Principais Atualizações

Zerando o Street Fighter II: The World Warrior com o Ken

26 de março de 2017
Zerando o Street Fighter II: The World Warrior com o Ken

Este vídeo mostra o Street Fighter II: The World Warrior, o clássico jogo de luta da Capcom de 1991, sendo zerado com o Ken, na dificuldade hardest.

O vídeo foi produzido e publicado pelo nosso canal e estamos publicando aqui, no domingão, para você ter algo decente para assistir, algo que a televisão não oferece neste dia.

Se comparado com as edições mais novas deste jogo, como o Street Fighter II’: Champion Edition e até mesmo os seus hacks, o World Warrior pode ser mais desafiador na medida em que, ao contrário dos outros, não existe nele uma “receita de bolo” para vencer todos os adversários controlados pela CPU. Mesmo as exceções podem ficar extremamente erráticas, especialmente no segundo round, frustrando todo o seu plano de uma hora pra outra.

No entanto, o gameplay ainda é limitado, se o jogo é comparado com suas edições posteriores, faltando a possibilidade de jogar com os chefes e o mesmo personagem contra o outro. Também, os golpes são sensivelmente mais simples do que no SF2CE em diante.

Vale notar que o Ryu e o Ken, assim como no Street Fighter (1987), são idênticos em termos de jogabilidade, mudando apenas a aparência destes personagens. Ou seja, no Street Fighter II: The World Warrior, o modo de jogar com um é exatamente o mesmo de jogar com o outro. Isso significa que as dicas que você poderá tirar assistindo esse vídeo do Ken servem perfeitamente para o Ryu.

Clique Aqui Para Assistir Ao Vídeo

Riding Hero

25 de março de 2017
Riding Hero

Riding Hero é um jogo de corrida de motocicletas desenvolvido e lançado pela SNK em julho de 1990, nos fliperamas japoneses.

O game depois foi portado para os consoles Neo-Geo (1991) e Neo-Geo CD (1995).

Enredo

Uma corrida alucinante espera por você para conquistar o Grand Prix Mundial de motovelocidade! Depois de obter a licença internacional, um jovem piloto deve batalhar para abrir o seu caminho até a corrida de 8 horas de Suzuka.

Gameplay

O Riding Hero, a princípio, parece com o clássico Hang-On da Sega, em sua versão de fliperama ou de Mega Drive (Super Hang-On) porém com uma pista menor. Conta com controles relativamente simples, sendo usadas apenas três teclas, uma para acelerar, frear e usar o turbo (quando disponível). Entretanto, os controles as vezes são imprecisos, tornando difícil manter-se na pista. Também apresenta uns erros de colisão, o que pode tornar o game meio complicado.

Riding Hero também conta com três modos de jogo diferentes:

  • Modo WGP (World Grand Prix): O modo arcade clássico onde você tem que vencer uma série de corridas, chegando à linha de chegada dentro de um certo limite de tempo.
  • Story Mode (Modo História): Neste modo, que conta com elementos de RPG, o piloto vai crescendo gradualmente até as 8 horas de Suzuka. Além de disputar as provas, o jogador deve cuidar do estado de saúde do motorista e deve comprar motocicletas cada vez mais poderosas, para melhorar seu desempenho.
  • Multi Play Mode (Multiplayer): Os gabinetes do Riding Hero podem ser conectados uns aos outros, permitindo que dois jogadores se desafiem na corrida.

Screenshots

Vídeo

O vídeo abaixo é do canal Defenestrando Jogos. Além de mostrar um pouco do gameplay do Riding Hero, ele fornece uma série de informações, muitas das quais usamos para montar esta publicação:

Curiosidades

  • O Riding Hero é o primeiro jogo do Neo-Geo a disponibilizar a funcionalidade Multi Play, que citamos acima, onde um gabinete do jogo podia ser ligado no outro para que os jogadores pudessem competir entre si.

Bloodungeon

25 de março de 2017
Bloodungeon

Use todas as suas habilidades e seus miolos para escapar do Bloodungeon, uma série de calabouços ultra difíceis e complicados, antes que a bomba exploda.

