Padre Paulo Ricardo – Os livros de fantasia podem nos fazer mal?

Padre Paulo Ricardo responde se os livros de fantasia podem nos fazer mal, assunto tratado pelo próprio J. R. R. Tolkien, autor de nada menos que O Senhor dos Anéis, O Hobbit e O Silmarillion. [Acesse a descrição completa]

Newsletter:

Descrição completa

Neste curto vídeo, o Padre Paulo Ricardo responde a alguém que anonimamente pergunta se os livros de fantasia podem nos fazer mal, assunto tratado pelo próprio J. R. R. Tolkien, autor de nada menos que O Senhor dos Anéis, O Hobbit e O Silmarillion.

Resolvi trazer este vídeo pra cá pra ter mais um bom conteúdo relacionado às importantes obras de Tolkien e também pelo motivo de que muito facilmente este assunto pode transbordar aos games, até porque estas obras são extremamente seminais, e influenciaram direta e indiretamente virtualmente todos os títulos de fantasia medieval. Então, é bom aprender umas coisas pra lidar com os puritanos tacanhos de plantão, que volta e meia aparecem por aí para encher o saco.

Mas voltando ao assunto, em suma, “a fantasia pode, é claro, ser levada ao excesso”, e é o próprio Tolkien, quem reconhece. “Mas de que coisa humana neste mundo caído isso não é verdade?”. E é aí que mora o X da questão. O mal não existe em matéria, só em ato. Ou seja, o bem ou o mal surge do bom ou mau uso das coisas. Por exemplo, o comunismo é algo intrinsecamente ruim, um péssimo uso das capacidades humanas, que foram criadas para o bem. Mas, ao contrário dessa desgraça, as obras de fantasia não são más em si.

É necessário ser óbvio: o abuso que muitos fazem de determinadas coisas não as torna ruins. Continuamos devendo usar de modo sensato os bens que Deus colocou à nossa disposição. Sem os endeusarmos. Sem os demonizarmos indevidamente. “Idolatria se comete”, afinal, como diria Chesterton, “não somente pela instituição de falsos deuses, mas também, pela instituição de falsos demônios; fazendo os homens temerem a guerra e o álcool, ou a lei econômica, quando eles devem temer a corrupção espiritual e a covardia”.

Publicado originalmente em 17 de janeiro de 2018, este é um trecho da primeira transmissão do curso do Pe. Paulo Ricardo sobre O Senhor dos Anéis.

Mais informações e Senhor dos Anéis


Vídeo adicionado em: 29 de janeiro de 2024

Categoria(s): Vídeos

Tags: , ,

Canal(is): Padre Paulo Ricardo

Acessado: 33 vezes.

Duração: 05:12

Um comentário para “Padre Paulo Ricardo – Os livros de fantasia podem nos fazer mal?”

  1. Helinux disse:

    A verdade é que antes dos filmes do Senhor dos Anéis, só fui conhecer sobre a literatura J. R. R. Tolkien, jogos e música por causa da banda Blind Guardian…principalmente por causa do album Nightfall in Middle-Earth…¨É um álbum conceitual baseado em O Silmarillion de JRR Tolkien , um livro de contos da Primeira Era da Terra Média , contando a conturbada história de Beleriand enquanto os Elfos lutavam contra o Lorde das Trevas Morgoth . [2] [3] [4] O álbum contém não apenas músicas, mas também partes faladas narrando partes da história. A capa retrata uma cena de O Silmarillion , a elfa Lúthien dançando em frente ao Lorde das Trevas Morgoth.¨ Fonte Wikipédia!!!! Mas antes disso, vc via algo similar nos desenhos do Caverna do Dragão, no filme Krull de 83 e até mesmo no clássico Excalibur de 81…onde a magia predomina, ambientação medieval e aquela disputa de terras entre reinos e a tal falada política neoliberal que já exisita dos tempos antigos e que na prática nunca foi utilizada com sucesso!!!! Valeu!!!!

Deixe um comentário