Rising Storm 2: Vietnam

8 de outubro de 2020

Rising Storm 2: Vietnam é um jogo de tiro em primeira pessoa tático multiplayer desenvolvido pela Antimatter Games que se passa durante as fases finais da Guerra do Vietnã e foi lançado em 30 de maio de 2017 para Windows. Trata-se de uma sequência direta do Rising Storm (2013).

Com ênfase em gameplay assimétrico e publicado pela Tripwire e a Iceberg, o Rising Storm 2: Vietnam foi geralmente bem recebido pela crítica especializada. Também, na loja do Steam, conta com dezenas de milhares de análises muito positivas, pelo menos até o momento.

Vídeos

O vídeo anterior é o trailer de lançamento do game.

Já acima, temos o trailer oficial de anúncio do Rising Storm 2: Vietnam.

Apresentação

Eleito duas vezes o “Jogo Multiplayer do Ano” pela PC Gamer, Rising Storm 2: Vietnam trouxe a franquia para a era dos rifles automáticos, lança granadas portáveis e sistemas de armas modernos. O jogo ainda mantém a atmosfera e estética autênticas, além do manejo realista de armas pelos quais a série é conhecida.

A versão do Vietnã da Red Orchestra traz partidas de 64 jogadores, + de 20 mapas; Exército dos EUA e Marines, PAVN/NVA. NFL/VC, forças australianas e ARVN, + de 50 armas; 4 helicópteros; minas, armadilhas e túneis; Brutal. Autêntico. Emocionante. Personalização de personagens. E napalm pela manhã, como não poderia faltar.

Gameplay

Como seus predecessores, Rising Storm 2: Vietnam é um FPS tático que enfatiza o trabalho em equipe em grande escala com mecânica realista em combates travados durante a Guerra do Vietnã, muitos deles baseadas em batalhas históricas.

Os jogadores podem fazer uso de armas específicas da época, incluindo rifles automáticos e semiautomáticos, artilharia, lança-chamas e metralhadoras. Além disso, pela primeira vez na franquia, podem assumir o controle de veículos como helicópteros de ataque ou veículos de reconhecimento e transporte. A personalização de armamento e personagens também é novidade em Rising Storm 2: Vietnam, permitindo uma ampla gama de variedades de armas e munições e personalização do visual dos chars.

O jogo suporta até 64 jogadores em batalhas entre as forças do Vietnã do sul, os EUA e seus aliados contra os grupos do norte – as unidades principais comuns do Exército Norte-vietnamita, além dos guerrilheiros da Frente de Liberação Nacional (ou Viet Cong).

O Rising Storm 2: Vietnam apresenta um sistema de esquadrão reformulado que permite que um jogador crie e personalize um esquadrão. As recompensas por trabalhar mais de perto com o seu time visam garantir uma melhor coesão da equipe. Os mapas multiplayer são maiores do que antes, têm uma maior dinâmica vertical, são baseados em locais reais no Vietnã durante a guerra e vêm em três temas; selva, rural e urbana. O jogo foi lançado com oito mapas e modos, que incluem Territories, Supremacy e Skirmish.

Modos multiplayer

  • Territories – Um dos modos de dois rounds padrão da série. Para vencer, a equipe atacante deve capturar todos os objetivos no mapa antes que a rodada termine. Os defensores ganham uma rodada se conseguirem manter seus objetivos sitiados por tempo suficiente para interromper o ataque e entrar em confinamento com sucesso. Além disso, uma ou ambas as equipes podem entrar em morte súbita se seus tíquetes de reforço tiverem se esgotado, o que desativa o reswpawn. A última equipe em pé vence, podendo ganhar o jogo por desempate se tiver mais tíquetes de reforço restantes no final da partida de 2 rodadas.
  • Supremacy – Um novo modo apresentado na franquia onde as equipes capturam objetivos no mapa, ganhando pontos com base no número de objetivos que possuem. Uma equipe ganha o jogo ao alcançar a pontuação maior. Morte súbita e tie break também são aplicados.
  • Skirmish – Uma versão diferente da Supremacy com até cinco rodadas e mapas menores para oito contra oito. Os jogadores devem alcançar todos os objetivos no mapa e esgotar os tíquetes de spawn do inimigo dentro do tempo. Realizar um objetivo irá reabastecer os spawns.
  • Campaign – Retornando de Red Orchestra 2: Heroes of Stalingrad e Rising Storm, o Campaign faz com que duas equipes lutem entre si em partidas de Territories para ganhar territórios em um mapa do Vietnã do Sul.

