Principais Atualizações

Defenestrando Thunder Blade (1987)

24 de junho de 2018
Defenestrando Thunder Blade (1987)

Como hoje é domingo e geralmente a gente adiciona um vídeo de gameplay aqui, vamos meter o Thunder Blade sendo defenestrado em mais um Fliperama Nostálgico, o quadro de jogos antigos de arcade do canal Defenestrando Jogos.

O vídeo, como sempre, é bem informativo, além de ser descontraído e bem humorado, embora não ao ponto de cair no besteirol feito esses let’s play pela saco que tem por aí. É também a principal fonte de dados deste post.

Curiosidades

  • Apesar de não trazer nenhuma grande inovacão para o gênero shoot ’em up, Thunder Blade foi um enorme sucesso comercial para a Sega. Isto foi devido ao bom uso da sua deslumbrante tecnologia “sprite-scaling graphics” utilizado para os efeitos impressionantes em Out Run, Super Hang-On, After Burner e muitos outros.
  • Existe um filme lançado em 1983, chamado Blue Thunder (Trovão Azul) que muito provavelmente inspirou a Sega a criar este jogo, devido às semelhanças entre os helicóptero e os títulos. Entretanto, não existe confirmação sobre isso. O filme Trovão Azul ganhou um spin off que consistia em uma série televisiva de 11 episódios que era bastante legal também.
  • Música do jogo foi composta por Koichi Namiki, que é responsável também pelas OSTs do Dark Edge, Galaxy Force II, Limited Edition Hang-On e Super Hang-On.

Clique Aqui Para Assistir Ao Vídeo

Sky Knight

23 de junho de 2018
Sky Knight

Sky Knight é um maneiro shoot ’em up em HTML5 com um estilo retrô e gameplay clássico e maneiro. Aqui, você vai ter que defender a Terra de um ataque alien usando um arsenal de sete armas que são dropadas aleatoriamente dos inimigos.

Será que você terá sucesso ao livrar nosso planeta destas criaturas malditas?

Controles

  • Setinhas: Movimentar
  • Barra de Espaço: Atirar

Clique Aqui Para Jogar

Wild Fang

22 de junho de 2018
Wild Fang

Wild Fang (ワイルドファング), conhecido fora do Japão como Tecmo Knight, é um jogo de luta estilo beat ’em up desenvolvido e lançado pela Tecmo para os fliperamas em maio de 1989. É ambientado em um mundo de fantasia medieval e contém elementos que lembram títulos como Golden Axe, como uma fase totalmente chupinhada, e Ninja Gaiden, com umas telas perturbadoras. Tem também uma boa dose de sangue e violência animada, mas nada impressionante ou inapropriado.

Apesar de não ser um jogo ruim, com boa trilha sonora e recursos em geral, o Wild Fang (ou Tecmo Knight) parece nunca ter saído da obscuridade e não rendeu nem ports nem sequências. Eu não gostei muito da jogabilidade dele, sendo esta inferior ao Golden Axe. Talvez, seja isso a causa.

Screenshots

Enredo

A história de Wild Fang começa quando Tecmo Knight, o bravo guerreiro ancestral, travou uma batalha contra a besta diabólica conhecida como Wild Fang (ou Satanás). Mas, antes que ele encare seu desafio, ele vai ter que derrotar o exercito de monstros sob o controle de Wild Fang.

Vídeo

O vídeo acima é mais um Fliperama Nostálgico do canal Defenestrando Jogos que comenta e mostra o gameplay, curiosidades e informações do Wild Fang. Utilizamos várias das informações fornecidas no vídeo para montar este post, como o de costume.

Gameplay

Wild Fang é um beat ’em up side scrolling para um ou dois jogadores enfrentarem uma variedade enorme de inimigos, como orcs, ogros, goblins, demônios e outras criaturas místicas. Eles devem abrir o seu caminho até destruir Satanás, o chefão final deste game.

