Among the Sleep

Among the Sleep é um survival horror de 2014 onde um bebê de dois anos — pequeno, vulnerável e indefeso — parte em busca da mãe em locais sombrios após ser acordado no meio da noite por sons assustadores.

21 de outubro de 2021

Among the Sleep é um action-adventure independente estilo survival horror onde o jogador controla uma criança de 2 anos que acordou de madrugada com barulhos sinistros e deve explorar as trevas em busca de sua mãe. Foi desenvolvido pelos noruegueses do Krillbite Studio e lançado originalmente em 29 de maio de 2014.

Publicado pela própria Killbite Studio e disponibilizado para Linux, Macintosh, PlayStation 4, Windows, Xbox One e Switch, o Among the Sleep foi recebido de forma mista pela crítica. Entretanto, no Steam e no GOG, o game conta com milhares de avaliações muito positivas por parte dos jogadores.

Em 2 de novembro de 2017, uma remasterização definitiva intitulada Among The Sleep: Enhanced Edition foi lançada para PC. Depois, ela saiu para PS4, Xbox One e Nintendo Switch em 29 de maio de 2019.

Vídeos

Acima, temos um trailer oficial da edição aprimorada do Among the Sleep.

O vídeo anterior é um outro trailer oficial do game.

Sinopse

Among the Sleep é uma adventure de terror em primeira pessoa onde uma criança de dois anos, depois de acordar no meio da noite com sons misteriosos, inicia uma jornada no escuro à procura de sua mãe.

O jogo permite experimentar o horror sentido por uma criança quando um ambiente familiar e amigável se transforma em algo sinistro. Enquanto perambula por ambientes surrealistas, a criança tem apenas o seu ursinho de pelúcia como companheiro. Pode haver ameaças escondidas em todas as sombras, mas não há combate tradicional. Em vez disso, terá que encontrar lugares para se esconder e evitar confrontos para sobreviver.

Em Among the Sleep, você está vulnerável, assustado e tentando entender o mundo ao seu redor. Coisas sombrias irão acontecer. Como encontrar conforto?

Gameplay

O Among the Sleep é um action-adventure jogado em primeira pessoa onde se controla uma criança de dois anos procurando pela mamãe, mas parece que ela não está em casa. Tentando encontrá-la, a criança precisa viajar para locais de sua memória, auxiliada por um ursinho de pelúcia falante. O game lida com o horror por meio da atmosfera e exploração, não com tradicionais músicas e sistemas de combate.

O jogador move o cursor para andar ou engatinhar, o último dos quais é mais rápido e é necessário para atravessar obstáculos que bloqueiam o caminho. Correr também é uma opção disponível, embora o neném caia se isso for feito por muito tempo.

A criança pode interagir e empurrar objetos e abrir portas e janelas. Às vezes, a maçaneta para abrir as portas é muito alta, caso em que o jogador terá que empurrar e subir em cadeiras para aumentar a altura. Além de cadeiras, a criança pode escalar caixas, mesas e vários objetos para alcançar saliências e alturas inacessíveis. Certos objetos também podem ser mantidos ou jogados fora, enquanto podem ser armazenados no inventário e retirados novamente para uso posterior.

O jogador é acompanhado pelo seu supracitado ursinho de pelúcia, chamado Teddy e presente de aniversário do pai da criança, na maior parte do templo. Abraçar Teddy emite uma luz que ajuda a navegar por ambientes mais escuros. A luz vai se desgastar depois de um tempo, mas irá recarregar se não for usada. Se Teddy for derrubado, o que sempre acontece sempre ao deslizar por tubos para um novo nível ou ambiente, terá que pegá-lo antes de avançar novamente.

Em vários locais, a criança encontra figuras horripilantes que tentarão pegá-la: uma figura feminina que assombra os três primeiros níveis, e uma figura vestindo um casaco de chuva que assombra o nível final. O surgimento dos monstros é indicada pelo embaçamento da visão, efeitos sonoros característicos e, no caso da figura feminina, uma lenta canção de ninar (Trollmors Vuggesang, “Trollmother’s Lullaby”) cantarolada.

