Bio Menace

Bio Menace é um jogo grátis de plataforma de 93 – inspirado no Duke Nukem e construído sobre o engine do Commander Keen – onde um agente durão deve destruir mutantes ferozes criados por um gênio maligno.

1 de setembro de 2021

Bio Menace é um jogo de plataforma run and gun com rolagem multidirecional que foi desenvolvido sobre o engine do Commander Keen, da id Software, e conta com trilha sonora de Bobby Prince, outro grande nome envolvido com esta empresa. Foi desenvolvido pela Apogee Software (antes de virar a 3D Realms) e lançado originalmente em 3 de agosto de 1993.

O game lembra bastante aqueles títulos antigos de plataforma do Duke Nukem e conta com temática de ficção científica: o jogador controla Snake Logan um agente de alto nível da CIA. Ao receber relatos de que Metro City foi invadida por mutantes, Logan recebe ordens para fazer um voo de reconhecimento sobre a cidade. No entanto, após um pouso forçado em Metro City, Logan é forçado a completar sua missão a pé.

O Bio Menace foi publicado pela própria Apogee Software, conta com versões para MS-DOS, Windows, Mac OS X e Linux e foi recebido de forma mista pela crítica. Atualmente, conta com 4 de 5 estrelas no GOG e dezenas de avaliações positivas no Steam.

Vídeos

Acima, temos um trailer oficial do Bio Menace.

Temos também um review que o Civvie fez do game (com narração em inglês).

Sinopse

A CIA descobriu que mutantes gigantescos estão causando estragos em Metro City, e suas fontes dizem que a destruição é causada por um cientista que se autodenomina Dr. Mangle. Por esse motivo, enviam Snake Logan, o agente ultrassecreto da CIA, em uma missão perigosa: sobrevoar Metro City, investigar o que está acontecendo e, em seguida, relatar ao capitão.

Infelizmente, o avião de Snake é abatido, forçando Snake a andar pelas ruas e lidar com os mutantes.

Gameplay

Existem três episódios em Bio Menace: em “Dr. Mangle’s Lab ”e“ The Hidden Lab ”, Snake deve destruir dois laboratórios e o próprio Dr. Mangle. Pouco antes de morrer, Mangle diz que ele foi forçado por alguém conhecido como Mestre Cain a cumprir suas ordens, ou seria morto. Então, em “Mestre Cain”, Snake parte para destruir o tal Cain.

O Bio Menace apresenta tem uma caixa de pontuação semelhante à do Commander Keen localizada no canto superior esquerdo da tela, mesmo sistema de menu, mesma ajuda online e a mesma tela de inicialização, onde o game detecta sua placa de som, placa de vídeo, dispositivos de entrada/saída e a quantidade de memória disponível. É também permitido visualizar a tela de status antigo se  pressionar a barra de espaço durante o jogo. Isto é devido ao fato do jogo ser alimentado pelo mesmo engine desta série da id Software.

Snake tem várias unidades de saúde, então cada vez que colide com um mutante, ele não é morto imediatamente, a menos que tenha uma unidade restante. Existem 12 fases em cada episódio. Ao iniciar uma nova partida, além de escolher um dos três modos de dificuldade, você pode praticar todos os níveis, exceto o último, que é o chefão final do episódio.

Dependendo de qual dos três modos de dificuldade é selecionado, Snake tem dois, quatro ou oito barras de saúde. Recolher kits médicos restauram a saúde ao máximo. Alguns perigos e inimigos matam Snake instantaneamente ao contato. Se for morto, o jogador perde uma vida e é enviado de volta ao último checkpoint alcançado, com o estado do nível permanecendo como estava no momento da morte de Snake, até mesmo as barras de saúde do chefão.

