Crie Seu Game

19 de novembro de 2008

Essa sessão do nosso site é para os novatos, que nunca ouviram falar de programas como RPG Maker ou MUGEN, e que querem criar seu game sem muitas dificuldades. Existem excelentes sites de RPG Maker, mas não explicam nem o que é a ferramenta, impossibilitando para os leigos aproveitarem do assunto… Por isso resolvemos criar esse guia para introduzir todos a comunidade maker!

Vamos dividir o texto em partes, a primeira vai explicar o basico que todo mundo deve saber antes de meter as caras. Depois iremos explicar bem superficialmente as melhores e mais famosas ferramentas de criação. Se você procura tutoriais ou apostilas, visite a parte do maker respectiva no nosso menu!

1 – Introdução
Hoje em dia, mesmo sem saber qualquer linguagem de programação, uma pessoa pode criar seu proprio joguinho e se divertir muito com ele, como se fosse um jogo profissional, isso graças a ferramentas especiais que dispensam o uso dessas linguagens ou deixam seus códigos abertos, para que o usuario consiga editar os parametros facilmente.

Mas não pense que qualquer um tem capacidade para sair fazendo um jogo doido que todo mundo vai jogar e falar bem. Alias é bem dificil fazer um jogo que as pessoas vão querer realmente jogar, e não só ver como ficou, por curiosidade, ou pra descobrir como você fez alguma coisa e tal.
Por isso, antes de falar sobre as ferramentas que você pode usar, vamos falar de alguns requerimentos necessários à pessoa para que ela tenha capacidade de fazer alguma coisa legal:

2 – Algumas dicas (tenha em mente):
O mais importante é a pessoa ser fã de games. Dificilmente quem não gosta de joguinho de computador vai ter paciencia para fazer o seu próprio jogo, a não ser que entre nessa por lucro, e mesmo assim, como a pessoa não gosta, pode ser que o resultado não seja agradavel.

Uma boa experiência com vários games é fundamental para você criar alguma coisa jogável e interessante. Dizemos isso, pois na maioria das vezes, as primeiras experiências com esse tipo de desenvolvimento vão ser baseados nos jogos que os camaradas mais gostam. E daí vão partindo idéias mais originais, adaptando alguma coisa de um game, outra de outro, inventando os seus proprios e por ai vai.

A pessoa pode ser ambiciosa, mas nao pode esperar de jeito nenhum que vai fazer um jogo tipo Neverwinter Nights com o RPG Maker 2000. Ela tem que ter em mente as limitações da ferramenta que vai usar, ou se preferir fazer na mão mesmo, com linguagem de programação, tem que conhecer as suas próprias limitações. Procure sempre visualisar seu projeto, antes de botar a mão na massa.

Além do mais, fazer um bom jogo, sozinho, é um trabalho e tanto, e, como errar é humano (claro que alguns erram mais do que outros hehehe) e normal seu trabalho ter alguns bugs. Se você for extremamente solitário nesse mundo, você pode você mesmo jogar e ir anotando os bugs e erros de gramática e tal. Mas o mais legal é você fazer versões beta (para teste) e tentar distribuir, pois sempre tem pessoas com muita boa vontade por aí (você pode procurar em foruns etc). Se você tiver medo de alguem copiar seu jogo antes mesmo de você terminar, so mande pra quem você tem confiança e claro, peça pra pessoa falar os erros e tal. É uma boa forma também de você ver como está a popularidade do seu projeto!

A paciência é indispensável. Muita gente desiste de ótimos projetos. É comum ver isso. Para você não desistir e não se estressar com seu jogo, é preciso se divertir com isso e não achar que você tem que terminar ele rápido, ou tem que agradar alguém (a não ser que você esteja fazendo um jogo pra vender ou trabalha numa empresa de games, mas se esse for o caso, pra que você esta lendo isso aqui?). Aliás, você pode acreditar: se você esta fazendo algo que te agrada o bastante pra você mesmo jogar e se divertir, com certeza outras pessoas vão se interessar. Basta você fazer seu trabalho bem feito e ser honesto com ele.