Os protagonistas são Beast Masters, podendo controlar feras para lhe auxiliar em sua missão. Sob o comando do jogador, existem três destas disponíveis: um tigre e um gigante, que podem ser trocados durante o jogo se o jogador tiver estrelas para fazer a troca, e um dragão, se o mesmo achar o power-up que o libera por um curto período de tempo.

A barra de vida do jogador é representada por um dragão cuspindo de fogo no canto superior da tela. A cada ataque que o jogador  leva dos inimigos, este fogo se torna menor. Uma vez que a barra de vida se esgote, uma vida e todas as estrelas que foram pegas até aquele momento serão perdidas. Cada inimigo decapitado dropa seus crânios caídos no chão, pontos, estrelas ou power-ups.

Assim como no beat ’em up de 1988, Ninja Gaiden, Wild Fang é difícil para os iniciantes, porque requer mais paciência que apenas sair apertando os botões e porrando geral. Também, como no Ninja Gaiden, Wild Fang apresenta uma tela de continue bastante perturbadora, onde o protagonista está prestes a ser engolido por um monstro oculto. Se o jogador não continuar antes que a contagem regressiva de 10 segundos termine, o herói é ouvido gritando enquanto o monstro o engole. Depois, a tela escurecerá, e um monstro rasgará a tela gritando (NO FUTURE!) (“nenhum futuro!”), juntamente com o “Game Over” aparecendo sob o monstro.

Burrito Bison

21 de junho de 2018
Burrito Bison

Burrito Bison é o primeiro jogo da série de mesmo nome onde você tem que arremessar um lutador de lucha livre para ele saltar sobre os inimigos, destruir portas e, assim, escapar da terrível Candy Land, a Terra dos Doces!

O Burrito Bison não é muito diferente do Burrito Bison Revenge, tendo praticamente os mesmos gráficos e gameplay, mas, como o joguinho é muito maneiro, com certeza já tem gente que já fez tudo o que podia em um jogo e queria fazer no outro.

Divirta-se com este game para browsers divertido e simples, com um toque original e que atualiza o uma vez bastante popular gênero de tossing (não confundir com salad tossing).

Clique Aqui Para Jogar

Heretic E1M1 to Map 01

20 de junho de 2018
Heretic E1M1 to Map 01

Heretic E1M1 to Map 01 é uma conversão da primeira fase do Heretic para o Doom II feita por mim, o Facínora.

O PWAD utiliza exclusivamente recursos do Doom 2, exceto pela trilha sonora (a da The Docks mesmo, composta por Kevin Schilder), e mantém praticamente os objetos e inimigos em suas posições originais, com alguma ou outra modificação ou liberdade tomada a fim de balancear o mapa ou mantê-lo jogável. Os pontos de início tanto para deathmatches quanto para partidas single player ou cooperativas também estão presentes.

Vídeo

Screenshots

Algumas considerações sobre o mapa

Este projeto se iniciou antes mesmo da Gaming Room existir, resultado de um teste feito pelo Monsterman com um programa antigo chamado WAD1TO2 que converte mapas do Doom 1 pro Doom 2. A fase ficou jogável, mas as texturas ficaram todas zuadas e alguns objetos do mapa atrapalhavam a movimentação ou simplesmente pareciam fora de lugar. Por causa disto, este WAD nunca foi apresentável para ser publicado no site, ficando no limbo por décadas até eu finalmente resolver terminá-lo, visto que, embora não seja nem de perto um projeto extraordinário, é importante pra gente por uma série de motivos.

Entretanto, algumas coisas no mapa estavam ainda muito sambadas para serem aproveitadas, e achei melhor refazer quase tudo do zero, alterando as texturas e alguns dos objetos do mapa na mão, a fim de
deixar mais eye candy e ajustar a sua dificuldade, visto que o WAD1TO2 usa Lost Souls no lugar dos
dos Gargoyles e é meio complicado (e chato) enfrentar essas porcarias de caveiras só na pistolinha.