Trata-se de um quebra-cabeças em flash (para browsers) com gráficos retrô em pixel art, bem nostálgicos, difícil e cheio de sangue pixelado.

Controles

  • Setinhas: Movimentar

Clique Aqui Para Jogar

Flakes Doom v1.9

24 de março de 2017
Flakes Doom v1.9

Este vídeo nosso mostra mais um update do Flakes Doom, a versão 1.9 deste mod para Doom lançada no dia 22 de março de 2017 pelo GAA1992.

Para quem não conhece, o Flakes Doom é um PWAD que foca na jogabilidade tradicional do game adicionando elementos de outros Dooms e mods, tipo o MetaDoom.

As novidades em destaque são a compatibilidade com o Chex Quest, a escopeta alternativa e a melhoria nas animações de tiro, inclusive com as cápsulas, e de chute. Também tem correções de bugs e tal, como o de costume.

Testei o Flakes Doom v1.9 nos ports GZDoom 2.3 e Zandronum 3.0, rodando com os IWADs do Doom II, Ultimate Doom, Final Doom, Heretic, Chex Quest, Chex Quest 3 e ambas as phases do Freedoom.

Os updates que citamos no vídeo são:

  • A compatibilidade com o Chex Quest, que nós sugerimos por ter faltado pouca coisa pra jogar este game com o Flakes Doom v1.8, está quase perfeita. As armas, por exemplo, não bugam mais, mas alguns elementos de cenário do Chex não aparecem corretamente, sendo substituídos por sprites do próprio Doom. Com o Chex Quest 3, no entanto, não teve este problema.
  • Os novos ícones de health e armor estão muito bacanas, uma combinação da cruz do Daikatana com a armor do Doom e o ícone branco de energia do Quake;
  • O chute agora dá uma inclinada na câmera e quando ele (ou um soco) acerta uma parede, a tela dá uma tremida;
  • A compatibilidade com o Heretic foi aprimorada. Os itens não se ativam mais automaticamente e foram feitos ajustes para balancear a dificuldade no game. O highlighting do inventário parece  ainda precisar de ajustes, entretanto;
  • A transparência do foguete foi consertada, junto com aprimoramentos em geral das animações de ataque;
  • Animações das armas expulsando as cápsulas vazias de munição (escopeta, minigun etc.) podem ser ativadas/desativadas no options. Isto foi sugestão que recebemos em nosso canal e repassamos pra ele;
  • Uma escopeta florzô pode ser ativada com um patch que deve ser carregado junto com o mod, caso queira ela. Ela funciona, na prática, como a super shotgun comum do Flakes Doom, mas as sprites dela são cheias de frescura;
  • Além disso, teve correções e ajustes em geral.

Você pode fazer o download do Doom Flakes v1.9 aqui. (5,5MB)

Saiba Mais

  • Flakes Doom – Publicação do mod no nosso site, com mais informações, download para a versão mais nova e algumas anteriores.
  • Tópico do Flakes Doom no nosso fórum, com mais informações, links alternativos para download e possíveis atualizações do mod

Clique Aqui Para Assistir Ao Vídeo

site ou autor do arquivo Gaming Room tamanho do arquivo 5,5MB licencaGrátis Download

DIO

22 de março de 2017
DIO

DIO é um mod para Doom criado por Skelegant que substitui o Doomguy pelo vampiro Dio Brando, personagem do mangá e anime JoJo’s Bizarre Adventure.

O WAD também transforma as armas do jogo em habilidades do personagem, o qual, no mod, foi morto pelo Jotaro Kujo e foi parar no Inferno, de onde ele lutará para escapar. Os power-ups também foram alterados, assim como algumas regras e efeitos sonoros do jogo, tipo o salto e falas do protagonista.

