Como rodar mapas de Doom no Chex Quest

Procedimento simples e nada trabalhoso de como rodar mapas de Doom no Chex Quest e Chex Quest 3 sem que as texturas fiquem muito bagunçadas. Dá pra quebrar o galho relativamente bem.

27 de setembro de 2021

Neste artigo, dou uma simples e nada trabalhosa dica de como rodar mapas de Doom no Chex Quest e Chex Quest 3 sem que as texturas fiquem muito bagunçadas.

Apesar dos Chex Quest serem muito queridos e contarem com uma comunidade fiel mesmo tendo décadas de existência (inclusive ganhando um remake HD em 2020), não é tão fácil arrumar mapas para eles como é pro Doom/Doom II. Felizmente, dá pra quebrar o galho relativamente bem com o esquema que vou ilustrar aqui.

O Chex Quest é um FPS original de 1996 que surgiu em meio a uma fantástica campanha de marketing empreendida para impulsionar as vendas dos cereais Chex. Trata-se de uma conversão total e standalone licenciada do The Ultimate Doom feita pela Digital Café que usa o mesmo engine do clássico da id Software.

Entretanto, carregar mapas do Doom/The Ultimate Doom no Chex Quest normalmente pode ter resultados frustrantes. Além disso, apesar de alguns builds instáveis do Obsidian (até o momento) já apresentarem suporte para criar mapas aleatórios para os CQs, ainda falta melhorar bastante o resultado, na minha opinião. Também, se você for como eu, que gosta de misturar os jogos, já deve ter pensado em jogar uma fase de Doom com os monstros, músicas, armas e outros elementos do Chex Quest.

A boa notícia é que dá, não fica muito ruim e o procedimento não difícil: basta aproveitar que vários source ports do Doom contém as lumps (informações sobre monstros, armas etc.) do Chex Quest (por terem suporte a este game) e carregar um pacote de texturas compatível com Doom/The Ultimate Doom pra evitar que o visual do mapa fique extremamente bagunçado, como normalmente ficaria.

Veja como fica a seguir:

No vídeo acima, foi utilizado o PaintTextures, o qual é bem colorido e apresenta um ar de games antigos. Acho que combina bastante com o Chex Quest, mas você pode usar outro pacote. Também usei o IWAD do Chex Quest 3 e o GZDoom 4.6.1 para rodar esta partida, mas o ZDoom e seus derivados, como o LZDoom e Zandronum, são perfeitamente capazes disso também, mesmo em versões desatualizadas. O mapa foi o Cargo Plant, feito no Oblige 7.70 para o Doom 1.

Notas:

  • Mapas que usam apenas texturas próprias dispensam o uso de pacotes.
  • Os mapas devem ser compatíveis com o Doom/The Ultimate Doom.
  • Não sei dizer o que pode acontecer em fases que apresentem monstros, armas ou pick-ups próprios. Pode não fazer diferença em relação a jogar com o IWAD do Doom, virar um caos total ou até bugar.
  • Funciona com os IWADs do Chex Quest 1 e 3.
  • Vale observar é a questão do balanceamento. Lembre-se que os monstros do Chex Quest não dropam munição. Considere isso na hora de escolher um mapa.

Tendo isso em mente, agora temos uma virtualmente infinita variedade de mapas para ampliar a experiência de matar catarros ambulantes (digo, enviá-los de volta à sua dimensão), e recolher alimentos saudáveis.

Você vai ver que nem tudo fica perfeitinho, mas acho que este esquema ajuda bastante. Melhor que isso, só se alguém fizer um pacote de texturas do Chex Quest, né?

Alias, se você quiser experimentar este esquema com outros pacotes de textura, temos alguns abaixo:

Mais Chex Quest

Observação: se você gostou deste post ou ele lhe foi útil de alguma forma, por favor considere apoiar financeiramente a Gaming Room. Fico feliz só de ajudar, mas a contribuição do visitante é muito importante para que este site continua existindo e para que eu possa continuar provendo este tipo de conteúdo e melhorar cada vez mais. Clique aqui e saiba como. Obrigado!

Deixe um comentário

Inscreva-se na nossa newsletter!