram-se insuportáveis para todos. A indústria, o comércio e a agricultura nos três planetas desapareceram, e cidades inteiras tornaram-se decadentes. Já não havia meios para ninguém sobreviver.

O tempo passava e o povo sofria. horríveis criaturas e monstros começaram a assolar os três planetas. Quando os mortos passaram a ressuscitar, todos temeram o pior e, finalmente adivinharam a verdade: graças a magia negra, Lassic tornou-se um tirano cruel.

Porém, onde existe o mal, também existe o bem. Secretamente cidadãos corajosos iniciaram uma conspiração contra Lassic. Mas, os Robotcops do déspota eram implacáveis na caçada aos defensores do povo. Um destes era Nero, Um trabalhador do espaçoporto de Camineet, na cidade central de Palma. Já fazia muito tempo que o pai de Nero tinha desaparecido, na inútil tentativa de desvendar os terríveis segredos de Lassic. E agora os Robotcops também haviam agarrado Nero. Mas antes de morrer, ele entregou a sua espada e sua missão para sua irmã, Alis. E ainda lhe disse para aliar-se a um bravo lutador chamado Odin. Alis levantou a espada para o céu e jurou que a morte de Nero Seria vingada!”

Mapas

Temos todos os mapas do Phantasy Star em nosso site. Acesse-os neste post, que ficou chupeta. Ficou tão bom que resolvi gravar a edição de número 156 das Notícias do Facínora, nossa série de vídeos jornalísticos. Aliás, colocar esses mapas aqui era um projeto antigo nosso que finalmente foi concluído. De quebra, tem a intro e um pouco da gameplay deste querido RPG:

Screenshots e imagens do game

Mais Phantasy Star

Observação: se você gostou deste post ou ele lhe foi útil de alguma forma, por favor considere apoiar financeiramente a Gaming Room. Fico feliz só de ajudar, mas a contribuição do visitante é muito importante para que este site continua existindo e para que eu possa continuar provendo este tipo de conteúdo e melhorar cada vez mais. Clique aqui e saiba como. Obrigado!

Deixe um comentário

Inscreva-se na nossa newsletter!