Defenestrando Bare Knuckle III (1994)

Newsletter:

Visão geral

Estamos trazendo aqui hoje uma jogatina de quase 2 horas do Bare Knuckle III, a versão japonesa do Streets of Rage 3, do Mega Drive, para você ter algo decente para assistir no domingão.

O vídeo foi produzido, comentado e publicado pelo canal Defenestrando Jogos e mostra o game sendo totalmente detonado no nível mais elevado de dificuldade, embora tenha-se usado uma manha para ganhar mais vidas.

Streets of Rage 3, conhecido também como Bare Knuckle III (ベア・ナックルIII), é o terceiro jogo da icônica série de beat ’em ups da Sega, lançado originalmente a 17 de março de 1994 para o Mega Drive/Genesis.

O jogo apresenta várias melhorias em relação ao Streets of Rage original e Streets of Rage 2, como um enredo mais complexo, inclusão de diálogos, finais múltiplos, fases mais longas, um nível de dificuldade maior, cenários mais detalhados, suporte a controle de seis botões e gameplay mais acelerado. Entretanto, algumas destas diferenças acabaram por prejudicar a qualidade do jogo, como o Celso falou no vídeo. De fato, embora eu tenha jogado o SoR 3 na época, achava ele meio estranho e não tão divertido quanto os dois primeiros. Até a trilha sonora ficou muito esquisita.

Entretanto, a crítica especializada da época recebeu geralmente bem o Streets of Rage 3/Bare Knuckle III, e este beat ’em up acabou ganhando ports para outras plataformas, como PlayStation 2 (Sonic Gems Collection japonesa, 2005), Wii (2007), PlayStation 3 (Sonic’s Ultimate Genesis Collection, 2009), Xbox 360 (Sonic’s Ultimate Genesis Collection, 2009), iPhone (2011), Windows (2012), Linux (2018) e Macintosh (2018). 

Enredo

Depois de ter sido derrotado duas vezes, o líder do sindicato do crime Mr. X está de volta. Desta vez, através da RoboCy Corporation, uma firma de fachada para suas atividades ilegais, X contratou o melhor engenheiro robótico do mundo, Dr. Dahm, para criar um exército de andróides realistas para substituir importantes autoridades públicas. Desta forma, o bandido planeja administrar a cidade por controle remoto. Além disto, a sua organização criminosa, The Syndicate, colocou estrategicamente bombas em toda a cidade para distrair a polícia, enquanto os parasitas autoridades públicas estavam sendo substituídas.

Entretanto, Dr. Zan descobre para que serve realmente a pesquisa e contata Blaze Fielding com os detalhes do plano do The Syndicate. Blaze rapidamente entra em contato com seus antigos camaradas para formar uma força-tarefa para derrubar Mr. X de uma vez por todas.

Agora, apenas Axel, Blaze, Skate e o novato Dr. Zan podem por fim aos planos maquiavélicos de Mr. X.

Gameplay

Como nos jogos anteriores, Streets of Rage 3 é beat ’em up de rolagem horizontal onde até dois jogadores, podendo escolher entre os personagens Axel, Blaze, Skate e Dr. Zan, lutarão contra hordas de inimigos. Ao cumprir certas condições, dois personagens bônus, Shiva e Roo, podem ser usados. Na versão japonesa, ainda tem o Ash, que pode ser desbloqueado também.

Este beat ’em up tem uma quantidade considerável de golpes que podem ser especiais ou não. Alguns são ativados através de combinações, sendo que o controle de seis botões do Mega Drive facilita a execução de alguns deles, em especial os especiais. Além disto, vários outros ajustes foram feitos na jogabilidade em relação ao Streets of Rage 2

Agora, todos os protagonistas podem correr, e não apenas Skate, bem como rolar na vertical para se esquivar. Ataques blitz (duas frentes pro lado + ataque) podem receber upgrades através de partidas sucessivas, e um medidor recarregável permite que os jogadores realizem um ataque especial sem perder a saúde quando estiver cheio.

Em Streets of Rage 3, as armas podem ser usadas um número determinado de vezes antes de quebrarem, sendo que algumas delas também ganharam ataques especiais que podem ser executados da mesma maneira que os ataques blitz. Dr. Zan, um ciborgue que parece uma mistura de Shang Tsung com Seu Madruga, converte automaticamente todas as armas apanhadas em uma bola de energia, enquanto os personagens secretos ​​não conseguem segurar armas.

Como é comum na série, as fases do SoR 3 apresentam armadilhas, como poços sem fundo. Além disto, pode se tomar rotas alternativas, dependendo de determinadas ações, como se os jogadores conseguirem limpar limpar uma sala de inimigos antes que um personagem não jogável seja morto por gás venenoso. A IA inimiga também foi incrementada para que mais inimigos possam pegar em armas, bloquear ataques, empregar ataques cooperativos e até roubar itens de recuperar saúde.

Além de enfrentarem na porrada Mr. X e seus capangas, os jogadores podem também escolher lutar um contra os outros, no Battle Mode, que continua presente. Isto garante valor de replay, junto, é claro, aos finais diferentes e personagens secretos.

Curiosidades

  • Quando a revista britânica Mean Machines Sega revisou o jogo em 1994, seu editor de arte fez uma capa com Zan e Blaze em pé na frente do prédio. A Sega Europe acabou comprando os direitos do trabalho artístico para usá-lo na capa do lançamento do Reino Unido/Europa;
  • De acordo com várias screenshots tiradas antes do lançamento, havia originalmente uma parte do jogo onde os jogadores usavam motos, mas esta foi obviamente removida na versão final;
  • Na versão japonesa, Bare Knuckle III, o personagem secreto Ash, o pederasta, é desbloqueado após ser derrotado no Round 1. Apesar de ter poucos ataques e não poder usar armas, ele é muito rápido e forte. Ash também pode ser desbloqueado na versão americana usando o Game Genie;
  • Existe um patch de tradução não oficial disponível para o Bare Knucles III do Mega Drive que permite jogar o game em inglês, mas sem as modificações do conteúdo da localização oficial deste beat ’em up;
  • O atualmente em desenvolvimento Streets of Rage 4 é uma sequência direta deste jogo;
  • A linda Blaze é bastante baseada em uma personagem feminina do Flashgal, um jogo de fliperama de 1985 da Sega.

Diferenças entre as versões americana e Pal

O lançamento ocidental do jogo apresenta gráficos e efeitos sonoros alterados e uma maior dificuldade em comparação com a versão japonesa. Além disto,

  • uma parte da introdução e uma foto no final ruim foram cortadas;
  • todos os personagens exceto Zan tem roupas levemente diferentes;
  • todas as inimigas tem mais roupas;
  • o chefe de policia (ou general no original) não tem mais barba;
  • o chefão Ash foi substituído por Sheeva (um personagem do jogo anterior) e o chefão Break foi renomeado para Axel;
  • na primeira fase do original, tem um buraco no muro em um lugar. Esta parte foi completamente removida.

Mais Streets of Rage


Vídeo adicionado em: 5 de janeiro de 2020

Categorias: Luta, Vídeos

Tags: , , , , , ,

Autor/canal: Defenestrando Jogos

Acessado: 8 vezes.

Link deste Vídeo:


Dicas, gameplay ou detonado do Defenestrando Bare Knuckle III (1994)

Deixe um comentário

eXTReMe Tracker
Copyright © 2001 - 2020 Gaming Room - Powered by Facínora!