O protagonista pode usar mais de uma arma. Por exemplo, ao lado de sua confiável metralhadora, Snake também pode usar lasers para disparar contra mutantes, posicionar minas terrestres no solo ou lançar granadas para explodi-los. Como um bom run and gun, o personagem pode andar, saltar , atirar e se agachar. Além disso, Snake pode usar granadas e minas terrestres, que aparecem como pick-ups.

Existem power-ups que consistem em metralhadoras (que permitem disparos sustentados), armas de plasma e super armas. Exceto a arma de plasma, todas as armas de Snake são hitscan, incluindo a arma. Ao contrário da maioria dos powerups, pentes de metralhadoras podem ser armazenados. Certos inimigos só podem ser mortos por granadas, minas terrestres ou arma de plasma. Além da arma padrão, todas as armas têm munição limitada e são abandonadas quando o nível é concluído.

Snake tem que atravessar cada nível explodindo mutantes enquanto procura a saída. Para encontrá-la, deve primeiro libertar um refém localizado em cada nível. Algumas partes são bloqueadas por um portão de laser (que mata instantaneamente ao toque), e isso inclui passagens onde os reféns são mantidos. Para desligá-los, Snake deve procurar um cartão-chave ou um fragmento de cristal. Existem compartimentos que os guardam que só podem ser abertos com a obtenção de chaves de ouro.

Também, nessas portas trancadas, há guloseimas que valem pontos, sendo que atingir certos limites de pontuação garante vidinhas extras, as quais também são obtidas coletando 50 joias e recebendo itens de vida extra de armários. O jogo pode ser salvo no início de cada nível.

Alguns dos níveis têm uma sequência de cores, e isto envolve encontrar cinco cores diferentes em uma linha e, em seguida, localizar cinco interruptores que devem ser ativados na ordem correta que corresponde à sequência de cores. Isso permitirá que você obtenha guloseimas que valem muitos pontos. No entanto, a falha em alternar na ordem correta resultará na queda de Snake em um poço de espinhos ou lixo tóxico. Em algumas áreas, pode-se obter um frasco cheio de líquido que o tornará invencível por 30 segundos, embora isso não vai funcionar se Snake cair em um buraco.

Algumas fases contêm uma gema de nível oculta, invisível até ser recolhida, que leva o jogador a um nível secreto quando o atual é concluído. Níveis secretos são sempre curtos e geralmente contêm uma abundância de pick-ups, mas às vezes também estão lotados de inimigos e/ou perigos.

Apresentação

Bio Menace é um emocionante jogo de ação inspirado em Duke Nukem, atire em tudo que se move.

Junte-se ao cara durão da CIA, Snake Logan, enquanto luta por sua vida contra monstros ferozes criados por um gênio maligno e perturbado. Sua missão é derrotar quem está libertando as hordas de mutantes que ameaçam dominar o planeta.

Você viajará pelo mundo, resgatando reféns, derrotando monstros e detonando capangas vis. Ao longo do caminho, encontrará várias armas diferentes, bônus especiais, chefões monstruosos e áreas secretas.

Destaques

  • Desenvolvido usando um motor de jogo desenvolvido pela id Software, designers do Quake (só que é um engine do Bio Menace é bem mais velho, né?).
  • Criaturas com animação fantástica para matar, inimigos robóticos ameaçadores para despistar e chefões monstruosos para encarar.
  • Ação ininterrupta, estilo os jogos de plataforma do Duke Nukem: porrada e tiroteio.
  • Um arsenal de armas à sua disposição – mais quatro armas e manobras secretas.
  • Três níveis de habilidade, sistema de saves, áreas ocultas e muito mais.
  • Compatível com joysticks, o que inclui suporte parcial ao controle do Xbox 360.
  • Caveirinhas pro Ribo.