Vídeo

Screenshots

Armas

  1. Muda Muda. Ataque Secundário: Space Ripper Stingy Eyes (gasta 25 pontos de energia);
  2. Facas. Ataque Secundário: Barragem de facas;
  3. Muda Muda parado (gasta tipo 20 pontos de energia por segundo). Ataque Secundário: Soco stand (gasta 50 pontos de energia);
  4. Timestop (gasta 50 pontos de energia). Ataque Secundário: Timestop longo (gasta 100 pontos de energia);
  5. Rolo Compressor (gasta 100 pontos de energia);
  6. Sign Axe;
  7. Vampire Killer (gasta 8 pontos de energia).

Dicas

  • Corra para recuperar seu poder stand;
  • Chupe os goobies do Joseph Joestar para conseguir o The Greatest High (e invencibilidade temporária);
  • Absorva o sangue dos inimigos feridos para regenerar. Eles dropam umas gotinhas;
  • Parar o tempo com o timestop garante um segundo de invulnerabilidade;
  • Os timestops não acumulam. Use apenas um por vez;
  • O High Dio reflete projéteis inimigos;
  • Use o ataque The World’s muda muda para segurar as hordas e permitir que você escape quando você está com pouca energia.

Compatibilidade

Testei o PWAD no GZDoom 2.3 com os IWADs do Ultimate Doom, Doom II, Final Doom e ambas as phases do Freedoom. Funcionou de boa com tudo isso, pelo menos até onde pude ver.

Nós incluímos no nosso pacote para download as duas phases do Freedoom junto com o GZDoom 2.3.2 e um arquivo de lote para você executar o DIO rapidamente, bastando clicar duas vezes sobre o arquivo DIO.bat

Saiba Mais

  • DIO – Tópico do mod no fórum do ZDoom, onde você pode obter mais informações e procurar por updates, caso houver algum. Você também pode baixar lá apenas o mod (sem o pacote que fizemos para os iniciantes).
site ou autor do arquivo Skelegant tamanho do arquivo 2,3MB licencaGrátis Download

Atari Flashback 7, novo Atari com 101 jogos na memória, em pré-venda

22 de março de 2017
Atari Flashback 7, novo Atari com 101 jogos na memória, em pré-venda

Ontem ficamos sabendo que o Atari Flashback 7, um novo console que virá com 101 jogos do clássico Atari 2600 na memória, já está pré-venda no Ponto Frio, segundo este tweet da loja.

Mais uma empreitada da Tec Toy, aproveitando toda onda retrô e nostálgica em cima dos videogames, este foi o assunto do nosso Notícias do Facínora, uma série de vídeos do nosso canal do YouTube:

Quando se fala em década de 80 aqui no Brasil, uma das coisas que certamente vem a cabeça é o Atari, console que virou sinônimo de videogame e um sucesso em muitos lares desta época.

O Atari Flashback 7 promete trazer de volta esta nostalgia. Além dos 101 jogos instalados em sua memória, ele vem com dois joysticks no estilo clássico do console original, e não apenas 1, como no relançamento do Mega Drive

Alguns dos títulos disponíveis na memória do console são o Space Invaders, Frogger, Jungle Hunt, Missile Command, Pong, Adventure II, Asteroids, Centipede, Combat, Championship Soccer, Golf, Haunted House, Star Ship e o Street Racer.

É uma opção interessante para quem quer matar a saudade da época, para quem quer conhecê-la ou para quem gosta de colecionar.

Entretanto, na nossa opinião, ficou faltando não apenas grandes títulos do Atari 2600 como Keystone Kapers e H.E.R.O., mas também a entrada para cartuchos, algo que o Master System Evolution, outro relançamento de um console clássico no Brasil pela Tec Toy, também ficou devendo.

Review e atualizações

Recebemos novas informações sobre o console. Segundo a Campo Grande News, o Atari Flashback 7 não é nenhuma novidade, mas uma versão em tamanho reduzido do Atari 2600 que foi lançada nos Estados Unidos em 2004.

Apesar da versão da Tec Toy ser produzida aqui, o console é exatamente o mesmo da versão americana, com a diferença do sistema de cores (nos Estados Unidos é NTSC e aqui no Brasil é PAL-M) e que existia uma versão americana com os controles sem fio.

