Bem vindo à Gaming Room, nosso site especializado em Doom, jogos antigos, makers, dicas e mais.

Abaixo, você encontra nossas últimas atualizações:

Army of Darkness: A Simple Gun Mod

26 de junho de 2019
Army of Darkness: A Simple Gun Mod

Army of Darkness: A Simple Gun Mod é um WAD para Doom desenvolvido pelo xenoxols que apresenta um arsenal baseado no filme Army of Darkness, o terceiro da franquia Evil Dead, lançado em 1992.

Além das armas, o Army of Darkness: A Simple Gun Mod traz um novo HUD, uma música de apresentação diferente, fontes no estilo medieval e alguns novos gráficos. Para além disto, o PWAD é bem vanilla, o que significa que pode ser combinado com pacotes de monstros ou mapas diversos sem complicações maiores. Leia o resto desse post »

site ou autor do arquivo xenoxols tamanho do arquivo 4,4 MB licencaGrátis download link Download

Anúncios não-skippáveis estariam aparecendo no NBA2K19

25 de junho de 2019
Anúncios não-skippáveis estariam aparecendo no NBA2K19

Ao que parece, jogadores de NBA2K19 estariam reclamando de anúncios não-skippáveis (que não têm como ser pulados) aparecendo durante as partidas.

Considerando que jogos como esses são pagos (e caros), além do fato de títulos de esportes como este “obrigam” os jogadores a comprar versões novas todos os anos pra não ficar com equipes desatualizadas, surge o temor deste (mais um) tipo de mesquinharia estar indo para os games AAA. Inclusive, foi isso que o sujeito falou no vídeo onde vi esta notícia: Leia o resto desse post »

Streamer chama todos os homens de lixo e acaba se dando mal

24 de junho de 2019
Streamer chama todos os homens de lixo e acaba se dando mal

Depois de proferir comentários misândricos no Twitter, a streamer Gabi Cattuzzo perde apoio da Razer Brasil em um backlash extraordinário. Ao responder um comentário de mau gosto, Cattuzzo acabou dizendo que “todos os homens são lixo”.

O que começou com um tweet realmente sem maldade da tal Gabi tomou proporções mais sérias hoje, dia 24/06, quando a Razer afirmou que não iria renovar o contrato com a streamer em seu Twitter. Resolvi falar e comentar um pouco este assunto, da forma mais imparcial o possível, na 64ª edição das Notícias do Facínora: Leia o resto desse post »

Toonstruck

24 de junho de 2019
Toonstruck

Toonstruck é um adventure com agradáveis e coloridos gráficos cartunescos desenhados a mão e atuação do ator Christopher Lloyd que foi desenvolvido pela Burst Studios e lançado pela Virgin em 1996 para MS-DOS, originalmente.

Trata-se de um point and click que lembra um pouco títulos como Monkey Island, usa um sistema de um ícone e onde o protagonista é representado pelo próprio Lloyd. Em Toonstruck, o jogador deve se aventura através de um estranho mundo estilo Roger Rabbit, cheio de personagens de desenhos animados muito estranhos. Leia o resto desse post »

site ou autor do arquivo Burst Studios tamanho do arquivo 896 MB licencaUS$ 4,89 sistemas operacionais compativeisWindows XP/Vista/7/8/10, Linux, Mac OS X download link Download

A evolução dos jogos de MechWarrior de 1989 a 2018

23 de junho de 2019
A evolução dos jogos de MechWarrior de 1989 a 2018

Este é um vídeo que mostra a evolução dos jogos de MechWarrior (BattleTech) de 1989 a 2018, feito e publicado pelo canal Cussan, mostrando trechos dos gameplays dos títulos lançados a cada ano.

Parece que entre 2012 e 2018 não teve jogos que se passaram neste universo do MechWarrior, pelo menos de acordo com o vídeo e a lista abaixo, a qual eu complementei com todas as plataformas nas quais os jogos saíram (em parênteses):

  • MechWarrior (MS-DOS, PC-98 e Sharp X68000 – 1989);
  • MechWarrior (SNES, 1993);
  • MechWarrior 3050 (Mega Drive e SNES – 1994)
  • MechWarrior 2: 31st Century Combat (MS-DOS, Macintosh, PlayStation, Saturn e Windows – 1995);
  • MechWarrior 2: Ghost Bear’s Legacy (MS-DOS e Windows – 1995);
  • MechWarrior 2: Mercenaries (MS-DOS e Windows – 1996);
  • MechWarrior 3 (Windows – 1999)
  • MechWarrior 3: Pirate’s Moon (Windows – 1999);
  • MechWarrior 4: Vengeance (Windows – 2000);
  • MechWarrior 4: Black Knight (Windows – 2001);
  • MechWarrior 4: Mercenaries (Windows – 2002);
  • MechWarrior: Living Legends (Windows – 2009);
  • MechWarrior Online (Windows – 2012);
  • MechWarrior 5: Mercenaries (Windows – 2019);

Veja também

Clique Aqui Para Assistir Ao Vídeo

MSPaintDoom (GZDoom Compatible)

22 de junho de 2019
MSPaintDoom (GZDoom Compatible)

MSPaintDoom (GZDoom Compatible), ou MSPaintDoom Fixed Version, é uma edição do MSPaintDoom, do Combinebobnt, feita pelo Panzermann11 que oferece suporte ao port avançado GZDoom, como se poderia adivinhar.