Classes de personagem

O Rising Storm 2: Vietnam tem uma porrada de classes de personagens, e elas podem ser separadas segundo suas funções. Note que algumas são exclusivas do Sul e outras do Norte.

Funções básicas

  • Grunt – Infantaria básica que vem equipadas com fuzis de assalto, fuzis de combate, fuzis de ferrolho e granadas de mão e são o esteio de qualquer facção, permitindo-se ser flexíveis e versáteis. É a única função sem limite de jogadores que pode ser ocupada simultaneamente por uma equipe inteira. As variantes PAVN e NLF (do Norte) são chamadas Rifleman e Guerilla respectivamente e carregam um único kit de armadilha punji.
  • Pointman – Atuando como uma unidade de ataque frontal de uma equipe, sua principal tarefa é fornecer cobertura avançada e localizar e desarmar armadilhas inimigas. Vêm equipados com granadas de fumaça, espingardas e metralhadoras. Jogadores mais experientes podem usar o Pointman como um infiltrado para erradicar túneis inimigos e esquadrões de emboscada usando minas Claymore. A variante do NLF e PAVN é chamada de Scout e carrega kits de tripwire em vez de Claymores.
  • Machine Gunner – Classe de apoio à infantaria que faz uso de metralhadoras leves e de uso geral e granadas de mão. Usam seu armamento pesado para fornecer à equipe uma saraivada de balas de como apoio. Podem também reabastecer Machine Gunners com munição, se necessário. Precisam estar atentos às suas armas, pois o fogo excessivo pode superaquecê-las.
  • Marksman – Atirador por excelência, usa rifles de precisão semiautomáticos e de ferrolho para eliminar alvos cruciais. É excelente em combates de longo alcance e é usado de forma mais eficaz se o jogador permanecer em movimento. Também conhecido como Sniper para as facções PAVN e NLF, podem fortalecer suas posições com o uso de tripwires, enquanto o Marksman do Sul pode usar minas Claymore.

Funções especializadas

  • Combat Engineer – Classe versátil do Sul é usada para desalojar posições fortificadas e bunkers usando cargas de C-4. Seus principais armamentos são espingardas, submetralhadoras e granadas de fósforo branco M34, um utilitário de cortina de fumaça mais agressivo com o efeito adicional de causar queimaduras em qualquer pessoa que entrar em contato com a fumaça. O Combat Engineer também pode se especializar no uso do temido lança-chamas, embora seja considerado um alvo de alta prioridade. É particularmente devastador para o inimigo e sua própria equipe, se usado sem cuidado.
  • Sapper – Classe defensiva do Norte especializada em cobrir uma ampla área com minas terrestres. Dada a natureza de suas capacidades ofensivas limitadas, Sappers devem ser usados furtivamente e com cautela para posicionar armadilhas.
  • Grenadier – Outra classe versátil do Sul. Usa o lançador de granadas M79 e sua principal especialidade é a capacidade de transportar uma variedade de munições concentradas ou mistas para suas armas, incluindo granadas de fumaça, chumbo grosso e HE grenades. É melhor usado movendo-se com um esquadrão coeso para eliminar alvos prioritários ou inimigos fortificados de longe e fornecer cortinas de fumaça adicionais.
  • RPG Trooper – Principal unidade antiaérea terrestre do Norte que usa granadas propelidas por foguete. São úteis também para limpar posições inimigas agrupadas (espalha-bolinho). Os RPG Troopers também estão equipados com espingardas e rifles e são um perigo potencial também para si e para própria equipe, devido ao splash damage das suas armas.