A criança não tem como se proteger dos monstros, só pode se esconder e tentar ser mais esperta que elas. Se não for rápida o suficiente para escapar, uma curta cinemática mostrará os monstros agarrando o jogador, o que resulta em game over e uma tela de continue com uma chupeta. Clicar na chupeta reinicia a partida no último checkpoint. O game over também pode vir por outros meios, como cair na água ou em precipícios. O game contém uma mensagem subjacente não muito diferente da encontrada em Papo & Yo, embora sem favelices.

O jogo é amplamente linear e envolve ir do ponto A ao B, embora o ambiente expansivo com vários obstáculos possa induzir a sensação de estar perdido. Depois de algum tempo explorando a casa, a criança é levada a um local de sonho com uma cabana semelhante a uma casa de conto de fadas que serve como uma espécie de nível hub central. A casa contém uma porta circular que conduz a um novo nível, rodeada por quatro containers onde são guardadas as “memórias” obtidas em cada nível, depois de encontradas e do jogador encontrar o tubo final da fase. Uma vez que quatro memórias são armazenadas, a criança pode inserir a mão direita de Teddy abaixo da porta circular para retornar a sua casa.

No nível extra de DLC, em vez de explorar locais de sonho, o jogador é levado para outra casa com o objetivo de encontrar e descongelar cinco bonecos tocando música ou ligando a TV. A jogabilidade continua a mesma, com a figura feminina assombrando a criança, que também é confrontada por um monstro lareira na seção subterrânea que avança e se fecha por um corredor.

Apresentação da Enhanced Edition

Among the Sleep é um premiado adventure de terror em primeira pessoa em que você assume o papel de uma criancinha em busca da mãe após acordada no meio da noite por uns sons assustadores.

A versão aprimorada de Among the Sleep inclui gráficos melhores, livro de arte digital e trilha sonora integrados ao jogo, uma seleção de pijamas, quebra-cabeças e jogabilidade aperfeiçoados, novos diálogos e um nível inédito onde você pode explorar tudo que aconteceu nos bastidores dessa produção e conferir cenas e artes conceituais que não entraram na versão final do jogo.

Destaques

  • Perspectiva de uma criança de dois anos: você é pequeno, vulnerável e indefeso, mas também pode se esconder em lugares menores. Ver suas próprias mãos rastejando freneticamente sob o sofá faz se sentir ainda mais frágil.
  • Foco na história, não em jumpscares baratos. Fundir a percepção da realidade de uma criança com sua imaginação selvagem permite desvendar o que está realmente causando seu próprio medo e confusão.
  • A versão de PC é compatível com controles: funciona 100% com os controles do Xbox 360, embora possa haver alguns problemas com os do Xbox One.
  • O jogo tem uma porrada de achievements pra pegar.

Enredo (com spoilers)

Na década de 1990, um bebê chamado David está comemorando seu segundo aniversário em casa com sua mãe Zoey. A celebração é interrompida por um visitante na porta da frente que se esconde de David, mas a história sugere que é seu pai de David, Justin, de quem Zoey se divorciou pra casar com uma atriz. A conversa é abafada e parcialmente escondida de David enquanto Zoey levanta a voz, recusando o pedido de Justin para ver seu filho. O tom zangado de Zoey assusta David, cujo medo é apresentado como uma visão turva.

Zoey retorna com um presente, mas ela não diz de quem é. Em vez disso, ela carrega David e o presente escada acima para o quarto das crianças, um lugar de cores vivas e quentes e luz solar intensa. Zoey abre o presente brevemente, mas olha o que está dentro com uma expressão desdenhosa antes de fechar a caixa rapidamente. Antes que o presente seja dado à criança, o telefone toca e Zoey deixa David no quarto brincando sozinho.

O presente é revelado como um ursinho de pelúcia sensível, que sai da caixa e se esconde no baú até que David o encontre. O urso se apresenta como Teddy e tem uma natureza amigável e curiosa. Depois de alguns minutos brincando com uma caixa de música, um elefante rosa de pelúcia, um livro de histórias e um trem de brinquedo, eles entram no armário, que acaba sendo uma grande sala escura cheia de casacos longos e escuros. Lá, Teddy diz que se David ficar com medo no escuro, ele pode abraçar Teddy para se sentir mais seguro e iluminar o caminho, com o ursinho agindo como uma lanterna. A pequena aventura termina quando Zoey os encontra. Ela diz a David, gentil mas ameaçadoramente, para parar de se esconder dela e coloca-o na cama.