Curiosidades

  • Como dito várias vezes acima, o Bio Menace foi construído em uma versão licenciada do engine do Commander Keen (id Tech 3, segundo o John Romero). Tirando o motor e a música, a qual foi composta por Bobby Prince, todo o conteúdo do jogo foi criado pelo seu designer, Jim Norwood.
  • O jogo levou dois anos para ficar pronto, principalmente porque Norwood criou praticamente todo esse conteúdo por conta própria: código, arte, som, design de níveis etc..
  • O game foi lançado originalmente para DOS (em 93). Em 2014, foi relançado no Steam (Windows e Mac) e no GOG (Windows, Mac e Linux).
  • O Bio Menace foi chamado de “Bio Hazard” durante a produção. A data original de lançamento era pra ter sido em 15 de novembro de 1991.
  • Entre os reféns que devem ser salvos está Commander Keen, quem faz um cameo em outro jogo anterior ao do Doom 2. Quando é resgatado, (ele está no nível 6 do segundo episódio), você diz algo como “Apenas cumprindo meu dever, Capitão Keen”, ao que ele responde “É o COMANDANTE Keen!”. Para os curiosos, confundir o título de Commander Keen é uma das piadas internas da série de mesmo nome.
  • O primeiro episódio do game, “Dr. Mangle’s Lab”, foi lançado como shareware. Os outros dois foram vendidos comercialmente: “The Hidden Lab” e “Master Cain”. Algumas fontes [1] afirmam que, na verdade, os episódios formam uma trilogia de games. Sei lá.
  • Em 2000, o Bio Hazard foi descontinuado devido a problemas de compatibilidade com sistemas operacionais mais recentes. No site da Apogee constava a seguinte mensagem: “Bio Menace is the only game that Apogee has not been able to get to run under Windows95/98 reliably under any condition“.
  • Entretanto, em 23 de dezembro de 2005, o jogo foi relançado como freeware como um presente de Natal. O jogo registrado completo contém todos os três episódios e ainda pode ser baixado no servidor FTP da 3D Realms. Essa versão é de livre distribuição, mas precisa do DOSBox pra rodar.
  • Em 23 de outubro de 2014, 3D Realms lançou a sua 3D Realms Anthology, coletânea que inclui o Bio Menace.
  • O jogo foi analisado em 1994 na 202ª edição da revista Dragon por Sandy Petersen (o mesmo do Doom) na coluna “Eye of the Monitor”. Petersen deu ao jogo 2 de 5 estrelas.
  • Já a revista alemã PC Games elogiou o comportamento dos inimigos animados, a falta de movimentos bruscos e notou uma rolagem rápida em todas as direções do movimento.
  • Em 2017, a Hardcore Gaming 101 elogiou a aparência do Bio Menace, observando que, graças ao engine do Commander Keen, o jogo não tem a rigidez irritante da época, e o controle é satisfatório. No entanto, também chamou a música de um ponto fraco, e que Bobby Prince, que mais tarde compôs a trilha sonora de Doom, não mostrou seu lado forte neste trabalho.

Screenshots

As screenshots acima foram tiradas da versão de DOS (via MobyGames) e estão ampliadas.

Sobre o download

O Bio Menace é um jogo atualmente freeware, o que significa que ele pode ser distribuído livremente. Ele pode ser baixado/obtido gratuitamente no GOG (Windows, Mac e Linux) ou Steam (Windows e Mac). O link que temos para download é o do GOG, que vem sem DRM. Note ele já vem configurado para ser jogado com o DOSBox.

Idiomas: inglês.

Requerimentos mínimos em sistema

Mais informações e plataforma

autor, site, canal ou publisher 3D Realms tamanho do arquivo 13 MB licençaGrátis sistemas operacionais compativeisWindows, Mac OS X e Linux download link Download

Observação: se você gostou deste post ou ele lhe foi útil de alguma forma, por favor considere apoiar financeiramente a Gaming Room. Fico feliz só de ajudar, mas a contribuição do visitante é muito importante para que este site continua existindo e para que eu possa continuar provendo este tipo de conteúdo e melhorar cada vez mais. Clique aqui e saiba como. Obrigado!

Deixe um comentário

Inscreva-se na nossa newsletter!