O mapa tem muito espaço pra correr, combina espaços estreitos com abertos e não tem nenhuma parte
intrincada para te deixar perdido e longe da ação. Rola umas disputas boas, ao meu ver. O Tyrant120, que também curtiu a parada, disse que o mapa tem um gameplay extremamente versátil, funcionando bem tanto no vanilla quanto com os mais diversos tipos de mod.

Compatibilidade

O mapa vem em uma versão compatível apenas com derivados relativamente novos do ZDoom (E1M1HERE.WAD), testada aqui no GZDoom (1.8.2, 2.4 e 3.4.1), Zandronum (2.0 e 3.0) e no ZDoom 2.8.1; e outra (E1M1-VAN.WAD) que funciona até no DOOM2.EXE, o que certamente implica que roda em ports mais “vanillas” como Chocolate Doom, Odamex, PrBoom e 3DGE.

O Heretic E1M1 to Map 01 precisa do IWAD do Doom II: Hell on Earth, algum do Final Doom ou da phase 2 do Freedoom pra poder ser jogado.

Saiba mais

site ou autor do arquivo Gaming Room tamanho do arquivo 108 KB licencaGrátis download link Download

Super Demon Hunter

20 de junho de 2018
Super Demon Hunter

Super Demon Hunter é um jogo online (em Flash) que conta com gráficos e efeitos sonoros retrô que é inspirado num famoso título de 1986 do MSX, o Valis.

Em Super Demon Hunter, você vai explorar uma onírica cidade e resolver as charadas para recuperar as Power Stones. Você pode pular sobre as construções, andar nos esgotos, fazer upgrade das armas, resgatar os reféns e derrotar a ameaça maligna, neste colorido jogo nostálgico exploração com tema de anime e demônios.

Controles

  • X: Ação
  • Z: Pular

P.S.: Se você gostou de Super Demon Hunter, experimente também o Demon Hunter.

Clique Aqui Para Jogar

Zombie Break-in

18 de junho de 2018

Zombie Break-inZombie Break-in foi uma tentativa de mostrar o modo zumbi do Call of Duty sob outro ângulo e em Flash. Neste jogo de tiro top-down online, sua tarefa é impedir as infinitas hordas de zumbis de invadir sua área, com uma variedade diferente de armas (18), power-ups, upgrades e salas para destrancar.

Os gráficos são bem simples, parece que o cara fez apenas com pixels, mas vale a pena conferir de bobeira, ainda mais se você gosta deste tipo de tema.

Controles

  • Mouse: Mira e atira
  • WASD: Movimentar
  • E: Muda arma
  • G: Manda granada (se segurar a tecla, ele segura a granada antes de lançar)
  • Barra de Espaço: Ataque
  • Botão Esquerdo do Mouse: atira
  • SHIFT: Corre
  • R: Recarrega

P.S.: Se você gostou deste jogo, experimente também os da série SAS: Zombie Assault.

Clique Aqui Para Jogar

Defenestrando Galaxy Force II (1998)

17 de junho de 2018
Defenestrando Galaxy Force II (1998)

Hoje, vamos conferir o Galaxy Force II sendo defenestrado em mais um Fliperama Nostálgico, o quadro de games antigos de arcade do canal do Celfo Affini.

Além de ser um vídeo bom e informativo como sempre, é mais uma opção para você ter algo assistível no domingo, que é aquele dia que se você ligar a televisão, você morrerá de depressão. Além disto, nós utilizamos várias dos dados que ele compartilha para montar esta publicação.

Galaxy Force II é um jogo de tiro estilo shoot ’em up e com sprite-scaling desenvolvido pela Sega e lançado pela firma em julho de 1998, originalmente para os fliperamas japoneses. Em Galaxy Force II, o jogador tem que abrir caminho através de fases espaciais belamente renderizadas, enfrentando inimigos em planetas alienígenas e no espaço. Pelo o que entendi, este game é uma sequência e update do Galaxy Force original, adicionando duas novas fases, corrigindo bugs e alterando alguns elementos no gameplay.