Mais tarde naquela noite, Teddy é levado para longe de David por uma força invisível. David vai atrás e encontra Teddy dentro de uma máquina de lavar e o tira de lá, Teddy percebe que algo não está certo e que eles devem encontrar Zoey. Ao longo do caminho, encontram uma figura sombria chamada Harald. Na busca, descobrem um escorregador que os leva a um pequeno teatro dentro de uma caverna que parece existir sob a casa, e a porta encontrada dentro dela os leva a uma jornada por vários ambientes surreais, consistindo em um playground subterrâneo, uma mansão em ruínas que se fundiu com uma floresta pantanosa e uma série bizarra de corredores criados por centenas de armários.

Teddy instrui David a encontrar quatro memórias que compartilhou com Zoey que irão levá-los até ela. As memórias assumem a forma de quatro objetos: o pingente do colar mostrado no início do jogo, a caixinha de música que ela toca para colocá-lo para dormir à noite, o livro de histórias e o elefante rosa. Ao longo da busca, David é perseguido por um monstro grande e feminino, parecido com um troll, chamado Hyda, e uma criatura com olhos brancos brilhantes chamada Heap, cujo corpo é um casaco como os que estavam no armário de David.

Depois que a última memória é encontrada, Teddy e David tentam passar pelo escorregador que levaria de volta à casa de brinquedo, mas Heap agarra Teddy para impedir David de completar a última memória, quem fica então pendurado em um abismo, com o braço de Teddy sendo arrancado devido ao peso. David então cai em um lugar escuro iluminado por uma série de holofotes. Seguindo a voz de Zoey, a vê tomando um pileque enquanto ela se transforma em Hyda, o que implica que Zoey, Hyda, Harald e Heap são todos o mesmo ser.

David é deixado sozinho no escuro, com as luzes das janelas levando-o de volta à casa de brinquedo. Depois de usar a última memória e o braço rasgado de Teddy para abrir a porta, David vê rachaduras em outra porta que está logo à frente. Depois de atravessá-la, ele volta ao seu quarto (tendo saído pelo armário). David desce as escadas para encontrar Zoey chorando na cozinha, com o Teddy danificado em uma mão e uma garrafa de vinho vazia na outra, que ela deixa cair. Quando David tenta resgatar Teddy, Zoey derruba David e grita para ele deixá-la em paz. Ela se desculpa e diz a David que não foi de propósito. David tem a opção de confortar Zoey brevemente, caso interaja com ela novamente.

Prologue

Prologue é um DLC que se passa antes dos eventos da história principal, novamente contada do ponto de vista de David. Nela, a criança está vagando por um ambiente de inverno e encontra cinco bonecos em volta de uma luz que se quebra, enviando David para uma casa diferente da mostrada na história principal. David deve localizar e descongelar os cinco bonecos que estão congelados devido ao vento que entra pelas janelas abertas, o que envolve fechar as janelas e usar música e TV para libertá-las.

Por toda a casa, flashbacks dos pais de David são mostrados discutindo devido ao abuso de álcool de Zoey, porque ela se sentiu negligenciada em cuidar de David sozinha, enquanto Justin estava trabalhando o dia todo para ganhar dinheiro suficiente para sustentar a si e ao filho. Um flashback implica que ele estava protegendo David do estado de embriaguez de Zoey, resultante do divórcio, mostrando ele batendo nela antes da mulher colapsar no chão.

Ao longo do caminho, David encontra Harald, aquela da história principal que apareceu na sala de estar, (mas com uma forma diferente) e um monstro de fornalha viva chamado Hons no porão. Assim que David encontra todas as bonecas, incluindo o coelho fora da casa depois que ele caiu de uma janela, Zoey é vista levando David antes de ir embora em depressão, o que implica que a casa é a casa de Justin e que Zoey está levando David para o casa da história principal, deixando a boneca no frio.

