Ion Maiden, o novo FPS feito no antigo engine do Duke Nukem 3D, passa a se chamar Ion Fury

11 de julho de 2019

Ion Maiden, o novo FPS da Bombshell Game feito no antigo engine de jogos como Duke Nukem 3D, Shadow Warrior e Blood – o BUILD – passa a se chamar Ion Fury a partir de hoje (11/7).

O Ion Maiden estava ficando muito lindo, combinando um gameplay acelerado e old school com funcionalidades modernas, como resolução e mapas bem maiores, garantidas graças aos aprimoramentos do icônico engine. Acontece que o Iron Maiden (a banda de NWOBHM) veio com mimimi de copyright e outras poseurices pra cima da 3D Realms (a publisher do jogo), alegando “apropriação indébita e uso de uma imitação virtualmente idêntica da marca Iron Maiden”, pedindo nada menos que 2 milhões de dólares em indenização a uma firma que está tentando voltar a ficar bem das pernas.

Apesar da 3D Realms ter rapidamente respondido no Twitter, afirmando que estas são “alegações frívolas que qualquer um que tenha realmente jogado o Ion Maiden acharia mais ridiculamente exageradas do que a arma Loverboy da Shelly, um revólver de três canos e capacidade para 18 tiros”, a firma acabou cedendo e mudando o nome do jogo por causa dessa palhaçada.

Trailer

Fiquei sabendo disto no Twitter, onde a 3D Realms também liberou o novo trailer de announcement do Ion Maiden/Ion Fury (tem um easter egg aí, tente achar):

O processo também alega que Ion Maiden “tem a mesma aparência” do Iron Maiden: Legacy of the Beast, um jogo para Android e iOS lançado em 5 julho de 2016, como se a 3D Realms fosse estúpida o suficiente para publicar algo que parecesse de longe essa bicheira de celular como um FPS direcionado ao público da velha guarda…

Eles também alegam similaridades entre o logotipo do Iron Maiden e a fonte usada no título do jogo, entre o nome da protagonista Shelly ‘Bombshell’ Harrison e o do baixista Steve Harris, e entre a caveirinha do título (cadê o Ribo?) e o mascote da banda, Eddie. Tudo absolutamente estapafúrdio.

No entanto, vários dos elementos alegadamente semelhantes citados na ação estavam presentes em um jogo anterior da 3D Realms, Bombshell, lançado em 29 de janeiro de 2016, incluindo o nome do personagem principal e o símbolo do crânio. Também, de acordo com Scott Miller, fundador da 3D Realms, o nome “Ion Maiden” teria vindo da arma básica usada pela heroína neste seu primeiro jogo.

Se quiser ficar sabendo mais sobre este jogo, nós já falamos do Ion Maiden anteriormente em outras ocasiões e no vídeo abaixo, embora tenha sido antes da gente ficar sabendo desta presepada:

Olha, mesmo que tenha sido mesmo a intenção de Miller copiar o nome do Iron Maiden, isto tinha que ser encarado como um tributo a banda, pra não dizer uma grande oportunidade de colaboração entre esta publisher e os músicos pra ver se saia pelo menos um game do Iron Maiden que não seja absolutamente lixo. Mas, nãaaaaao… Maluco prefere ser PNC.

O bom disso tudo é que, no fim das contas, isto certamente ajudou a divulgar o Ion Maiden/Ion Fury, o que garantiu uma publicidade gratuita para o jogo. Só espero que este processo não vá pra frente, pois é muita sacanagem, um roubo sob ameaça de violência.

Enfim, o jogo está programado para sair completo no dia 15 de agosto de 2019 para PC e Linux.

Veja também

Deixe um comentário

  • Inscreva-se na nossa newsletter!

  • Nos siga nas redes sociais!

  • Páginas

  • Áreas especiais

  • eXTReMe Tracker
    Copyright © 2001 - 2019 Gaming Room - Powered by Facínora!