O Galaxy Force II também demonstrou o quão longe a Sega usaria a sua então lendária tecnologia de sprite scaling, com os gráficos incríveis em alguns níveis, como quando o jogador está voando acima da superfície de um planeta vulcânico repletos de erupções vulcânicas e uma chuva de meteoritos caindo ao mesmo tempo. Nada menos do que espetacular, ainda mais considerando a época.

Além de fliperama, o Galaxy Force II também tem versões para Mega Drive (13/09/1991), Saturn (02/07/1998), PlayStation 2 (26/07/2007), FM Towns PC (1991), Atari ST (1990), Nintendo 3DS (2013), Sinclair ZX (1990), Commodore C64 (1989) e Commodore Amiga (1990).

Enredo

O maligno Quarto Império, governado por Halcyon, começa uma campanha de conquista galáctica tendo dominado quase todos os sistemas estelares da galáxia. Uma organização interestelar conhecida como a Federação Espacial, lança o Galaxy Force, um corpo de caças especializados em combate espacial, para libertar a galáxia do domínio opressivo do Quarto Império. Um piloto solitário faz uma guerra de um homem contra Halcyon e suas forças.

Gameplay

Em Galaxy Force II, o jogador toma o controle novamente da espaçonave TRY-Z, tendo que enfrentar uma grande quantidade de inimigos e perigos diversos em várias missões em diferentes planetas ou no espaço sideral. A nave pode atirar lasers e misseis nos inimigos e obstáculos, é protegida por um escudo que é esgotado na medida em que é atacada ou sofre colisões e tem uma quantidade de energia limitada para completar as fases (se não é game over).

O game pegou emprestado um pouco do Space Harrier, de 1985, e, em menor grau do After Burner, melhorando estes elementos em todos os aspectos possíveis. O ritmo do jogo é muito mais lento do estes dois títulos, fazendo com que a progressão do jogo seja mais um resultado da habilidade do jogador do que sorte, muitas vezes associados a esses games da Sega.

Alguns elementos de Galaxy Force II também foram influenciados jogos de outro gênero da firma, em especial, as ramificação do Out Run (1986). No final de cada uma das fases do Galaxy Force II, após o piloto ter lutado através da fortaleza inimiga final, existem túneis que oferecem escolhas para ir para a esquerda ou direita, a qual influenciará o progresso do jogo.

Curiosidades

  • Galaxy Force II possui dois modelos de gabinete: o modelo Deluxe, com um lugar para sentar diante de um monitor. e o modelo Super Deluxe, com uma maquina que girava a 45º para esquerda ou direita, dependendo da escolha que o jogador fizer;
  • Michael Jackson possuía um gabinete desse jogo (número de série 270366) que também foi vendido no leilão oficial do músico em 24 de abril de 2009, como o que aconteceu com tantas de outras suas máquinas.

Clique Aqui Para Jogar

Bear in Super Action Adventure 2

16 de junho de 2018
Bear in Super Action Adventure 2

Bear in Super Action Adventure 2 é um divertido e engraçado shoot ’em up/bullet hell em Flash que traz um coelho ciborgue tentando invadir o mundo dos ursos enquanto estes estão hibernando.

Ajude o Urso a impedir esta invasão, lutando contra hordas de pernilongos gigantes e outras criaturas malucas, neste divertido e engraçado jogo online para browsers. Ah, e não se esqueça de fazer upgrades nas habilidades do urso para fazê-lo mais poderoso.

Controles

  • Você pode jogar com o teclado ou com mouse, selecionando na tela de escolha de fases.
  • Use o mouse para navegar nos menus.
  • Controle o Urso com o mouse ou use WASD ou as setinhas.
  • O botão direito do mouse ou a barra de espaço para atirar o tiro carregado (quando a habilidade está pronta).
  • P/ESC para pausar o jogo.

