Operation Wolf

2 de julho de 2019

Operation Wolf (オペレーションウルフ) é um jogo de tiro estilo shooting gallery desenvolvido e lançado pela Taito em novembro de 1987, originalmente pros fliperamas.

O jogo tem temática parecida com alguns filmes do Chuck Norris, onde um soldado tem a missão de invadir as linhas inimigas para resgatar prisioneiros de guerra. Aliás, eu diria que o Operation Wolf seria algo como uma combinação dos dois Rambos do Master System: possuindo a temática do Rambo: First Blood Part II junto da jogabilidade e perspectiva do Rambo III.

Muito bem recebido pelo mercado e pela crítica, Operation Wolf ganhou ports para vários outros sistemas, como Amiga (1988), Amstrad CPC (1988 e 1989), Atari ST (1988), Commodore 64 (1988), MS-DOS (1989), FM Towns (1990), MSX (1988), NES/Famicom (1989), Master System (1990), TurboGrafx-16 (1990), Wii (2008) e ZX Spectrum (1988). Ele saiu como parte da coletânea Taito Legends (2005 e 2006), para XBox, PlayStation 2 e Windows; e também da Taito Memories II Gekan (2007), pro PlayStation 2.

Além destes ports, o jogo deu início a uma série, ganhando três sequências: o Operation Thunderbolt (1988), Operation Wolf 3 (1994) e Operation Tiger (1998).

Vídeo

Acima, temos o gameplay deste jogo antigo de fliperama em um vídeo feito pelo canal Defenestrando Jogos como parte da sua série Fliperama Nostálgico. É bem informativo e descontraído, como sempre.

Enredo

O oficial das Forças Especiais Roy Adams foi recrutado para a Operation Wolf (Operação Lobo) em uma tentativa desesperada de resgatar cinco prisioneiros de guerra que se encontram no território inimigo, devendo levá-los em segurança até o avião que pronto para os retirar da zona de conflito. Através de uma série de missões, Adams enfrentará uma variedade de inimigos, que variam entre soldados rasos, barcos de patrulha, helicópteros, ninjas e muito mais. Ele deverá também eliminar instalações inimigas diversas e salvar um vilarejo do jugo dos guerrilheiros no decorrer da missão.

Gameplay

Operation Wolf é, como dito acima, um jogo de shooting gallery com temática de guerra. Ele também pode ser classificado como um rail shooter, embora a tela só se mova na direção lateral, similar ao que acontece no Rambo III do Master System, Dynamite Duke e outros. O jogo contava originalmente com uma pistola light gun (e alguns de seus ports também ofereciam suporte), onde você basicamente segura a arma e atira em praticamente tudo que se move, mas tentando conservar munição e granadas.

A arma primária, a metralhadora, pode destruir qualquer alvo se ela alvejá-lo o suficiente. Já as granadas causam um grande dano em todas as unidades, amigas ou hostis, dentro de uma área maior na tela. O jogador pode também recolher munição, granadas e itens de cura na tela, atirando sobre estes pick-ups, além de uma metralhadora que tem uma taxa de tiro maior e munição infinita por alguns segundos.

O jogo é dividido entre seis fases, cada uma contando um pouco da história quando concluída. Por exemplo, após o estágio Jungle (Selva) ser concluído, Adams interroga um soldado inimigo e aprende a localização do campo de concentração onde os reféns estão sendo mantidos [1]. Chefões aparecem no final de algumas fases, e cada um tem uma fraqueza específica que você precisa explorar.

Operation Wolf apresenta um grande número de inimigos, alguns estarão atirando, outros lançarão granadas, facas e muito mais. Certos inimigos são blindados e exigem mais do que alguns tiros para ser destruídos, enquanto outros se esquivam. Pode-se atirar nas granadas e facas no ar, se o jogador mirar bem o suficiente. Há também civis correndo por aí que podem ser mortos, mas isto não é benéfico.