O Atari Flashback 7 rodará os seus 101 jogos na base de emulação. Entretanto, segundo os gringos que testaram o console, ele consegue emular corretamente os jogos que estão em sua memória. A grande maioria destes são versões de jogos de Atari 2600, incluindo alguns nunca lançados, como Tempest e criados por fãs, como o Adventure II. Além deles, dois jogos foram feitos otimizados para o Flashback 7: Frogger e Space Invaders.

O review abaixo do Atari Flashback 7 foi feito por um gringo, pois o console já foi lançado lá há mais de 10 anos. A resenha sobre o produto é muito boa e tem cenas do funcionamento do mesmo, mas está em inglês:

Real Guns Advanced 2

21 de março de 2017
Real Guns Advanced 2

Real Guns Advanced 2 é um mod para Doom criado originalmente pelo Voltlock que implementa um arsenal e regras de jogo mais realistas ao FPS da id Software.

Além das armas, o RGA2 também modifica alguns monstros, tornando-os mais difíceis, e garante um sistema de upgrades, onde o jogador pode comprar habilidades ou melhorias depois de upar levels. Também conta com teclas que podem ser configuradas para atirar granadas e para um ataque rápido melee, funcionando tipo o Brutal Doom.

Vídeo

Screenshots

Compatibilidade

Testamos o PWAD no Zandronum 3.0 com os IWADs do Ultimate Doom, Doom 2, Final Doom e ambas as phases do Freedoom. Funcionou de boa em tudo isso.

Saiba Mais

  • Mod recomendado pelo Ramon Estefano.
  • Agradecemos também ao Olddavidbr.
site ou autor do arquivo Voltlock tamanho do arquivo 82,67MB licencaGrátis Download

Eightman

20 de março de 2017
Eightman

Eightman é um jogo de luta que mistura beat ’em up e plataforma, com rolagem horizontal, desenvolvido pela Pallas e lançado em setembro de 1991, pela SNK.

O game é baseado no antigo anime e mangá do 8 Man (8マン), um Shōnen dos anos 60 escrito por Kazumasa Hirai, desenhado por Jiro Kuwata e que dizem ser a inspiração do clássico RoboCop.

Eightman, que foi lançado em para os fliperamas do sistema Neo-Geo, foi portado para o console Neo-Geo no mês seguinte ao seu lançamento original, em novembro de 1991.

Enredo

Após o detetive Yokoda ser assassinado por criminosos, seu corpo é achado pelo Professor Tani, que o leva para seu laboratório, onde ele faz um experimento que falhou sete vezes. Yokoda se torna o mais novo elemento a ter sua vida transferida para um corpo androide e, pela primeira vez, o experimento é bem sucedido. Assim, Yokoda renasce como o andróide conhecido como 8 Man, capaz de correr em velocidades impossíveis e mudar sua forma, para se passar por outras pessoas. Ele se transforma em Yokoda, desta vez se batizando como “Hachiro Azuma”. Ele mantém tudo em segredo, algo que só era conhecido por Tani e seu chefe de polícia Tanaka. Até sua namorada, Sachiko, e amigo Ichiro não sabem que ele é um androide. Como 8 Man, Hachiro luta contra o crime e leva seus assassinos à justiça.

Gameplay

Como dissemos, o Eightman é uma mistura de beat ’em up com plataforma, embora focando mais no primeiro gênero. Nele, os jogadores (pode ser jogado por dois ao mesmo tempo), enfrentam uma grande quantidade de inimigos horizontalmente (só se move na esquerda ou direita), podendo saltar para plataformas, recolher power-ups e combinar golpes. Tem também especiais e outros elementos típicos dos beat ’em ups.

Vídeo

Para mostrar o gameplay do Eightman, vamos adicionar este vídeo tirado do excelente canal Defenestrando Jogos, aqui. Este mostra, além de um pouco do game, muitas informações, as quais tiramos e adaptamos nesta publicação.