Clique Aqui Para Jogar

Overkill Apache

15 de junho de 2018

Overkill ApacheOverkill Apache é um shoot ’em up em Flash de rolagem e ação lateral certamente inspirado nos melhores jogos clássicos do gênero onde você vai voar com o seu helicóptero de combate Apache e tentar detonar tudo o que virá pela frente.

Se você gosta de shooters 2D, este game é um prato cheio, oferecendo bons gráficos em pixels, efeitos sonoros e ação ininterrupta que fazem desse jogo potencialmente viciante! Colete os mísseis, armas e power-ups, mirando em tanques, caminhões, tropas, caças e até na estranha cabra que parece mais namorada de alguém do ISIS.

Controles

  • Barra de Espaço: Atirar
  • Setinhas: Movimentar

Clique Aqui Para Jogar

InSanity

14 de junho de 2018
InSanity

InSanity é um mod survival horror para Doom II desenvolvido pelo Przemkoman que conta a história de um policial polonês que tem que encarar horríveis pesadelos que se tornaram realidade, perdendo, assim, sua própria sanidade.

O PWAD combina efeitos sonoros, estruturas de mapas bem caóticas e alguns monstros novos a fim de criar uma atmosfera pesada e desconfortável de terror psicológico. O mod também traz outros recursos, como algumas armas, telas, fontes e mensagens novas, além de elementos de humor que ocasionalmente aparecem no jogo.

Tem que ver que jogo sombrio e com clima tenso não é mesmo o meu tipo de artigo, mas eu diria que o mod teve sucesso em alcançar isto. Por outro lado, o estilo viajado dos mapas e a carência de um maior capricho em alguns de seus aspectos, deixam-no parecendo com algo pro Aquarius199 cobrir. Inclusive, o Tyrant120, quem jogou a primeira parte do vídeo abaixo, falou que o InSanity é uma mistura de Silent Hill com Terrywad. Também vale lembrar que o PWAD, pelo menos até o momento desta publicação, ainda está em estágio demo (1.05), além de dar evidências de não ter sido criado para ser levado muito a sério mesmo.

Vídeo

Screenshots

Compatibilidade

O InSanity é compatível com o GZDoom e precisa do IWAD do Doom II: Hell on Earth. Eu testei brevemente com os do Final Doom e o da phase 2 do Freedoom e pareceu funcionar de boa com estes arquivos.

Saiba mais

site ou autor do arquivo Przemkoman tamanho do arquivo 13,85 MB licencaGrátis download link Download

Música da E1M1 do Heretic em formato MIDI

12 de junho de 2018
Música da E1M1 do Heretic em formato MIDI

Estamos disponibilizando aqui a música da E1M1 do Heretic em formato MIDI para você usar em algum projeto seu ou apenas escutar de bobeira, visto que é uma BGM muito maneira, sendo, inclusive, uma das preferidas do Facínora.

A música foi convertida diretamente do arquivo .MUS original do Heretic, está pronta para ser usada em loop e foi usada no vídeo abaixo, de nosso canal:

O vídeo foi gravado no GZDoom 3.3.2 e plano era usar o gameplay de um PWAD que estava sendo convertido pro FPS da Raven Software a fim de decorar o vídeo, mas, como este trabalho foi perdido (embora o Facínora já tenha refeito tudo e ido além do que estava pronto), foi sem nenhum mod mesmo. A gravação ficou acelerada para ficar no tempo certo da música.