Uma vez que o game é completado, o jogador então retorna à primeira missão, mas com a dificuldade maior. Dá game over se a barra de dano se completar totalmente, se a munição e as granadas do jogador acabarem, se nenhum prisioneiro escapar do Campo de Concentração ou se nenhum embarcar no avião no Aeroporto.

Fases do Operation Wolf

Uma coisa interessante deste jogo é que, ao completar as missões em cada fase, isto terá um efeito sobre as outras. Na versão em inglês do jogo, não dá para escolher a sequência das fases, daí isto não fica tão óbvio, mas a japonesa permite escolher a ordem das quatro primeiras.

Fica mais ou menos assim:

  1. Communication Setup (Central de Comunicações) – Missão: Obstruir. Uma vez completada, o número de inimigos nas próximas fases diminui;
  2. Jungle (Selva) – Missão: Inteligência. Permite o jogador a ter acesso ao Campo de Concentração;
  3. Village (Vila) – Missão: Descansar. Se completada, permite recuperar uma boa quantidade de dano ao jogador, bem mais do que nas outras fases;
  4. Powder Magazine (Arsenal) – Missão: Munição. Completa a munição do jogador, com 9 pentes extras de balas e um carregado nas armas e até 8 granadas no total. Alguns chamam esta fase de Ammo Dump;
  5. Concentration Camp (Campo de Concentração) – Missão: Objetivo. O jogador tem que proteger todos os cinco reféns até que eles alcancem o aeroporto em segurança. Pelo menos um deve sobreviver para passar de fase;
  6. Airport (Aeroporto) – Missão: Escapar. O jogador tem que proteger os reféns até eles entrarem numa escotilha aberta no avião taxiando na pista. Ele terá também que encarar um helicóptero fortemente armado parecido com o Mil Mi-24 Hind. Se não completar a fase Powder Magazine ou a Village, vai aparecer dois destes helicópteros ou dois veículos blindados neste estágio.

Screenshots

As screenshots acima foram tiradas da versão de arcade do Operation Wolf e foram ampliadas. A resolução original é raster, 320 × 240 pixels (Horizontal), 8192 cores.

Curiosidades

  1. Diz-se que este foi um dos primeiros jogos a apresentar um enredo. Realmente, não me lembro de nenhum outro do gênero que tenha história, pelo menos não tão complexa como esta;
  2. A versão do Nintendinho do Operation Wolf apresenta finais diferentes dependendo de quantos reféns forem libertados;
  3. Mark Twitty detém o recorde oficial deste jogo com 212350 pontos;
  4. Existe um bootleg do game chamado Operation Bear;
  5. O codenome do John Rambo no Rambo II é Lobo Solitário (Lone Wolf). Será que Operação Lobo (Operation Wolf) é alguma referência a isto?
  6. A Pony Canyon/Scitron lançou uma edição limitada de um álbum com a OST do Operation Wolf (The Ninja Warriors: G.S.M. Taito 1 – D28B0001) no dia 21 de junho de 1998;
  7. A versão de fliperama do Operation Wolf aparece no livro 1001 Videogames que Você Precisa de Jogar Antes de Morrer (“1001 Video Games You Must Play Before You Die”), do Editor Geral Tony Mott;
  8. No dia 29 de abril de 89, o jogo foi colocado na infame lista alemã pelo BPjS, tendo portanto restrições legais naquele país;
  9. No PC: Se os modos de som Tandy/PCjr ou CMS/GameBlaster estiverem sendo usados, os efeitos sonoros do jogo são reproduzidos através do alto-falante interno (o PC Speaker) e a música através do hardware de som. No modo Adlib, tanto a música como os efeitos sonoros são reproduzidos através da placa de som.

Fontes e saiba mais

Deixe um comentário

  • Inscreva-se na nossa newsletter!

  • Nos siga nas redes sociais!

  • Páginas

  • Áreas especiais

  • eXTReMe Tracker
    Copyright © 2001 - 2019 Gaming Room - Powered by Facínora!