Não acreditamos que um jogo para ser bom precisa de ter efeitos espetaculares, e tal. Por isso a GAMING ROOM além de criação de games trata de jogos antigos também. Claro que isso ajuda muito um jogo a fazer sucesso. Entretanto, só isso não adianta nada. Podemos ver jogos com efeitos impressionantes, mas que você não aguenta jogar uma vez. E outros jogos com aqueles gráficos quadrados, sem animação, com som de PC speaker, que você joga umas duzentas vezes. Uma boa história, um nível de dificuldade adequado (vamos tratar disso mais adiante), boa jogabilidade, são essenciais, além de um visual adequado. Assim, não se preocupe se você não tem competência para fazer alguma coisa complicada como os “gurus” fazem, pois pode-se fazer um joguinho muito legal no RPG Maker 2000 sem usar nenhum script especial.

Falando sobre gráficos e recursos, é bom manter um padrão também. Fica meio paia um jogo que mistura gráficos digitalizados, com mangá por exemplo. Estabeleça um padrão legal e organize seus recursos de acordo com as necessidades. Não deixe seu jogo muito destonante. Todo jogo segue um estilo. Se o seu não tiver um mínimo disso, pode afastar qualquer um dele.

A dificuldade do jogo é importante. Não faça nem uma coisa extremamente fácil, ou uma coisa extremamente dificil. Existe um certo consenso que a dificuldade deve ser crescente durante o jogo. Mas isso não é regra. Você pode fazer um jogo onde a dificuldade varia. Algumas vezes é fácil outras vezes não. Achamos isso muito interessante. Também você deve recompensar os jogadores de acordo com o que eles tem que fazer no jogo. Imaginem, o cavaleiro passa um tempão matando dragões, passando num monte de armadilha, resolvendo quebra-cabeças chatos, ficando com a mao doendo de tanto jogar, e depois receber apenas uma faca ou um pedaço de pão em troca?

É imprescindível que você conheça as ferramentas que você pretende usar!

3 – As Ferramentas
A enorme quantidade de ferramentas que uma pessoa dispõe para fazer um jogo hoje em dia, facilita e muito quem tem criatividade e os outros requisitos citados acima para fazer um jogo. Claro que você pode optar por fazer o seu game diretamente usando uma linguagem de programação e tal. Mas nem todo mundo tem essa proficiência e mesmo se tiver, os resultados podem não ser animadores. Então vamos listar as mais famosos e poderosos game makers, falando as capacidades e limitações de cada um, assim o desenvolvedor pode ter uma idéia geral, escolhendo a ferramenta mais adequada para fazer o jogo. Aos poucos vamos atualizando essa parte, com mais makers, e tal.

3.1 – RPG Maker
Talvez o mais famoso e fácil maker do mundo. Ele tem várias versões, algumas traduzidas para o português inclusive. Como o nome já diz, você faz RPGs com ele. (Você pode tentar fazer outros tipos de jogos também, mas basicamente é RPG). Ele é um prato cheio para os jogadores mais antigos pois você pode produzir facilmente RPGs 2D estilo Phantasy Star, Chrono Trigger, Zelda, etc. Dificilmente quem só gosta dos RPGs atuais, cheio de recursos modernos vai ficar satisfeito com o RPG Maker, entretanto, qualquer um que tenha qualquer idéia boa pode mexer com o programa.

Dizemos isso pois ele é muito fácil mesmo, ele já vem com dezenas de eventos pré-feitos, no qual você precisa apenas configurar alguma coisa ou outra, com uma interface simples. Também você monta os mapas tile por tile, só pega as partes que você quer e vai montando, sem dificuldade nenhuma.