A trilha sonora inteira do Heretic conta com composição e arranjo de Kevin Schilder. Enfim, espero que você aprecie esta excelente BGM como eu a aprecio.

site ou autor do arquivo Raven Software tamanho do arquivo 9 KB licencaGrátis download link Download

Considerações sobre o teaser do Doom Eternal da E3 2018 e outras notícias

11 de junho de 2018
Considerações sobre o teaser do Doom Eternal da E3 2018 e outras notícias

Hoje, estamos compartilhando você as nossas considerações sobre o teaser do Doom Eternal da E3 2018 e outras notícias trazidas pelo Facínora na trigésima quarta edição do Notícias do Facínora, nossa série de vídeos “jornalísticos”.

A idéia original era apenas comentar o pequeno teaser que a Bethesda soltou do jogo que parece ser a continuação do Doom 4, mas, como o vídeo ficou curtinho, o Facínora resolveu também compartilhar mais três notícias, sendo duas delas relacionadas também a games de tiro em primeira pessoa. Confira o vídeo:

Considerações do Facínora a respeito do teaser do Doom Eternal na E3

De acordo com o vídeo original, podemos ver que o Doom Eternal vai se passar na Terra, tanto pelo cenário quanto pelos monstros como o Arachnotron, Pain Elemental e Arch-vile, que só vieram a aparecer na franquia originalmente no Doom II: Hell on Earth, que se passa, obviamente, no nosso planeta.

Deu pra ver também que o Doomguy (ou DoomSlayer) vai estar vestido uma armadura mais no estilo do Doom clássico, talvez pelo equipamento ter perdido pedaços devido às batalhas ou pelo fato do jogo se passar na Terra e não precisar de cobrir o corpo todo. Outra coisa que dá pra notar é que a trilha sonora vai ser aquele industrial insuportável do Doom 2016, de acordo com o teaser e com a própria Bethesda. Argh.

Agora convém controlar as expectativas. Como bem lembrou o RiboZurai, esse pessoal é mestre pra criar hype, mas pra entregar o jogo avacalhado seguindo alguma tendência idiota tipo Fortnite. Outrta coisa também que vale citar é que a Bethesda lançou vários teasers e trailers do Doom 2016, mas o jogo ficou pela metade. Vamos ver no que dá.

Teaser original

Acima, temos o teaser original sem comentários. Eu vi nesta página aqui da Bethesda.

Outras notícias

Temos três outras boas notícias para você. A primeira é que o Hellbound, um FPS moderno, mas nos moldes de clássicos dos anos 90 como Quake, Doom e Duke Nukem 3D, atingiu a meta no seu Kickstarter quase no limite, arrecadando US$ 41.528 dos US$ 40,000 pedidos. Ou seja, vamos ter mais um jogaço vindo por aí. Já temos dois vídeos do survival do Hellbound em nosso canal, o modo de jogo que eles liberaram como demo, um feito pelo RiboZurai e outro comentado e jogado pelo Facínora.

Jogos de graça por tempo limitado

As outras duas notícias consistem em jogos na faixa, o Quake Champions de graça no Steam e o Ziggurat, um roguelike e dungeon-crawler da Milkstone, que também está podendo ser levado gratuitamente no GOG. Se o antivírus apitar ao clicar em algum dos links anteriores, pode ignorar sem medo. Só vai pedir para minerar um pouquinho no seu browser (256 hashes) pra ajudar a gente a manter as nossas atividades.

Lembrando que estas duas mamatas estão liberadas por tempo limitado. Se você ver esta notícia daqui a uns dois anos, é capaz de não dar mais pra levar.

Defenestrando Shadow Warriors (1988)

10 de junho de 2018
Defenestrando Shadow Warriors (1988)

Como quase sempre estamos fazendo aqui aos domingos, hoje vamos adicionar o gameplay do Shadow Warriors, a versão europeia do Ninja Gaiden dos arcades, feita no quadro Fliperama Nostálgico do canal Defenestrando Jogos.

O vídeo tem mais de meia hora de duração e é bastante descontraído e informativo. É também a principal fonte que usamos para montar este post.

