Dicas para se fazer um bom RPG

16 de outubro de 2009

Esse texto não foi feito com o intuito de criticar o modo que alguns fazem seus jogos, nem ensinar a fazer alguma coisa difícil no RPG Maker mas sim para passar um pouco da experiência que a gente tem tanto jogando e observando como construindo os games. São dicas bem simples, nada que aspire a revolucionar a produção de games, e também não são exclusivas para o RPG Maker. O leitor criativo pode adaptar as idéias desse texto em qualquer espécie de projeto que estiver queira desenvolver.

1 – O Inicio
Muito bem, você teve uma idéia maneira para fazer um RPG. Você tem que partir deste ponto. Aceitando que você já tem alguma experiência com o maker, você deverá primeiramente pensar se essa idéia é realmente boa e se ela vai se encaixar no maker que você estiver usando. Cada versão do RPG Maker (ou seja lá qual maker você conheça) tem suas vantagens e limitações, por isso vale a pena pesquisá-las. Sites especializados como o nosso ou foruns como da RPG Maker Brasil são muito úteis para isso!

Depois de resolvido qual maker irá usar, compensa escrever o enredo, personagens e suas características e passados, antes de passar para o maker e também planificar, dividindo as etapas de criação do teu jogo. Isso varia de usuário para usuário, mas por exemplo:

Plano do meu RPG

  1. buscar recursos necessários
  2. buscar scripts (se precisar)
  3. criar monstros
  4. criar ítens
  5. criar skills
  6. criar mapas das cidades do meu rpg
  7. criar o mapa mundi
  8. criar npcs
  9. criar os eventos comuns
  10. etc

Claro isso é só um exemplo, não estou falando que esse é a melhor sequência, como disse, isso varia para cada um. Mas o interessante disso, é que a medida em que for cumprindo as etapas, você vai riscando, assim organizando e não se perdendo em outras atividades que podem deixar seu jogo incompleto ou incoerente!

Isto então assegura também o estilo do seu jogo, devendo observar o seguinte: como vão aparecer as mensagens, se vai ter rosto ou não, como  irão aparecer monstros, se as casas vão ter mapas ou só um picture, se vai ter efeito sonoro na hora de apanhar um ítem.  Se ao abrir um baú você recebe uma mensagem avisando o que ganhou e um efeito sonoro, faça com que todos os outros baus do jogo que de itens sejam assim, por exemplo.Seja constante com isso durante a criação do seu projeto, é simples é crucial para definir a qualidade do seu jogo.

Deve se tomar cuidado também para que idéias que no decorrer do desenvolvimento vão aparecendo, não atrapalhem o enredo de seu projeto. Muitas vezes inserir ou adaptar um script novo, um estilo de game diferente, no seu jogo que ja está mais ou menos pronto pode ser complicado, demorado, chato e que pode fazer você desistir pra sempre dele.

2 – Criando e povoando o seu novo mundo
Com a idéia geral do seu mundo em mãos, você deve pensar em como adaptar os recursos que você tem ou que terá que arrumar para criar um jogo coeso. Sendo um jogo medieval (mais facil no caso do RPG Maker), futurista, estilo mangá, etc, reunir ou construir o máximo de recursos que puder (chipsets, charsets, titles, music, sounds, monsters etc) é uma boa idéia, lembrando, claro de sempre dar os créditos aos autores originais dos projetos e scripts!

Nessa hora é que você vai ver se aquela sua idéia vai ter jeito ou não, se aquele charset boladão que você pegou ou se aquele script incrementadíssimo que você achou em algum site qualquer vai ser útil ou apenas uma coisa chata no seu jogo. Lembre-se também que caprichar nos gráficos e efeitos sonoros não é apenas usar os recursos “mais tops”, mas também usá-los sempre no mesmo estilo, evitando discrepâncias.

Outra dica boa principalmente para iniciantes, é não apagar os montros, itens, skills, etc. padrões do projeto. Você não precisa de usá-los, mas podem sempre serem usados como referência para as suas próprias criações, e entender como eles podem ficar mais fortes e caros no decorrer do game. Isso é bom para equilibrar o teu jogo, evitar por exemplo: subir de nível muito rapido ou muito devagar, ganhar muita grana logo de cara, ou algum ítem que na sua cabeça era muito bom mas na hora que o jogador consegue ele, este não vale nada.

Outra coisa importante, fez um evento que não deu certo, ou um script que também não deu certo? Fez um mapa que ficou quase legal mas não é o que você queria? Não apague. Copie-os para outro lugar, vai ver mais tarde você ache utilidade para eles e corrija seus erros ou pode usá-los em seus futuros projetos! Aprenda os comandos de copiar e colar, isso facilita demais a vida de qualquer maker, você sabia que control+c e control+v tb funciona nos rpg makers?

3 – Testando o seu jogo
O teste é uma parte crucial de qualquer software, ainda mais hoje em dia! Antes de distribuir seu jogo, teste-o do início ao fim (ou até onde você fez). Mas teste mesmo, não só as partes que você acabou de construir. Jogue ou arrume um amigo para jogar do início ao fim. Se não tiver amigos, peça a alguma boa alma em foruns de makers para testar e anote os erros, críticas e sugestões que eles vão te passar, para você não se esquecer de arrumar mais tarde.

É extremamente importante testar seu jogo antes de distribui-lo como versão final. Quase sempre vai ter um tanto tanto de erros e vai acabar queimando o seu filme e do seu jogo.