Screenshots

no images were found

Curiosidades

  • Como dissemos, este jogo é baseado em uma série de desenho animado japonês dos anos 60, embora com os personagens não se parecendo exatamente como o Eightman tradicional;
  • O mangá foi publicado na Weekly Shonen Magazine, de 1963 à 1966;
  • A série animada, produzida pela Eiken com TCJ Animation Center, foi transmitida na Tokyo Broadcasting System, de 17 de Novembro de 1963 à 31 de Dezembro de 1964, com um total de 56 episódios, mais o episódio especial de despedida, “Goodbye, Eightman“;
  • O jogo manteve o conceito de um super robô combatente do crime, porém a crítica não gostou muito, afirmando que era tedioso e forçando muito a gimmick da supervelocidade do herói. Já o Celso, do Defenestrando Jogos, falou que é um beat ’em up bom, algo que ele raramente fala dos títulos deste gênero lançados pela SNK.

Defenestrando Dragon Saber (1990)

19 de março de 2017
Defenestrando Dragon Saber (1990)

Domingão chegou e é dia de gameplay de fliperama e, então, estamos trazendo hoje o Dragon Saber, defenestrado pelo Celso, do canal Defenestrando Jogos.

O vídeo, que foi publicado no dia 25 de agosto de 2015, além de mostrar o jogo e comentá-lo, de uma forma divertida e descontraída (mas sem pagar de mongolão), também traz uma série de informações sobre o game. Nós usamos muitas destas informações para montar este post (como o de costume).

Dragon Saber (ドラゴンセイバー), ou Dragon Saber: After Story of Dragon Spirit, é um shoot ’em up de rolagem vertical desenvolvido e lançado pela Namco, em dezembro de 1990. O game saiu, originalmente, nos fliperamas. Como o titulo completo sugere, trata-se da sequência do game Dragon Spirit, lançado três anos antes.

Dragon Saber é supera em quase todos os aspectos do que o jogo anterior. Os gráficos são sutilmente melhores, fazendo uso de efeitos de escala e rotação. A música é tão cativante, se não melhor, também. A Namco foi inovadora o suficiente para incluir arranjos de vários temas do Dragon Spirit, que são acessíveis através de um código.

O game foi portado para apenas três outros sistemas: PC Engine (1991), PlayStation (1998, na compilação Namco Museum Encore) e para Wii Virtual Console, em 2008.

Enredo

Devido aos seus tolos desejos, a raça humana sempre repete seus erros na história. Desta vez, tudo foi tragado para o nada. A alquimia avançada causou a destruição do ecossistema e o mundo foi invadido por criaturas malignas. Os humanos, agora, estão encarando a iminente extinção. Entretanto, o deus do Sol, Arlia, surge do céu diante dos humanos e diz: “Bravos e jovens Huey e Siria, eu lhes dou essa espada sagrada, mostrem seu verdadeiro espírito.”

Gameplay

O Dragon Saber possui um modo simultâneo para dois jogadores e há uma sequência de transformação semelhante ao primeiro jogo. Os seus dragões são agora também equipados com um tiro de energia que carrega-se automaticamente, desde que você não dispare. Você também pode manter pressionado o botão de tiro para disparar rapidamente. Seu poder de fogo também pode ser atualizado com uma única esfera vermelha, em vez de três. Há várias novas transformações, incluindo um dragão de gelo, um dragão relâmpago, um dragão de fogo e um dragão de aço, cada um com seu próprio e único é poderoso tiro carregado. O jogo de arcade permite um máximo de quatro pontos de vida (três na versão PC Engine), como no Phelios, mas isto pode ser definido nas configurações do jogo, sendo que no padrão de fabrica você só pode ser atingindo uma vez. Dragon Saber usa checkpoints, mas você vai ressuscitar instantaneamente no mesmo lugar onde morreu se você estiver jogando com um amigo, tornando a experiência multiplayer mais fácil nesse sentido. Em geral, o jogo não é tão cruel como Dragon Spirit, mas ainda é muito desafiador.

Curiosidades

  • A trilha sonora foi composta por Shinji Hosoe e algumas de suas músicas aparecem nos jogos Taiko no Tatsujin 9.