Shadow Warriors, ou simplesmente Ninja Gaiden, é um jogo de luta estilo beat ’em up com rolagem horizontal desenvolvido pela Tecmo e lançado por esta firma originalmente para os fliperamas em 1988. Este primeiro jogo da série Ninja Gaiden, a qual foi imortalizada posteriormente no NES com a trilogia de mesmo nome, segue Ryu Hayabusa combatendo uma organização criminosa e macumbeira em Nova Iorque.

Posteriormente, o Shadow Warriors/Ninja Gaiden ganhou versões para outras plataformas, como o Sinclair ZX Spectrum (1990), Commodore C64 (1990), Amstrad CPC (1990), Commodore Amiga (1990), Atari ST (1990), Atari Lynx e Wii (2009). Parece que o game foi também relançado de novo no C64 e no Amiga em uma coletânea chamada Hot 2 Handle.

Shadow Warriors surfou na onda de um grande sucesso de 1987 da Sega, Shinobi, junto com uma enxurrada de jogos de estilos similares e explorando a temática ninja, porém com uma pitada de comédia, como o Teenage Mutant Ninja Turtles e Caveman Ninja “Joe e Mac”. O game acabou sendo bem recebido pela crítica também.

Enredo

Ao ser contatado por um membro de seu clã que está no Estados Unidos, o ninja Ryu Hayabusa fica ciente dos planos de uma organização criminosa que está utilizando os segredos dos ninjas para tomar todo o país. Estes criminosos fazem parte de um culto maligno liderado por Bladedamus, um descendente de Nostradamus que busca concretizar suas profecias do fim do mundo. Isso obriga Hayabusa deixar Tokyo para Nova York a fim de impedir este plano macabro e destruir o mal onde quer que ele esteja.

Gameplay

Shadow Warriors (ou Ninja Gaiden) é, como já dito, um side-scrolling beat ’em up para dois jogadores, um controlado um ninja com roupa azul e o outro com roupa laranja. O game conta com uma boa variedade de cenários, todos com partes destrutíveis, como cabines telefônicas, placas e lixeiras, bastando atirar um inimigo (ou ser arremessado por eles) em tais partes da tela para detoná-las, o que faz dropar power-ups.

O controle se movimenta em oito direções, de forma similar a jogos do gênero como Double Dragon. Também conta com um botão que serve para agarrar em barras, um para atacar e outro saltar. Existem cinco técnicas primarias que podem ser ativadas através dos botões ou combinações deles: “Triple Blow Combination”, uma série de socos e chutes que servem como ataque padrão do jogador; “Flying Neck Throw”, realizada atacando o inimigo enquanto pula; “Hang Kick”, ataca o inimigo enquanto esta segurando em uma barra; “Tightrope Walk”, onde o jogador se move pendurado em cima de uma corda bamba; e o “Phoenix Backflip”, que consiste em um backflip executado depois de correr contra uma parede e que se torna um ataque se o jogador tiver uma espada.

O jogo é muito lembrado por uma tela mórbida onde o protagonista está amarrado a uma mesa batendo violentamente a cabeça enquanto uma serra circular está indo em sua direção. Se o jogador não usar continue em 10 segundos, a tela fica vermelha, o ninja grita em agonia e as palavras “GAME OVER” aparecem seguidas de uma música dramática. Final Fight, lançado um ano depois, teve uma seqüência semelhante, mas com os personagens amarrados ao lado de dinamite.

Os primeiros cinco estágios são baseados em regiões americanas reais, como a cidade de Los Angeles, Brooklyn, Las Vegas, Carolina do Norte, e uma estrada de ferro transcontinental. O sexto e último estágio se passa dentro do esconderijo do inimigo, onde acontece um boss rush com os chefões do jogo, que incluem um lutador de sumô, um par de lutadores de luta livre parecidos com os The Road Warriors e um trio de acrobatas mascarados com garras. O chefe final, Bladedamus, empunha duas espadas e tem um ataque onde ele cospe fogo.