Resumindo, o programa é o sonho de quem não sabe nada de programação e quer fazer seu jogo, já vem tudo prontinho pro usuário só configurar! Recomendamos esse maker para os novatos dos novatos por causa disso. Também o suporte oferecido pela comunidade maker é excelente, você acha facilmente na net e em páginas especializadas como a GAMING ROOM, recursos, tutoriais, forums, dicas e também aonde divulgar seu jogo quando estiver pronto.

Ah, falando sobre os recursos, é uma das mais coisas mais legais do RPG Maker, pois você, facilmente, pode adaptar e importar sons, desenhos, sprites, músicas de vários outros games, ou inventar os seus próprios.

Falamos das vantagens para os novatos sem habilidades, mas se estes podem fazer joguinhos muito legais no RPG Maker, imaginem os usuários avançados? Se você incrementar seu jogo você pode fazer coisas fantásticas! Existem até sistemas de labirintos 3D para o RPG Maker 2000 e eu já vi um jogo de luta! (claro, se você for comparar com jogo de luta mesmo, é uma porcaria, mas a capacidade do autor de um jogo desse feito no RPG Maker 2000 são invejáveis!). Podemos concluir, também, que o RPG Maker é um portal para quem não sabe nada e se acostumar com programação, e tentar coisas mais complexas.

Cada uma das versões do RPG Maker tem suas limitações e vantagens sobre a versão mais velha. O RPG Maker 95 pode ser uma boa plataforma, mas recomendamos versões mais avançadas pois com eles você pode fazer mais coisas.

3.2 – M.U.G.E.N.
Quem nunca sonhou em misturar personagens de vários games de luta num só? Quem nunca sonhou em fazer seu próprio lutador? Bem se você não foi uma exceção, recomendamos se aprofundar no M.U.G.E.N.

Conhece Street Fighter 2, X-Men, Final Fight? Então, esse inteligente sistema criado pela Elecbyte lhe permitirá editar personagens para montar jogos tipo eles, com jogabilidade e efeitos impressionantes, proporcionando uma diversão de qualidade!

M.U.G.E.N. é uma mania, mas mexer nele não é tão fácil como o RPG Maker… Se o desenvolvedor pensa em fazer todo o jogo nesta plafatorma, deve ter muita paciência, pois além de muito tempo (você pode passar semanas fazendo apenas 1 personagem, dependendo dele), e deve também gastar um tempo aprendendo como se faz. Não é uma tarefa dificil, é mais trabalhosa do que complicada, pois não tem aquele front end que deixa tudo arrumadinho so pra você ir configurando do jeito que quer. Ao invés disso, o M.U.G.E.N. deixa e le os códigos dos personagens abertos!

Existem algumas ferramentas que ajudam, mas basicamente você tem que editar os parâmetros manualmente no wordpad. Também você deve ter os sprites para cada movimento do seu lutador e organizá-los num arquivo próprio. De maneira semelhante você também faz os backgrounds e até apresentações do seu jogo!

Depois que você terminar seu personagem você pode fazer o que quiser com ele, até vender. Mas se você não quer se aventurar fazendo seu lutador, você pode baixar vários, muito bons que existem na internet, e configurar seu M.U.G.E.N. para rodá-lo. O que é muito facil de se fazer. Existe na internet uma comunidade muito grande também, você pode achar muita coisa interessante sobre esse programa!

3.3 – Game Maker
Essa ferramenta lhe permitira fazer quase todos os tipos de games. Você pode fazer RPGs de qualidade similar aos feitos no RPG Maker, adventure, jogos tipo Mario Bros (plataforma), luta, shooter e outros. Mas não espere muitas inovações. Ele tem uma interface mais amigável, você tem um front end e também pode importar recursos. Mas ao mesmo tempo que ele é mais flexível que o RPG Maker, ele é BEM mais complicado. Vale a pena conhecer outros jogos, abrir fuçar e aprender com outros jogos feitos e baixar tutoriais na internet. Ele também e meio palado. As vezes surgem bugs do nada e você não consegue resolver.

