Jornalista lacradora e esquisitona fala mal da Blizzard pelos motivos errados

6 de fevereiro de 2020

Jornalista lacradora e esquisitona fala mal da Blizzard não pelas péssimas decisões que essa uma vez fantástica firma tem tomado nos últimos anos, mas por uma coisa absolutamente inútil e irrelevante.

A jornalista “gamer” do Kotaku (onde mais?) deu o maior piti por causa de um skin novo para uma personagem feminina de Overwatch que consiste-se em um uniforme escolar.

Por algum motivo, ela viu maldade nisso e, portanto, quer dizer que a Blizzard é algum “-ista” desses aí.

Não vou detalhar o caso porque nem jogo Overwatch para saber os pormenores (prefiro Quake Champions), e, no fundo, é só mais do mesmo: dor de cotovelo de feiosa porque ninguém dá atenção pra ela. Seria só chover no molhado e hoje o tempo tá corrido, mas o vídeo da CENTRAL que segue abaixo comenta o caso, expõe a hipocrisia de gente dessa laia e explica melhor:

Note que não concordo com todas as opiniões expostas no vídeo acima, mas é engraçado e interessante o rage das pessoas normais diante das doideras que este povo que deveria estar internado num hospício quer impor ao mundo.

Também é fenomenal essa estratégia da Blizzard nos últimos anos: aliena os verdadeiros fãs enquanto tenta agradar lacrador que não apenas não vai comprar nada como ainda vai difamar a empresa… Stonks!

Ah, também não vou linkar o artigo da Kotaku porque não quero que ninguém pegue câncer lendo isso.

Últimas notícias

Observação: se você gostou deste post ou ele lhe foi útil de alguma forma, por favor considere apoiar financeiramente a Gaming Room. Fico feliz só de ajudar, mas a contribuição do visitante é muito importante para que este site continua existindo e para que eu possa continuar provendo este tipo de conteúdo e melhorar cada vez mais. Clique aqui e saiba como. Obrigado!

Deixe um comentário

Inscreva-se na nossa newsletter!