Curiosidades

  • Pelo título de Ninja Gaiden, o jogo é conhecido nos EUA. No Japão é conhecido como Ninja Ryukenden e o nome Shadow Warrior foi usado tanto nos EUA quanto na Europa. Ele foi lançado na Europa em 1989, apesar da tela de título estar escrito 1988;
  • Nas versões originais, na hora de enfrentar os chefões que lembram os Road Warriors, é possível ouvir uma música que lembra bastante à música Iron Man, do Black Sabbath;
  • No final da quarta fase, é possível ver o rosto de Nostradamus esculpido na montanha ao fundo e um pentagrama no centro da tela com o ano de 1999 dentro dele;
  • Na quinta fase, tem um muro de pedra onde está pichado o nome de outro clássico da Tecmo, o Rygar;
  • O último estagio possui várias imagens estranhas, como quadros de pedras voadores, estátuas de demônios e uma parede feita de rostos. Essa fase é dividida em três partes: no final da primeira, é possível ver um vitral de uma mulher sendo queimada na fogueira; no final da segunda parte, pode ser ver um gigantesco quadro com a imagem de Nostradamus; e na última parte, aonde se enfrenta o chefão final, ao fundo, existe o desenho de uma caveira e uma mulher com roupas sadomasoquistas, além de um corpo dilacerado amarrado a correntes e o pentagrama no centro da tela;
  • O jogo de arcade foi produzido e lançado quase que simultaneamente com o Ninja Gaiden do Nintendinho, apesar do fato que são diferentes jogos com apenas algumas similaridades;
  • O designer do Shadow Warriors foi creditado apenas como “Strong Shima”, mas Masato Kato, quem trabalhou na versão de NES, identificou-o apenas como “Mr. Iijima”;
  • Nas cutscenes entre cada estágio, Ryu aparece comendo em um restaurante japonês, lendo jornal num trem, descendo um rio num caiaque, jogando num casino ou escalando um prédio e assustando os trabalhadores que limpam as janelas.

Série

Como eu disse acima, a série rendeu mais sete jogos:

  1. Shadow Warriors/Ninja Gaiden (1988)
  2. Ninja Gaiden (1989);
  3. Ninja Gaiden Episode II – The Dark Sword of Chaos (1990, NES 8-bit/Famicom);
  4. Ninja Gaiden Episode III – The Ancient Ship of Doom (1991, NES 8-bit/Famicom);
  5. Ninja Gaiden (2004, Xbox);
  6. Ninja Gaiden Black (2005, XBox)
  7. Ninja Gaiden Sigma (2007, PlayStation 3);
  8. Ninja Gaiden Dragon Sword (2007, Nintendo DS);

Clique Aqui Para Assistir Ao Vídeo

Ray Bibbia and the Exorcism of Lorem Ipsum

9 de junho de 2018
Ray Bibbia and the Exorcism of Lorem Ipsum

Ray Bibbia and the Exorcism of Lorem Ipsum é um pequeno, porém bem divertido jogo online onde você é um padre e tem que expulsar um demônio recitando as palavras corretas em latim do ritual de exorcismo.

O game apresenta gráficos maneiros em pixel art, bem retrô, e uma boa dose de ação.

Controles e instruções

  • Evite os ataques dos demônios com as setinhas enquanto você tenta digitar as palavras certas.
  • Você tem que ter o livro de exorcismo para recitar as palavras.
  • Se você for atingido enquanto segura o livro, você vai perder vida até que o jogo termine.
  • ESC: Destrava o mouse

Clique Aqui Para Jogar

Página 1 de 20912345678...20...Última »
  • Seja social e nos siga!

           
  • Páginas

  • Áreas especiais

  • Categorias

  • Parceiros

  • eXTReMe Tracker
    Copyright © 2001 - 2018 Gaming Room. Todos os Direitos Reservados - É expressamente proibida a reprodução total ou parcial deste site sem o consentimento dos autores.