O mais legal do Game Maker é que você pode compilar seu jogo, fazendo uma versão executável e pode distribuir do jeito que quiser! Ou seja você faz uma versão que não é possível abrir e você ainda pode vender e tal!

O Game Maker é uma ferramenta recomendada para desenvolvedores intermediarios, possui um suporte regular na internet, mas, depois que você pega a manha, fica até facil fazer as coisas e ai é só deixar a imaginação tomar conta, pois, como disse antes, você pode fazer muita coisa diferente com ele!

3.4 – Conversões, Mods etc.
Não falaremos aqui exatamente de um game maker, mas sim o que podemos fazer com os próprios games, e transforma-los na nossa própria versão, tornando-o desde uma pequena adaptação, até praticamente uma conversão total, como um jogo novo!

Desde Doom e Doom II, podemos notar uma tendência dos fabricantes de deixarem os usuarios editarem pequenas partes do programa, deixando códigos abertos, criando programas oficiais de edição e mais. Cada dia isso se torna mais comum e as pessoas estão cada vez mais talentosas e apresentando trabalhos bem feitos mesmo. Pode se achar na net sites inteiros dedicados a edição de um determinado game, semelhantes a sites de RPG Maker! E fenomenal!

Alguns jogos são mais “editáveis” que outros. O que eu mais conheço e já vi foi o DOOM. Tem ate desde simples mudanças de temas como o conversões totais, como o Aliens TC.

Outro fato que chama a atenção, e que você pode fazer um jogo novo de estratégia se quiser, fazendo mods de games como Red Alert 2, Generals e outros games dessa série da Westwood (agora pertence a Electronic Arts). Você pode criar ou baixar mapas, unidades, estruturas, infantarias, mudar gráficos, desde a apresentação até o briefing de cada missão, pode mudar o cursor, musicas, sons, vídeos, praticamente tudo no jogo! Um mod seu pode ser totalmente difernete do original, como se fosse um jogo de RPG Maker, você instala no diretório do Red Alert 2 por exemplo e executa e joga como se fosse outro jogo, e se quiser pode fazer de tal forma que quando você quiser rodar o jogo original também pode. Eu falei sobre esses dois jogos é porque a maioria das ferramentas foram criadas por terceiros, ou não são oficiais, e no caso do Red Alert 2 ou Tiberian Sun, você edita mais ou menos como o M.U.G.E.N., pois os criadores deixaram os arquivos que controlam a interface abertos, podendo ser facilmente editados com o wordpad se extraidos de certos arquivos do jogo.

Alguns outros jogos já vem com editores também. Como no caso de fazer jogos 3D e de estratégia não existem muitas ferramentas fáceis ou eficazes do calibre do RPG Maker, eu recomendo dar uma estudada como editar games, podendo ser uma alternativa muito boa, porque os resultados são compensadores.

Esperamos que esse nosso pequeno guia dê ao menos algumas direções para você que deseja usar sua criatividade para criar seu proprio jogo!

6 comentários para “Crie Seu Game”

  1. jefferson disse:

    comu eu fasu um jogo holine pro brasil todu joga

  2. kung lao disse:

    como eu faço para criar o meu jogo responde logo

  3. matheus disse:

    não basta querer d+ nen sei se baixo algumas coisas, estou usando criatividade pro meu jogo

  4. fabio disse:

    obrigado pelo programa! resolveu o problema com os jogos!

Deixe um comentário

  • Seja social e nos siga!

           
  • Páginas

  • Tags Especiais

  • Categorias

  • Parceiros

  • eXTReMe Tracker
    Copyright © 2001 - 2018 Gaming Room. Todos os Direitos Reservados - É expressamente proibida a reprodução total ou parcial deste site sem o consentimento dos autores.