Isso é bom também para saber se o jogo está muito fácil ou muito difícil, extremos nunca são bons. Por exemplo, um jogo quase impossível logo de cara pode desanimar um jogador que nunca viu seu jogo antes, ele não vai conseguir fazer nada e vai acabar desistindo de jogar. As vezes uma parte do jogo é clara para você, mas não para outras pessoas.

4 – Corrigindo e ajustando seu jogo
As vezes acontece que você ta jogando teu rpg lá e tal, arrumou os bugs, mas mesmo assim achou que não era bem isso o que você tava pensando no início? :/ Mas calma… talvez tenha jeito de consertar, mas você precisa de ter paciencia”

Obviamente o primeiro passo é descobrir qual é o problema, que no caso não é problema de desatenção como um erro de script e tal. Alguns problemas são:

  1. O jogo não está parecendo que é jogo (hauahauhuaha)
  2. O jogo está terminando muito rápido (ou muito longo)
  3. O jogo não está com o “clima” que vc queria.

O primeiro problema resolve-se caprichando mais. Em um certo jogo a porta do quarto do herói ficava no chão, a sua cidade era vazia, só tinha grama e no final do mapa  tinha um npc, fora que você matava um monstro no evento e ele continuava a se movimentar. Mesmo que tenha sido a intenção do autor fazer assim, parecia mais que este havia terminado o game e estava cheio de bugs.

Nesse caso compensa repensar o estilo do seu jogo, ou  dar uma melhorada no visual, colocar mais detalhes no mapa, mesmo que decorativos, musiquinhas, curiosidades etc. As vezes falta é encher linguíça mesmo.

O segundo problema é um pouco mais complexo. Para explicar, pense no exemplo que o teu jogo está grande, já tem muitos mapas e  monstros, mas rapidamente você ou seu beta tester conseguem terminá-lo.

Isto pode ser descrito como  um problema de  “intensidade” de jogo, ou seja, o jogo está grande mas não está intenso, falta aproveitar melhor o que você criou.

Tem dois fatores básicos que você podem alterar a intensidade do jogo de acordo com o resultado que procura:

O primeiro é experiencia (XP). Você pode alterar a forma em que os heróis recebem pontos de experiência e/ou mudam de nível. No caso, diminua os pontos dados ao personagem quando ele matar um monstro, ou então mude a curva de experiência deles, fazendo com que eles passem de nível só mais xp  do que antes. Também pode dificultar, ou diminuir as batalhas. Aumente os passos para encounters (nas propriedades do mapa). Aumentar a dificuldade para matar os inimigos pode ser uma estratégia, mas com o tempo os personagens vão evoluir e vai ficar fácil de matá-los, se eles derem muitos xp, ai eles vão passar de nível muito facilmente. Resumindo: você deve ajustar o ganho de xp e as batalhas de maneira justa e coerente.

O segundo fator é o fator dinheiro. A dificuldade para comprar armas, recuperar energias, adquirir ítens pode definir um jogo. Aumentando essas dificuldades, a duração do jogo pode aumentar consideravelmente. Você pode aumentar isso diretamente, simplesmente subindo com os preços dos itens ou diminuindo as fontes de dinheiro, seja por aumentar a dificuldade para achar ou matar um determinado monstro que deixa um prêmio grande em gold, ou simplesmente diminuir o gold dado por estes.

Ajustando o XP e o gold que o char ganha, você altera a velocidade em que as quests do seu jogo são efetuadas. Ou seja, o espaço de tempo, ou o tempo gasto as ações do herói depende de como essas variaveis são distribuidas em seu jogo. Desnecessário dizer que caso o jogo esteja muito longo, é só agir na mesma direção mas em sentido oposto do que foi dito acima.

Outra dica simples para aumentar o tempo de jogo no RM2k, por exemplo, é diminuir a velocidade do herói. Voce coloca um evento, da forma que você quiser, e escolhe “Move event…”, na segunda página de eventos, e coloca “Object Character” = Hero e clica em “Move speed down”. O heroi ou grupo de herois vai andar bem mais devagar.

O último problema remete ao que dissemos anteriormente, o ambiente do seu jogo vai depender diretamente dos recursos que você colheu ou criou. Não espere criar um ambiente de jogo semelhante a um Doom usando gráficos do Super Mário. Por isso planejar o jogo é muito importante.

5 – Não abandone suas idéias
Guarde o que você já fez, não apague, mesmo que agora lhe pareçam ruins aos olhos. Pode ser que mais tarde quando você tiver aprendido mais coisas, você pode incrementar e terminar aquele seu game que tenha ficado bobo antes. Assim você economiza idéias e tempo para criar outros jogos.

Bem, é só isso por enquanto, se lembrarmos de mais coisas, postaremos aqui.

Abraços!

2 comentários para “Dicas para se fazer um bom RPG”

  1. patrick disse:

    como faço para o meu hero abrir um bau e pegar um objeto de dentro se auguem souber minha pergunta manda para meu hotmail.
    patrickpassarella@hotmail.com

  2. matheus disse:

    mano, muito bom esse tuto, tirou varios grilos da minha cabeça pensando em só criar mapas e criaturas e n saber observar o q ja veio no seu projeto
    vlw msm por postar!!!

Deixe um comentário

  • Inscreva-se na nossa newsletter!

  • Nos siga nas redes sociais!

  • Páginas

  • Áreas especiais

  • eXTReMe Tracker
    Copyright © 2001 - 2018 Gaming Room. Todos os Direitos Reservados - É expressamente proibida a reprodução total ou parcial deste site sem o consentimento dos autores.