Mega Drive está ganhando port do Street Fighter Alpha de fãs

O Mega Drive/Genesis está ganhando um port do Street Fighter Alpha graças a fãs que resolveram dar ao querido console 16-bit da Sega um grande jogo que ele nunca teve. E, pelo vídeo, parece que tá ficando incrível.

21 de janeiro de 2022

No dia 17 de janeiro de 2022, fiquei sabendo que o Mega Drive está ganhando um port não oficial do Street Fighter Alpha, ou Street Fighter Zero, o primeiro de uma série de jogos da popular franquia da Capcom que se passam entre os eventos do Street Fighter original e o Street Fighter II.

Segundo a WarpZone, isso deve acontecer graças ao esforço de uma equipe formada por fãs brasileiros que, liderados por Davila Games, estão convertendo este jogo de luta ao Mega (ou Genesis), quase 30 anos após seu lançamento original.

Este projeto está seguindo o caminho de games como The King of Fighters ’98 ou o primeiro Mortal Kombat, que ganharam mais ou menos recentemente melhorias ou ports inéditos para o Mega Drive, empreitadas muito interessantes também, por sinal. Ainda de acordo com a fonte, a equipe está usando a biblioteca SGDK e usando a experiência como estudo para a criação de um engine de lutas para esta plataforma. Também interessante.

Para demonstrar o andamento do projeto, o Davila Games publicou um vídeo que mostra Ken e Ryu lutando no cenário da Chun Li. Dá pra ver movimentação, animação, 3 níveis de barra de especial, trilha sonora, sprites e narrador. Não entendo muito dessas coisas, mas me parece que tá ficando incrível:

Na descrição do vídeo, se lê: “Gameplay do jogo STREET FIGHTER ZERO sendo portado para o Mega Drive / Sega Genesis com a biblioteca SGDK. Estudo para a criação de uma engine de lutas para o Mega Drive utilizando como base o jogo Street Fighter Zero do Arcade como port“.

Não se tem muito mais detalhes. Não sei nem se vai ter suporte a controle de 6 botões (certamente vai ter), mas, se você precisar, temos também os golpes do Street Fighter Alpha.

Enfim, em 1996, o Super Nintendo ganhou um port do Street Fighter Alpha 2, enquanto o Mega, apesar de ter versões oficiais boas do Street Fighter II (pelo menos eu me divertia bastante com elas), não conta com nenhum SFA, série inaugurada nos arcades de 1995. Agora, estes fãs resolveram retificar isso, dando ao querido console 16-bit da Sega um jogo que ele nunca teve.

De quebra, ainda tem esse lance do desenvolvimento engine de lutas, o que pode facilitar a criação de mais games de grande qualidade deste gênero para esta plataforma.

Pra quem quiser colaborar com o projeto, o Davila Games providencia dois links: Paypal e Apoia-Se.

Boa sorte a eles!

Veja também

Observação: se você gostou deste post ou ele lhe foi útil de alguma forma, por favor considere apoiar financeiramente a Gaming Room. Fico feliz só de ajudar, mas a contribuição do visitante é muito importante para que este site continua existindo e para que eu possa continuar provendo este tipo de conteúdo e melhorar cada vez mais. Clique aqui e saiba como. Obrigado!

Deixe um comentário

Inscreva-se na nossa newsletter!