Dicas e Manhas

  • Na tela de título, segure o botão 1 e o botão 2, insira os créditos e pressione START. Se tiver feito direito, você vai escutar uma música diferente e, quando você vencer o jogo, você vai receber um evento Omake no fim dos créditos.
  • Após inserir os créditos, pressione START e os botões A+B. Pressione START para começar o jogo e você vai ouvir as músicas do jogo remixadas, das fases 1 a 6 e a música final.

Clique Aqui Para Assistir Ao Vídeo

Doom Flakes v1.8

18 de março de 2017
Doom Flakes v1.8

Este vídeo mostra a versão 1.8 do mod Flakes Doom, lançada no dia 15 de março de 2017.

O Flakes Doom é um mod para Doom criado pelo GAA1992 que foca na jogabilidade tradicional do game, mas com algumas novas funcionalidades, baseadas em outras edições do lendário FPS (estilo o MetaDoom).

As principais novidades da v1.8 a Unmaker e o ataque secundário da motosserra. Além disso, trouxe correções de bugs, aprimoramentos e ajustes em geral. Desde a última versão que foi coberta pelo nosso canal do YouTube, a v1.4, teve também

O PWAD rodou aqui no GZDoom 2.3 e no Zandronum 3.0. Funcionou sem aparentar problemas nos IWADs do Doom 2, Ultimate Doom, Final Doom, Heretic e ambas as phases do Freedoom.

Você pode fazer o download do Doom Flakes v1.8 aqui. (6,3MB)

Saiba Mais

  • Flakes Doom – Publicação do mod no nosso site, com mais informações, download para a versão mais nova e algumas anteriores.
  • Tópico do Flakes Doom no nosso fórum, com mais informações, links alternativos para download e possíveis atualizações do mod.

Clique Aqui Para Assistir Ao Vídeo

site ou autor do arquivo Gaming Room tamanho do arquivo 6,3MB Download

Wolfenstein 3D online

18 de março de 2017
Wolfenstein 3D online

Esse é um remake online e para browsers do clássico Wolfenstein 3D, que pode ser jogado no seu navegador, sem precisar de download nem nada.

Trata-se de uma conversão perfeita do jogo de tiro em primeira pessoa da id Software, em HTML5. Em 2012, quando o Wolf3D fez 20 anos de idade (agora tem 25), a Bethesda lançou uma versão para browser do título, porém, desde então, várias outras conversões foram feitas, inclusive esta, que é a melhor que vi até agora.

Além dos mapas do Wolfenstein 3D, esta versão ainda contém um episódio inteiro dedicado ao Spear of Destiny, o icônico prequel da série.

Ajude o durão espião americano B.J. Blazkowicz a escapar do castelo sinistro nazista, encarando guardas, mutantes, zumbis e outras ameaças abomináveis, fazendo o melhor uso das armas e munição que ele puder encontrar.

Controles

  • Setinhas: Movimentar
  • Shift: Correr
  • Alt: Strafing
  • Barra de Espaço: Interagir (abrir portas, etc)
  • CTRL: Atirar
  • + e -: Ajustar tamanho do HUD

Clique Aqui Para Jogar

Call of Duty 1 Weapons Mod

16 de março de 2017
Call of Duty 1 Weapons Mod

Call of Duty 1 Weapons Mod traz as armas do FPS da Infinity Ward para o Doom.

De autor original desconhecido, o mod implementa apenas o armamento do CoD, adaptado para o épico clássico da id Software, incluindo suas características, tiros secundários, nomes etc. Também apresenta granadas e um ataque rápido melee, estilo o chute do Brutal Doom. Outros aspectos do game não são alterados, podendo ser combinado com mods de monstros, músicas etc.

Em março de 2017, o Call of Duty 1 Weapons Mod foi relançado pelo doomguy214 com um patch criado pelo Whiteace que remove o limite de armas.

Vídeo

Screenshots

Compatibilidade

Este PWAD rodou aqui no Zandronum 3.0 com os IWADs do Doom 2, Ultimate Doom, Freedoom (ambas phases) e Final Doom.

