Ion Fury não será mais censurado

26 de agosto de 2019

Hoje (26/08), a Voidpoint afirmou que Ion Fury não será mais censurado, apesar da choradeira de SJW e da postura absolutamente covarde tomada anteriormente. A declaração foi feita no fórum oficial do jogo no Steam, onde eles também “lamentam ter considerado alterar um sprite no jogo em vez de confiar em seus instintos”.

O tópico também afirma que a 3D Realms e Voidpoint, respectivamente a publisher e a desenvolvedora do Ion Fury, estão juntos neste assunto, embora a 3D Realms ainda tenha feito uma declaração cheia de frescura.

Como falei sobre isto no Notícias do Facínora anterior, resolvi fazer um vídeo onde comento o desenrolar desta história:

Eu havia comentado e detalhado o que causou essa bagunça no Notícias do Facínora 77 e aqui, mas, resumidamente, surgiram umas prints aí com pouco ou nenhum contexto que serviram para a meia dúzia de gente pestilenta que frequenta o ResetEra acusarem os desenvolvedores disso e daquilo. A reação tanto da 3D Realms quanto da Voidpoint foram umas das coisas mais covardes e vergonhosas que já vi na minha vida (o que não se resume à censura de uma piada do jogo), gerando refunds e reviews negativos em massa, além de tópicos reclamando disso no Steam, embora estes fossem imediatamente apagados.

Inclusive, censuraram um tópico do Sergeant Mark IV, o desenvolvedor do Brutal Doom, onde ele meteu a real neles, mas consegui descolar uma versão arquivada. O tópico datava do dia 20 de agosto e, além de apontar a estratégia patética e falha que a 3D Realms e a Voidpoint estavam tomando e as consequências disto, também afirmava que isto tudo poderia ser causado por trolls em um ataque de falsa bandeira, algo que também citei nas notas do episódio do Notícias do Facínora 77. Inclusive, a moça que pode ter descoberto isso, Sophia Narwitz, publicou ontem um artigo onde ela faz um resumo cronológico de toda esta celeuma e faz umas considerações a respeito do caso.

Hoje (26), todavia, parece que as coisas vão ser resolvidas de uma forma mais positiva. Embora a 3D Realms tenha afirmado que ainda vai doar dinheiro pra essas ONGs de picaretas e tido uma posição rola cansada, o anúncio da Voidpoint (o deste tópico) foi mais satisfatório:

“Declaração conjunta do Voidpoint e 3D Realms:

Nós causamos uma recente controvérsia sugerindo que o conteúdo do jogo Ion Fury seria censurado.

Nós absolutamente NÃO iremos censurar Ion Fury ou qualquer um de nossos outros jogos, presentes ou futuros, incluindo, mas não limitado a, remover piadas como a lavagem facial mais controversa do jogo.

Nós não apoiamos a censura de obras criativas de qualquer tipo e lamentamos nossa decisão inicial de alterar um sprite no jogo em vez de confiar em nossos instintos. A 3D Realms e Voidpoint estão de acordo neste assunto.

Por último, mas não menos importante, respeite nossa necessidade de manter os fóruns da comunidade limpos de mensagens odiosas, spam ou tópicos aleatórios. Reconhecemos nosso erro e compreendemos a sua mensagem em voz alta e clara!

O vídeo abaixo, do canal The Quartering, também comenta sobre isto e mostra a choradeira e a histeria SJW com mais detalhes:

Podia ser melhor, mas já foi um desfecho bem melhor do que o esperado. Tomara que eles mantenham esta posição. Eu vou manter a minha: é uma questão de princípios. Não podemos deixar que os jogos fiquem a mercê da arbitrariedade de um punhado de gente hipócrita e psicótica, e alterar os games depois que forem comprados por causa disso é pior ainda.

Referências e mais notícias

Observação: se você gostou deste post ou ele lhe foi útil de alguma forma, por favor considere apoiar financeiramente a Gaming Room. Fico feliz só de ajudar, mas a contribuição do visitante é muito importante para que este site continua existindo e para que eu possa continuar provendo este tipo de conteúdo e melhorar cada vez mais. Clique aqui e saiba como. Obrigado!

Deixe um comentário

Inscreva-se na nossa newsletter!