Final alternativo

Este ‘final ruim’ foi retirado da história, mas é presente na edição aprimorada do jogo. O final pode ser acessado no nível do Museu. David acorda em um berço quebrado, semelhante a uma gaiola, em uma área desconhecida. Então vê Teddy girando uma roda onde o berço está, revelando uma sala com bonecas sem vida, todos os itens de memória e uma panela gigante.

O berço para de se mover e Teddy anda assustadoramente em direção a David, cumprimentando-o ‘feliz’ com os olhos vermelhos. A partir daquele momento, seu pescoço estalou e mãos gigantes em formato de esqueleto saíram de seu corpo, revelando sua verdadeira forma fantasmagórica: “O Pesadelo”.

Acontece que o Pesadelo tem usado crianças pequenas para coletar itens amados para criar um guisado, disfarçando-se de brinquedos de pelúcia e enganando-as para se aventurarem longe de seus lares. Ele prepara sua refeição colocando todos os itens na panela, mexendo-os, enquanto diz as citações do livro da criança “Five Thirsty Animals”. Ele então parabeniza David por cumprir sua ordem, agarra-o e o joga na água fervente, pronto para ser devorado.

Curiosidades

  • O Among the Sleep foi desenvolvido sobre o engine Unity.
  • O desenvolvimento do game começou em 2011 e captou 225.000 NOK (€28.000) em 27 de maio e 200.000 NOK (€25.000) em 28 de outubro de 2011 em financiamento do Norsk Film Institutt, um instituto de cinema norueguês que concedeu à empresa um suplemento de 400.000 NOK (€50.000) em 1 de março e outros 820.000 NOK (€102.700) em 1 de novembro de 2012.
  • O Krillbite Studio também obteve recursos com o lançamento de uma campanha Kickstarter em 18 de abril de 2013, onde conseguiu $248.358 de uma meta de $ 200.000. As metas alcançadas seriam para uma faixa de comentários, conteúdo para download desenvolvido em colaboração com patrocinadores e suporte ao fone de ouvido de realidade virtual Oculus Rift.
  • Em 7 de março de 2015, mais de 100.000 cópias do jogo já haviam sido vendidas.
  • Em novembro de 2014, um novo capítulo – Prologue – foi adicionado gratuitamente. O prólogo explica alguns eventos que aconteceram antes do jogo principal, mas é destinado pra quem já completou a história principal. O Prologue se passa em uma cabana na mata durante a nevasca, quando a criança acorda à noite porque alguém se esqueceu de fechar a janela e está com frio e medo.

Prêmios

  • Vencedor do Nordic Game Awards – Melhor Realização Artística 2015.
  • Vencedor do Nordic Indie Sensation 2014.
  • Vencedor do MomoCon Indie Game Awards – Melhor Jogo de 2015.
  • Indicado para Melhor Áudio de Jogo – Indie Prize Europe 2015.
  • Jogo norueguês do ano 2014, pela Gamereactor.

Screenshots

Sobre o download

A versão que temos do Among the Sleep disponível para download aqui é a do Among the Sleep – Enhanced Edition, a edição aprimorada do game. Trata-se de um jogo normalmente pago que pode ser encontrado para PC no GOG e Steam (Windows, Mac e Linux) e Epic (Windows e Mac). Para outras plataformas, consulte o site oficial do desenvolvedor.

Idiomas

  • Áudio: inglês e norueguês.
  • Texto: árabe, inglês, chinês simplificado, chinês tradicional, tcheco, holandês, francês, alemão, húngaro, italiano, japonês, norueguês, polonês, português (Brasil), russo, espanhol (Espanha), turco e ucraniano.

Requerimentos em sistema

Veja também

autor, site, canal ou publisher Krillbite Studio tamanho do arquivo 1,7 GB licençaComercial sistemas operacionais compativeisWindows, Mac e Linux download link Download

Observação: se você gostou deste post ou ele lhe foi útil de alguma forma, por favor considere apoiar financeiramente a Gaming Room. Fico feliz só de ajudar, mas a contribuição do visitante é muito importante para que este site continua existindo e para que eu possa continuar provendo este tipo de conteúdo e melhorar cada vez mais. Clique aqui e saiba como. Obrigado!

Deixe um comentário

Inscreva-se na nossa newsletter!