Para quem não conhece o MSPaintDoom, é um mod para Doom que substitui praticamente todos os gráficos do jogo por sprites desenhados a mão no MS Paint. Esta edição pra GZDoom é praticamente a mesma coisa que o original (que funciona apenas no Zandronum), embora conte algumas poucas modificações e ajustes menores e vários add-ons opcionais. Estes extras consistem em pacotes randomizadores de monstros, patches para decorações destruíveis, mapas para deathmatch, efeitos sonoros opcionais para as armas, dentre outros. Leia o resto desse post »

site ou autor do arquivo Panzermann11 tamanho do arquivo 44,7 MB licencaGrátis download link Download

Trailer do Doom II estilo Doom Eternal

21 de junho de 2019
Trailer do Doom II estilo Doom Eternal

Este vídeo é um trailer do Doom II feito no estilo Doom Eternal produzido e publicado pelo canal Szczebrzeszyniarz que eu achei mais sinistro do que as cenas apresentadas na E3 de 2019 deste game.

O sujeito utilizou partes do áudio do gameplay do Doom Eternal e adaptou, na medida do possível, o que foi apresentado pela Bethesda nesta exposição, só que usando os recursos do Doom clássico, inclusive com alguns mods para este jogo de tiro em primeira pessoa. Além disto, tem participação do Chex Warrior (do Chex Quest) e de uma classe do Hexen.

Mods usados no vídeo

Os mods para Doom usados neste trailer são:

Mapas usados no vídeo

Os mapas que foram jogados para fazer o trailer são:

Mais trailers aleatórios

Clique Aqui Para Assistir Ao Vídeo

Meme Invaders

20 de junho de 2019
Meme Invaders

Meme Invaders é um clone do Space Invaders com tema dos famosos memes old school da Internet. Aqui, você controla o Pedo Bear e tem que derrotar outros personagens dos memes para conseguir as maiores pontuações.

O jogo reflete o gameplay do clássico dos arcades, o que significa que, na medida em que o game progride, você vai enfrentar ondas infinitas de inimigos cada vez mais rápidos e mais agressivos.

Controles

  • Mova usando as setinhas esquerda e direita.
  • Atire nos inimigos pressionando a barra de espaço.

Clique Aqui Para Jogar

Gears of Hell

20 de junho de 2019
Gears of Hell

Gears of Hell é um mod para Doom desenvolvido pelo Imp Hunter que traz, dentre outras funcionalidades, uma grande quantidade de monstros e armas novas.

Além dos inimigos e do arsenal, spawnados aleatoriamente nos mapas no melhor estilo Æons of Death, o mod também conta com novas músicas, gráficos, HUD, power-ups e um inventário que pode estocar certos itens. Os elementos novos do Gears of Hell são modificações de recursos originais do Doom ou foram trazidos de outros jogos, PWADs etc. Entretanto, foram combinados de maneira relativamente consistente, considerando que se trata de um mod randomizador. Leia o resto desse post »

site ou autor do arquivo Imp Hunter tamanho do arquivo 70,8 MB licencaGrátis download link Download

Doom rodando num cartucho de Nintendo 8-bit

19 de junho de 2019
Doom rodando num cartucho de Nintendo 8-bit

Este vídeo do canal TheRasteri mostra o Doom, em sua versão completa original (não é um port), rodando num cartucho de Nintendo 8-bit em um console não modificado, com uma qualidade gráfica bastante decente até.

Como o Doom precisa de 8 MB de RAM e um CPU 80386SX de 33MHz, enquanto o NES garante apenas 2 KB de RAM e seu CPU 6502 é só de 1,79MHz, o sujeito teve que fazer um gato para esta proeza dar certo, o que basicamente consistiu em embutir um Raspberry Pi (um computador de placa única muito pequeno) no cartucho.

O vídeo está em inglês, mas, pelo o que entendi, o autor combinou umas gambiarras: um esquema pra transformar um cartucho de NES 8-Bit em um console Raspberry Pi, uma técnica de emulação reversa e um controlador USB de alta velocidade para fazer a transferência de dados e garantir mais estabilidade e qualidade visual. Desta forma, o Doom é processado no Raspberry Pi, mas usa o circuito integrado no Nintendinho responsável pela geração de sinais de vídeo a partir de dados gráficos armazenados na memória, o Picture Processing Unit. Não se falou se o joystick do videogame serve para jogar o icônico jogo de tiro em primeira pessoa deste jeito.

Ao que parece, esse remendo deve funcionar em qualquer console NES 8-Bit, e o TheRasteri pretende publicar o projeto como uma espécie de guia de “como construir seu próprio cartucho de Doom“, o que será feito depois que ele melhorar a qualidade gráfica ainda mais e corrigir alguns bugs.

O camarada diz que algumas pessoas podem considerar este hack que fez como uma trapaça, mas também alega que o que foi feito não é muito diferente do que a Nintendo fez com o chip Super FX no cartucho do Star Fox do SNES, ou a Sega, com o Virtua Processor (SVP) na fita do Virtua Racing do Mega Drive.

Diria que houve um pouco de sensacionalismo na forma em que ele divulgou seu feito, mas não acho nada num nível condenável e de forma alguma deixa de ser algo muito engenhoso. E você? Qual a sua opinião?

Veja também

Clique Aqui Para Assistir Ao Vídeo

  • Inscreva-se na nossa newsletter!

  • Nos siga nas redes sociais!

  • Páginas

  • Áreas especiais

  • Categorias

  • Parceiros

  • eXTReMe Tracker
    Copyright © 2001 - 2019 Gaming Room - Powered by Facínora!