O mod já vem no pacote com o Zandronum, bastando clicar duas vezes sobre o arquivo CALL OF DUTY WEAPONS MODS.exe para executar o game de uma vez.

Saiba Mais

site ou autor do arquivo doomguy214 tamanho do arquivo 63,3MB licencaGrátis Download

Full Throttle será relançado em versão remasterizada

15 de março de 2017
Full Throttle será relançado em versão remasterizada

Uma notícia boa para os fãs do Full Throttle, o adventure clássico da LucasArts da década de 90, vai ser relançado em uma versão remasterizada e já tá rolando pré venda, com 20% de desconto, no GOG.

A renovada na confusão em que o durão motoqueiro Ben Throttle se meteu está sendo feita pela Double Fine Productions e foi o assunto do nosso vigésimo Notícias do Facínora, nossos vídeos de notícia do nosso canal do YouTube:

Screenshots

As imagens abaixo são da versão remasterizada do Full Throttle e servem para dar uma idéia de como serão os gráficos de seu relançamento:

Lançado originalmente em 1995, o Full Throttle é um clássico adventure gráfico criado pela lenda do gênero, o Tim Schafer. O game conta a história de Ben Throttle, o porrador líder da gangue os Polecats que cai em uma trama de motocicletas, caos e assassinato.

Agora, 20 anos depois, o Full Throttle está de volta em uma edição remasterizada, apresentando os gráficos novos totalmente desenhados a mão, arte tridimensional em alta resolução e áudio e música remasterizada.

O game está marcado para ser relançado no dia 18 de abril de 2017 e, como já dissemos, sua pré compra já pode ser feita, garantindo 20% de desconto, bastando clicar aqui!

site ou autor do arquivo Double Fine Productions licencaUS$7.19 sistemas operacionais compativeisWindows Vista/7/8/10, Mac OS X (10.9.0+) e Linux (Ubuntu 14.04, Ubuntu 16.04) Download

Street Fighter One

14 de março de 2017
Street Fighter One

Street Fighter One é um um remake do primeiro Street Fighter (1987) criado pelo Valkyrie Project e com a sua primeira versão lançada em 2007.

O fan game foi totalmente desenvolvido no M.U.G.E.N. e, aproveitando-se desta engine, melhora incrivelmente a jogabilidade em relação à emulação do original, a principal crítica ao game que vemos por aí, deixando-a mais suave.

Além disso, o Street Fighter One apresenta funcionalidades novas, como golpes especiais, a possibilidade de jogar com todos os personagens, melhor arranjo de música de fundo, um personagem secreto, finais diferentes para cada lutador e aprimoramento em algumas animações.

Em termos de gráficos e efeitos sonoros, o Street Fighter One é bem fiel, sendo focado, como dissemos, em sanar as deficiências de jogabilidade e ampliar o gameplay, adicionando algumas funcionalidades de jogos de luta mais modernos (ou menos velhos).

Vídeo

No oitavo episódio do nosso Fan Gaming Room, nossa série de vídeos a respeito de jogos independentes, nós zeramos e comentamos a respeito do Street Fighter One, dando, de quebra, algumas informações sobre o SF original também:

Screenshots

Polêmica

O canal Zeusdaz – The Unemulated Retro Game Channel afirma que esta história da jogabilidade ser péssima no Street Fighter original é conversa fiada. De acordo com este vídeo, o jogo ficou com esta má reputação porque não conseguem emular ele decentemente. Nem ao menos a emulação da trilha sonora é satisfatória.

Ele leva isso bem pro lado pessoal, chegando a odiar o Street Fighter 2 (coisa que não compartilhamos de jeito nenhum), porém ele levanta uns pontos interessantes, como o fato dos golpes e personagens do game de luta original serem mais realistas do que nos jogos seguintes. Ele tem a máquina original e assegura que está falando a verdade.

Enfim, não tenho motivos para duvidar, mas eu gostaria de ver, então, este jogo emulado decentemente ou uma máquina dele ao vivo. O segundo caso pode ser mais difícil ainda, visto que eu só vi o Street Fighter original no fliperama uma vez, há mais de 25 anos atrás.

