Lista de VPNs

Este artigo traz uma lista de recomendações de VPNs (Redes Privadas Virtuais), explica brevemente o que são, como funcionam e quais seus usos, o que inclui possibilitar jogos multiplayer sem servidores dedicados.

26 de outubro de 2021

Aprimore sua privacidade na internet com a nossa lista de VPNs, as famosas Redes Privadas Virtuais, a extensão da sigla traduzida (Virtual Private Network), uma ferramenta que pode ser usada desde para criar uma LAN virtual entre usuários na Internet, e.g. para um jogo multiplayer sem servidores dedicados (tipo o Hamachi²), a acessar websites como se estivesse em outro país.

Cada vez mais, as VPNs são frequentemente consideradas uma parte essencial do kit de ferramentas de quem deseja viver um estilo de vida moderno e preocupado com a privacidade… Mas nem todas prestam.

Pensando nisso, fizemos este artigo que explica brevemente o que é VPN e dá algumas sugestões de serviços, caso esteja interessado.

Introdução

Esta seção introdutória foi feita pelo ChoppaCast:

Em tempos de cerceamento da circulação de informações (ou ao menos tentativas) cada vez mais intenso, seja diretamente por parte de governos ou, predominantemente, pelo seu conluio com grandes empresas de tecnologia sob o pretexto de moderação de conteúdos “extremistas, conspiracionistas, desinformastes” e outras conversas fiadas afins, você provavelmente já ouviu falar sobre VPNs como forma de garantir sua segurança e privacidade, talvez até associadas a diagramas desse tipo:

As Redes Privadas Virtuais, no entanto, não são uma ferramenta destinada exatamente a esse fim. Uma VPN é um espaço de endereçamento diferente daquele da rede física (LAN ou Internet) sendo utilizada, que permite isolar a comunicação entre 2 ou mais computadores dos demais conectados à mesma infraestrutura, funcionando como uma segunda rede lógica ou virtual, daí o nome. Como supracitado, uma VPN tem várias aplicações que não envolvem nenhuma teoria da conspiração e que podem ajudar muito a vida dos gamers como a parada de simular uma LAN pra jogar online sem servidor.

Na prática, o suposto “túnel de segurança” da primeira imagem se parece mais com isso:

O que na verdade o serviço de VPN te oferece é um servidor ao qual se conectar que redireciona suas requisições para o endereço desejado e te retorna os resultados.

Mas é importante frisar que algum nível de segurança contra intervenção de terceiros pode ser obtido se essa comunicação com o VPN server for criptografada, mas você ainda estará depositando sua confiança nos administradores do servidor quanto a não registrarem ou até analisarem seus dados de acessos. Mesmo que a empresa aja de boa fé e respeite sua privacidade, a lei de alguns países pode até obrigá-la a manter um histórico desses logs. Portando, é importante pesquisar sobre a reputação, localização geográfica e até impacto na performance (redirecionamentos e criptografia pesam na latência) antes de escolher um serviço desse tipo para usar.

Como escolher uma boa VPN

Nem todas as VPNs são criadas da mesma forma, e uma grande parte do processo de avaliação de um provedor de VPN é entender como ele faz dinheiro e com que responsabilidade lida com os dados. Ou seja, não é simplesmente usar uma parada qualquer aí e achar que estamos com a vida ganha.

Além disso, como eu, o Facínora, não entendo muito dessas paradas ainda, vou fazer a lista baseando-me no vídeo dessa gringa a seguir:

O vídeo examina como funcionam as VPNs, quando usá-las e os critérios para escolher uma boa. Também ressalta que essa questão da privacidade não é garantida simplesmente por usar estas ferramentas, mas isso não significa que devemos evitar VPNs comerciais completamente – podem existir boas razões para usar uma. Por exemplo, se você estiver em um wi-fi público em um aeroporto ou cafeteria, ou se não quiser entregar sua localização.

Recomendações

Esta lista de recomendações foi feita no dia 26 de outubro de 2021.

TunnelBear

O TunnelBear é um serviço VPN público com sede em Toronto, Canadá. Foi criado por Daniel Kaldor e Ryan Dochuk em 2011. Em março de 2018, a TunnelBear foi adquirida pela McAfee.

▶ Site oficial: tunnelbear.com

Mullvad

A Mullvad não é o nome daquela namorada do Jerry Seinfeld, mas um serviço VPN comercial em código aberto baseado na Suécia. Lançada em março de 2009, a Mullvad opera usando os protocolos WireGuard e OpenVPN. Mullvad aceita Bitcoin e Bitcoin Cash para assinaturas, além de métodos de pagamento convencionais.

Uma coisa do Mullvad é que não precisa de nem email nem nada. Eles geram código aleatório que não tem como associar o usuário de jeito algum.

O Monk’s, que também é nosso apoiador, enviou um vídeo sobre um cara falando sobre a Mullvad:

▶ Site oficial: mullvad.net

VyprVPN

O VyprVPN é um provedor de serviços de rede privada virtual oferecido pela Golden Frog. Foi desenvolvido pela empresa de privacidade na Internet Golden Frog em 2009 e está incorporado em Meggen, Suíça.

▶ Site oficial: vyprvpn.com

IVPN

IVPN é um serviço VPN oferecido pela Privatus Limited com sede em Gibraltar. Aceita Bitcoin, Monero e dinheiro vulgar como métodos de pagamento e todos os seus clientes (no sentido de software, não de freguesia) também são em código aberto.

▶ Site oficial: ivpn.net

ProtonVPN

O ProtonVPN é um serviço VPN operado pela empresa suíça Proton Technologies AG, a empresa por trás do cada vez mais popular serviço de e-mail ProtonMail.

▶ Site oficial: protonvpn.com

NordVPN

A NordVPN é talvez o mais famoso um provedor/fornecedor de VPN. Dispõe de aplicativos para Windows, macOS, Linux, Android e iOS. Tem configuração manual disponível para roteadores/routers sem fio, dispositivos NAS e outras plataformas.

Note que eles prometem mundos e fundos, porém, como avisado no vídeo da dona lá, já houve vazamento de dados de usuários na NordVPN no passado. Portanto, tenha isso em mente antes de usar.

▶ Site oficial: nordvpn.com

Mozilla VPN

Ainda não disponível no Brasil, a Mozilla VPN apresenta-se como uma rede privada virtual dos criadores do Firefox, prometendo segurança, confiabilidade e velocidade. Se entrega, são outros 500. Mas quem sabe?

▶ Site oficial: mozilla.org


Se você quiser aprimorar sua privacidade na internet mais ainda, não se esqueça de dar uma olhada no nosso artigo Alternativas aos produtos ou serviços do Google, pois a maioria destas são focadas neste aspecto.

Mas por enquanto é só isso. Claro, na meedida em que eu for aprendendo mais VPNs confiáveis, atualizo o artigo com elas.

Valew o/

Mais matérias

Observação: se você gostou deste post ou ele lhe foi útil de alguma forma, por favor considere apoiar financeiramente a Gaming Room. Fico feliz só de ajudar, mas a contribuição do visitante é muito importante para que este site continua existindo e para que eu possa continuar provendo este tipo de conteúdo e melhorar cada vez mais. Clique aqui e saiba como. Obrigado!

Deixe um comentário

Inscreva-se na nossa newsletter!