Funções avançadas

  • Commander – Unidade crucial, lidera a equipe e supervisiona a batalha designando esquadrões, pedindo apoio de fogo e reconhecimento. O Commander do Sul é capaz de convocar ataques aéreos napalm e canhões AC-47, enquanto o do Norte pode contra-atacar com defesas SAM. Além disso, o Commander do Norte tem a habilidade de aumentar a velocidade de reforço e usar batedores indetectáveis, enquanto o Sul requer um avião de reconhecimento que é suscetível a ataques. Esta classe vem equipada com binóculos, rifles de assalto, rifles de batalha, metralhadoras, granadas de fumaça e granadas de fumaça de sinal, se o jogador for do Sul.
  • Squad Leader – Todos os papéis, exceto Commander e os pilotos, podem ser promovidos a Líder de Esquadrão, permitindo que se tornem unidades móveis de spawn. Vêm equipados com binóculos e pistolas adicionais, emitem ordens do esquadrão e fornecem ao comandante alvos do mapa. O Squad Leader do Norte pode construir pontos de spawn na forma de túneis usando picareta, enquanto o Squad Leader do Sul tem granadas de fumaça de sinal adicionais e simplesmente precisa estar vivo para que os membros do esquadrão se posicionem.
  • Radioman – Serve como um rádio móvel para o Commander e pode usar rifles de assalto, rifles de batalha, metralhadoras e granadas de fumaça. Um Radioman eficaz basicamente libera o Comandante de ficar estacionado em rádios designados, permitindo que permaneçam em movimento com a equipe.

Pilotos

  • Transport Pilot – Esta função está limitada a pilotar o Huey UH-1 e pode ser atribuída a um esquadrão, permitindo que os jogadores spawnem neles. O Huey tem a tarefa de pegar e largar rapidamente seus companheiros de equipe em áreas cruciais e vem armado com duas metralhadoras montadas.
  • Combat Pilot – Esta função se limita ao helicóptero de ataque AH-1 Cobra e ao helicóptero de observação OH-6 Cayuse, também conhecido como Loach. Além disso, com a adição do update Bushranger, os pilotos de combate podem voar o Bell UH-1H Iroquois apelidado de “Bushranger” para as Forças Australianas. Ambos os veículos têm espaço para dois jogadores. Um Commander pode usar o rádio a bordo do Loach para suporte.

Destaques segundo o distribuidor

  • Batalhas com 64 jogadores.
  • 6 exércitos diferentes para jogar, cada um com suas próprias armas e habilidades.
  • Exército dos Estados Unidos e Marine Corps.
  • Exército Norte-vietnamita (PAVN) e Frente de Liberação Nacional (Viet Cong).
  • Exército australiano.
  • Exército da República do Vietnã (ARVN).
  • Mais de 50 armas, com todos os tipos, desde de rifles e pistolas a lança-chamas e lança-foguetes.
  • 4 helicópteros utilizáveis: Huey, Cobra, Loach e Bushranger.
  • Operação militar assimétrica – armadilhas e túneis dos VC contra napalm e helicópteros dos EUA.
  • Mais de 20 mapas.
  • 3 modos de jogo diferentes.
  • VOIP de proximidade.
  • Além de centenas de opções para personalização de personagens.

Curiosidades

  • Rising Storm 2: Vietnam foi construido sobre o Unreal Engine 3.
  • Chris Rickwood e Lennie Moore voltaram para compor a trilha sonora de Rising Storm 2: Vietnam. Eles foram anteriormente contratados pela Tripwire Interactive para compor a música do Red Orchestra: Rising Storm, de 2013.
  • A Tripwire também licenciou, para este jogo, a canção da era do Vietnã Run Through the Jungle, do Creedence Clearwater Revival.

Screenshots

Criei esse álbum para colocar as screenshots da publicação do Rising Storm 2: Vietnam no site: https://flote.app/post/ec12d171-e501-4921-8216-0b1a64bb9210

Posted by Gaming Room on Thursday, October 8, 2020

Sobre o download

O Rising Storm 2: Vietnam é normalmente pago e pode ser encontrado nas lojas da Epic e Steam.

Idiomas

  • Áudio: inglês.
  • Texto: inglês, francês, alemão, turco português e espanhol (Espanha).

Requerimentos em sistema

Veja também

site ou autor do arquivo Tripwire Interactive tamanho do arquivo 60 GB sistemas operacionais compativeisWindows download link Download

Observação: se você gostou deste post ou ele lhe foi útil de alguma forma, por favor considere apoiar financeiramente a Gaming Room. Fico feliz só de ajudar, mas a contribuição do visitante é muito importante para que este site continua existindo e para que eu possa continuar provendo este tipo de conteúdo e melhorar cada vez mais. Clique aqui e saiba como. Obrigado!

Deixe um comentário

Inscreva-se na nossa newsletter!