Novas políticas da Blizzard vão contra modders e mappers

Novas políticas da Blizzard vão contra modders e mappers. Ao que parece, mesmo depois de tanto vexame, esta empresa ainda tem muita cretinice a implementar.

1 de fevereiro de 2020

Novas políticas da Blizzard vão contra modders e mappers. Ao que parece, mesmo depois de tanto vexame, esta empresa ainda tem muita cretinice a implementar.

Além disto, parece que estão dificultando a vida de quem quer fazer o refund (pegar o dinheiro de volta) do remake/remaster do Warcraft 3 (Warcraft 3: Reforged), o qual deve ter ficado uma porcaria. Inclusive, segundo ouvi falar, um cara que estava ajudando a galera a fazer o refund foi banido dos fóruns da Blizzard.

Atualização (05/02/2020): Warcraft 3: Reforged torna-se o game mais mal avaliado e ações da Blizzard despencam.

É sobre mais essas presepadas desta firma que resolvi fazer a edição de número 111 das Notícias do Facínora:

No início do vídeo acima, fiz uma recapitulação das burradas e presepadas que a Blizzard andou fazendo nos últimos 2 ou 3 anos. Os posts que citei, onde você pode encontrar mais detalhes, são:

Mas o mais incrível é que, não contente com toda essa estupidez, a Blizzard resolveu impor políticas que praticamente acabam com todo o incentivo para que os modders, justamente os fãs mais dedicados aos jogos, produzam mapas ou mods bons para os jogos:

A print acima foi tirada do fórum da Blizzard, especificamente no tópico onde o ThunderPope alertou que as mudanças na política da empresa em relação ao conteúdo criado por fãs (mods, mapas etc.) O tópico ainda está no ar e dá pra traduzir ele mais ou menos assim:

“Eu já postei isso, mas acho que merece seu próprio tópico. O EULA do editor mundial foi alterado.

  • A propriedade intelectual dos seus mapas pertence à Blizzard, não a você, e eles não são obrigados a compensá-lo de qualquer forma, se os usarem;
  • Material protegido por direitos autorais não é permitido em nenhum mapa personalizado (o que significa que uma infinidade de mapas antigos, como Anime Fight, DBZ Tribute e Pimp My Mario, estão agora banidos);
  • Qualquer conteúdo considerado inapropriado pela Blizzard pode ser removido a seu critério (e é por isso que se tem o novo e brilhante botão de report, agora).

Em resumo, a cena modder do jogo tem muitas limitações novas e muitos mapas mais antigos serão eliminados. Recomendo que você pegue suas idéias e vá para outro lugar.

Especula-se que esta medida foi tomada para que não se repita o que aconteceu com o DOTA, que foi um mod do Warcraft 3 que ficou tão popular que tomou vida própria. Na época, a Blizzard fez pouco caso, mas depois cresceu o olho quando viu que podia ter lucrado com isso, mas daí já era tarde demais para aproveitar a onda.

Ou seja, pela falta de visão de executivo bobalhão e mesquinho, os modders talentosos que não forem trouxas não vão perder tempo criando conteúdo para essas bicheiras da Blizzard. Em uma tacada só, não apenas geraram mais antipatia a uma empresa que já tava queimando o filme com força, como também inviabilizaram uma prática que dá sobrevida a praticamente qualquer jogo.

Vai ver,  acharam que este remake (ou remaster) do Warcraft 3 ia arrepiar a boca do balão e quiseram “botar ordem na casa”, mas como são tão incapazes quanto estúpidos, não aconteceu nem uma coisa nem outra: pra completar, este remaster foi a maior bomba, quem comprou tá tendo muita dificuldade para reaver o dinheiro e, ao que parece, eles estão banindo (sem dar motivo) contas de quem está ajudando a galera a fazer o refund.

Vi esta história num dos vídeos abaixo e fiquei perplexo. Só ví este tipo de descaso com os usuários no Facebook, onde eles literalmente não dão a mínima para quem sustenta a rede social do Fuckerberg. Faço a ressalva que essa história pode estar ainda mal contada, então, rola de esperar apurar direito, embora eu não duvide de nada:

Vídeos (fontes e com mais informações)

A seguir, o cara do canal The Quartering fala sobre este problema de refund e do cara que foi banido por ajudar quem se arrependeu de comprar essa bomba e queria pegar o dinheiro de volta. Em inglês:

Já o próximo vídeo, do mesmo cara, fala sobre o Warcraft 3: Reforged, falando que é uma desgraça, que tá cheio de bugs e tal. Em inglês:

Mais um vídeo do The Quartering, sendo que analisa se o Warcraft 3: Reforged é o jogo mais pessimamente recebido da Blizzard. Ele também fala sobre o problema da “propriedade” intelectual dos mapas/mods. Em inglês também:

Referências e últimas notícias

Observação: se você gostou deste post ou ele lhe foi útil de alguma forma, por favor considere apoiar financeiramente a Gaming Room. Fico feliz só de ajudar, mas a contribuição do visitante é muito importante para que este site continua existindo e para que eu possa continuar provendo este tipo de conteúdo e melhorar cada vez mais. Clique aqui e saiba como. Obrigado!

Deixe um comentário

Inscreva-se na nossa newsletter!