Terminator 2: Judgement Day

5 de dezembro de 2016

Terminator 2: Judgement Day é um shooting gallery desenvolvido pela Midway e lançado em novembro de 1991, originalmente nos fliperamas. Como era de se imaginar, é um game baseado no antológico e clássico filme de mesmo nome, o qual é conhecido aqui no Brasil como Exterminador do Futuro 2 (1991).

Trata-se de um jogo oficial, tipo um subproduto do filme, que contou as imagens e vozes de alguns atores da obra cinematográfica, como o próprio Arnold Schwarzenegger, Robert Patrick e o Eddie Furlong. Além disto, traz alguns inimigos (especialmente aqueles do Complexo Skynet) que foram concebidos para serem usados no filme original, mas que infelizmente foram descartados, por causa de problemas de orçamento etc.

O Terminator 2: Judgement Day foi bem recebido tanto pelo mercado como pela crítica e acabou sendo portado para vários outros sistemas, com o Mega Drive (1992), Game Boy (1992), Super NES (1993), Game Gear e Master System (1993), C64, Amiga (1993), Sinclair ZX Spectrum e o MS-DOS (1993) ganhando versões desse jogo de tiro.

Vídeo

O agradável e informativo vídeo acima é do Defenestrando Jogos. Além de mostrar o jogo e seu gameplay, também nos revela várias curiosidades, dicas e informações sobre o mesmo. Tiramos várias informações deste vídeo para montar esta publicação.

Enredo

A história do game emparelha com o do filme, embora não exatamente, é claro:

Um T-800 reprogramado deve proteger o líder da resistência humana, John Connor e a sua mãe, Sarah, do T-1000. Este novo exterminador de poli-liga é extremamente perigoso, tem como missão eliminar ambos e não vai parar por nada que não seja a mais pura força bruta.

A luta começa no ano 2029, com o T-800 capturado pelos humanos e lutando ao seu lado, até que John e ele invadem a Skynet e destroem a CPU do sistema. Descobrindo o dispositivo de viagem do tempo do local, o T-800 é enviado ao passado para proteger John e Sarah Connor do T-1000.

Uma vez lá, John, Sarah e T-800 lançam um ataque na Cyberdyne Systems para evitar o desenvolvimento e a criação da Skynet. A quantidade de destruição sofrida pela Cyberdine determinará se os esforços dos heróis serão capazes de evitar o Dia do Julgamento…

Gameplay

O Terminator 2: Judgement Day é um game de galeria de tiro com perspectiva em primeira pessoa bem difícil, sendo um papa ficha danado em sua versão original de arcade. Ele pode ser jogado por uma ou duas pessoas simultaneamente, cada uma controlado uma unidade T-800 e usando uma pistola estilizada no formato de metralhadora acoplada na máquina para atirar nos exterminadores inimigos. Na versão de Mega Drive/Genesis e Super Nintendo, pode-se usar as lightguns Menacer e Super Scope, respectivamente.

Ambos os jogadores tem munição infinita, mas suas armas podem diminuir sua taxa de tiro na medida em que superaquecem quando disparadas continuamente. Uma arma secundária (lança-mísseis no futuro, espingardas no presente) tem munição limitada, mas causa grandes danos. Existem upgrades que podem ser coletados quando acertados, podendo garantir munição secundária de armas e um refrigerador para as metralhadoras.

O Terminator 2: Judgment Day apresenta (pelo menos na versão original) sete níveis baseados em cenas específicas ou conceitos gerais do filme. Os quatro primeiros são tipo um prelúdio, se passam num futuro pós-apocalíptico, como nos filmes. Depois de destruir o computador principal das máquinas, os jogadores voltam no tempo para proteger John e Sarah Connor, além de destruir todos os fragmentos de pesquisa da Skynet, na Cyberdine. A partir daí, os jogadores devem se defender do indestrutível T-1000 até o confronto final na siderúrgica.

Curiosidades

  • Algumas das músicas deste jogo foram recicladas para a sua contraparte em versão Pinball;
  • A versão arcade de Midway do Terminator 2 apresenta recursos usados para criar o filme, como fotos digitalizadas de atores e acessórios do set para criar os inimigos do game. Exceto pela versão de SNES, que apresenta os sprites original de arcade reduzidos, os ports tiveram que usar recursos de jogos redesenhados seguindo o estilo de arte do arcade, mas não idênticos;
  • O Terminator 2: Judgement Day foi geralmente renomeado T2: The Arcade Game em suas versões caseiras;
  • Michael Jackson possuía uma cópia deste jogo, que acabou sendo vendida no Leilão Oficial de Michael Jackson, em 24 de abril de 2009.

Screenshots

Mais Exterminador do Futuro

Observação: se você gostou deste post ou ele lhe foi útil de alguma forma, por favor considere apoiar financeiramente a Gaming Room. Fico feliz só de ajudar, mas a contribuição do visitante é muito importante para que este site continua existindo e para que eu possa continuar provendo este tipo de conteúdo e melhorar cada vez mais. Clique aqui e saiba como. Obrigado!

Deixe um comentário

Inscreva-se na nossa newsletter!