Trojan

27 de julho de 2020

Trojan, conhecido no Japão como Tatakai no Banka (闘いの挽歌), é um jogo de ação com temática pós-apocalíptica e rolagem lateral desenvolvido e lançado pela Capcom originalmente para os fliperamas em abril de 1986.

O Trojan foi posteriormente portado para outras plataformas, incluindo MS-DOS, e foi bem recebido pela crítica especializada na época, embora não tenha conseguido alcançar o sucesso ou deixar um legado como o Ghosts’n Goblins ou a série Mega Man, grandes nomes da Capcom já consagrados nos anos 80.

Vídeos

Acima, temos aqui o gameplay do antigo Trojan comentado e publicado pelo canal Defenestrando Jogos. O vídeo é bem descontraído sem deixar de ser informativo.

Já o vídeo anterior mostra a versão não lançada de ZX Spectrum do Trojan.

Enredo

Em um mundo devastado pela guerra nuclear, surge um caudilho chamado Achilles, quem usa o medo, seus capangas e o monopólio da violência para governar os sobreviventes do apocalipse com punho de ferro. Ou seja, um político comum.

Mas eis que, dos escombros da antiga civilização, surge Ryu, um mestre das artes marciais que não se curvará diante dos opressores. Empunhando sua espada e escudo, o herói enfrentará todos os inimigos até encarar e derrotar o tirano na batalha final.

Gameplay

Podendo ser jogado por até duas pessoas que alternam suas vezes, o Trojan inicia em uma cidade em ruínas, uma das seis fases das quais o game consiste. Nestas, você vai usar seu escudo e espada para atacar e se defender das tropas deste caudilho maligno. Cada uma destas fases tem dois chefões, um no meio e outro no fim. Alguns inimigos são tão poderosos que te matarão instantaneamente se você não conseguir bloquear seus ataques. Além disto, tem que correr contra o relógio também, o que dificulta ainda mais as coisas.

De forma similar a games como Kung-Fu Master, Rush’n Attack e Hokuto no Ken, o Trojan usa o direcional para cima para saltar em vez de um botão separado para tal ação, como em outros jogos do gênero. Além do direcional, tem um botão para atacar e outro para usar o escudo para defender-se de ataques de projéteis, mágicos ou corpo a corpo. O escudo pode ser levantado enquanto o herói está parado em pé ou agachado, e pode ser colocado também nas direções verticais e diagonais. Alguns dos inimigos que atiram magias podem desarmar o jogador caso ele defenda seu ataque com o escudo, tendo então que recorrer a socos e chutes, ativados pelos botões de atacar e saltar, neste caso. Depois de certo tempo, o escudo e espada aparecem de novo na tela.

A versão de NES/Famicom do Trojan conta com várias diferenças significativas no jogo, como novos power-ups e salas secretas, além de um modo versus onde dois jogadores competem um contra o outro em batalhas de melhor de três rounds, o que parece bastante com os jogos de luta que a Capcom viria a lançar posteriormente. Neste modo versus, jogador 1 controla o herói do game e o 2 um inimigo que conta com habilidades idênticas. O port contido no Capcom Classics Collection Vol. 1, por sua vez, permite definir um botão para saltar para não ter que usar apenas o direcional pra cima, mesmo sendo uma versão emulada da versão de arcade do Trojan.

Existem muitas semelhanças entre o Trojan e o Ghosts’n Goblins, tanto nos elementos gráficos quanto no gameplay. Tem também similaridades com outros jogos da Capcom da época, como notado no vídeo do Celso acima.

Curiosidades

  • Uma versão do ZX Spectrum do Trojan chegou a ser desenvolvida, mas nunca foi lançada. Um ROM deste port da coleção ZX Microdrive da Townsend chegou a vazar.
  • O título do jogo em japonês, “Tatakai no Banka”, pode ser traduzido em algo como “Réquiem para Batalha”.
  • A música do Trojan foi criada por Ayako Mori, quem trabalhou também em outros títulos da Capcom, como 1942 e Gun.Smoke.
  • A Alfa Records lançou uma edição limitada de um álbum com a trilha sonora do Trojan, em 25 de agosto de 1986 (Capcom Game Music – 28XA-94).

Ports

Como falei acima, o Trojan foi portado para outras plataformas, saindo em algumas delas como parte de coletâneas:

  • Famicom/NES 8-Bit (24 de dezembro de 1986), lançado como Tatakai no Banka;
  • MS-DOS (1986);
  • PlayChoice-10 (1987);
  • ZX Spectrum (desenvolvido em 1987, mas nunca lançado);
  • PlayStation 2 (2 de março de 2006), parte da Capcom Classics Collection;
  • PSP (7 de setembro de 2007), parte da Capcom Classics Collection;
  • PlayStation 3 (19 de fevereiro de 2013), parte da Capcom Arcade Cabinet;
  • XBox 360 (20 de fevereiro de 2013), parte da Capcom Arcade Cabinet;
  • Wii (31 de agosto de 2016).

Screenshots

As screenshots acima foram tiradas da versão de fliperama do Trojan e foram ampliadas.

Dados técnicos

  • CPU principal: Zilog Z80 (@ 6 Mhz);
  • CPU de som: (2x) Zilog Z80 (@ 4 Mhz);
  • Chipes de som: (2x) Yamaha YM2203 (@ 1.5 Mhz), OKI MSM5205 (@ 384 Khz);
  • Jogadores: 2;
  • Direcional: joystick de oito direções;
  • Botões: 2 (ataque e salto).

Veja também

Observação: se você gostou deste post ou ele lhe foi útil de alguma forma, por favor considere apoiar financeiramente a Gaming Room. Fico feliz só de ajudar, mas a contribuição do visitante é muito importante para que este site continua existindo e para que eu possa continuar provendo este tipo de conteúdo e melhorar cada vez mais. Clique aqui e saiba como. Obrigado!

Deixe um comentário

Inscreva-se na nossa newsletter!