Saiba Mais

site ou autor do arquivo The Valkyrie Project tamanho do arquivo 50,69MB licencaFreeware sistemas operacionais compativeisWindows Download

Ghost Pilots

13 de março de 2017
Ghost Pilots

Ghost Pilots é um obscuro jogo de tiro shoot ’em up de rolagem vertical lançado pela SNK, originalmente para os arcades, em 25 de janeiro de 1991. Ele conta com gameplay, estilo e elementos semelhantes aos jogos da série 19XX, da Capcom.

Ele faz parte de uma série de games, composto de, além do Ghost Pilots, do Sky Adventure (1989) e do Ghost Pilots (1991).

O jogo tem uma boa jogabilidade e bons gráficos, e foi portado, posteriormente, para o Neo-Geo e o CD Neo-Geo.

Enredo

Durante a Segunda Guerra Mundial, um general nazista ambicioso enviou suas forças contra os Aliados. Dois formidáveis pilotos freelancers, Tom Phillips e Charlie Singley, conhecidos como Ghosts Pilots (Os Pilotos Fantasmas), partem em seus hidroaviões para combater as forças do Eixo frente a frente.

Screenshots

Vídeo

O vídeo abaixo que mostra o gameplay do Ghost Pilots é do canal Defenestrando Jogos. É bem agradável de assistir, informativo e foi publicado, originalmente, no dia 1 de dezembro de 2016.

A maioria das informações desta publicação foi tirada do próprio, que exibe a versão de fliperama do game:

Gameplay

O game, que pode ser jogado por um ou por dois jogadores ao mesmo tempo, é bem difícil, mesmo no nível de dificuldade mais fácil.

Diferentemente da maioria dos jogos do gênero até na época em que foi lançado, o veículo controlado pelo jogador é um hidroavião, em vez de alguma nave espacial ou avião de combate. O jogador pode escolher os tipos de bombas para este hidroavião, afim de lutar contra outros aeroplanos, tanques, navios de guerra e muitas outras unidades.

Ao longo do caminho, power-ups podem ser coletados para melhorar o poder de fogo, medalhas em forma de estrela podem ser recolhidas aumentar a pontuação e bombas podem ser adicionadas ao inventário, podendo ser acumuladas num máximo de nove unidades.

Na primeira e na última fases, o jogador tem a opção de iniciar com a mega bomba ou a ogiva magnética. Na fase do mar, o jogador também tem a escolha da bomba de chama de gás. Na fase de ataque aéreo, o jogador também tem a opção de minas aéreas. Se dois jogadores estiverem presentes na partida, ambos não podem escolher o mesmo tipo de bomba.

Todo segmento do game tem um chefão que varia entre bombardeiros jumbo, enormes tanques e outras grandes máquinas de guerra. O jogador tem de visar os pontos fracos dos chefões para destruí-los. Alguns chefes disparam bolas de fogo perigosas que se dividem quando atingidas pelos disparos do jogador, tornando a batalha mais difícil.

O primeiro estágio é dividido em duas partes, o que significa que não há checkpoints no meio da fase. Quando se atinge um checkpoint, a pontuação geral é contabilizada. Após a primeira etapa, o jogador pode optar por fazer ou o estágio do ataque marítimo ou ir para a fase do ataque aéreo. O estágio do ataque marítimo consiste principalmente de unidades marítimas e terrestres, enquanto a fase de ataque aéreo é composta por uma maioria de unidades aéreas. Se o jogador passar por estas fases, a última etapa é liberada e, em seguida, ele irá enfrentar um tanque do tamanho de uma cidade para ganhar o jogo.

Página 1 de 19012345678...20...Última »
  • Seja social e nos siga!

           
  • Páginas

  • Tags Especiais

  • Categorias

  • Parceiros

  • eXTReMe Tracker
    Copyright © 2001 - 2017 Gaming Room. Todos os Direitos Reservados - É expressamente proibida a reprodução total ou parcial deste site sem o consentimento dos autores.