Marvel Infinity War

Marvel Infinity War é um fangame de luta estilo beat 'em up que adapta A Manopla do Infinito e A Guerra Infinita, algumas das HQs mais aclamadas do escritor Jim Starlin. Traz nada menos que 90 personagens jogáveis.

4 de fevereiro de 2022

Marvel Infinity War é um beat ’em up desenvolvido pelo ZVitor que traz nada menos que 90 personagens jogáveis da Marvel, sem contar suas variações e os inúmeros NPCs que ajudam o jogador. Foi lançado originalmente em janeiro de 2022.

Disponível para Windows e Android, este fangame gratuito apresenta um agradável estilo retrô bem característicos de consoles 16-bit e recursos e elementos portados e/ou adaptados de clássicos dos fliperamas. Além disto, vem com remakes de outros beat ’em ups, inclusive clássicos.

Quanto ao enredo, o Marvel Infinity War adapta A Manopla do Infinito (1991) e A Guerra Infinita (1992), algumas das HQs mais aclamadas do escritor americano Jim Starlin. Vale frisar que está tudo mais bem feito do que o que já se espera de um jogo do ZVitor, desde a jogabilidade até animações e gráficos. Acho que ele se superou nessa.

Vídeos

Acima, temos o trailer oficial do Marvel Infinity War. Ficou muito bacana, de boa mesmo.

A seguir, temos um vídeo que mostra o que tem de novo no Marvel Infinity War 3.0.

Gameplay

O Marvel Infinity War é um jogo de luta tipo beat”em up com rolagem lateral, movimentação em 8 direções e o gameplay orientado para a fórmula clássica dos arcades, embora com algumas modernizações, mais notadamente o sistema de golpes especiais e NPCs que podem aparecer para ajudar os jogadores.

No início de uma partida no modo história, se tem acesso a um rol limitado de heróis, mas, na medida em que se avança, vai liberando outros vários personagens jogáveis da Marvel. Dentre outros heróis, tem os X-Men, Quarteto Fantástico, Vingadores, Guardiões da Galáxia e o Justiceiro, sem contar os vilões.

O game segue a linha dos jogos do ZVitor, com o core da jogabilidade parecendo com Streets of Rage, mas senti uma puxada grande pros beat ’em ups da Capcom, principalmente na questão dos dashes e de arremessar inimigos. Outra coisa bem comum também no ZVitor é adaptar golpes de jogos de luta competitiva, como Marvel Super Heroes ou X-Men Children of the Atom, para o beat ’em up. É notável isso em vários personagens.

Os comandos parecem ser iguais para todos os personagens, mas os golpes são diferentes não apenas em questão cosmética. Além disso, alguns demonstram sensivelmente diferença de stats pros outros; por exemplo, o Homem-Aranha é bem mais ágil que a média, enquanto a Jean, quando está à beira da morte, assume sua forma de Fênix.

O nível de dificuldade não é nada casual, exigindo que o jogador erre muito pouco e faça uma estratégia consciente para encarar as partidas, algo também muito com nos títulos do ZVitor. Os controles respondem muito bem e dá pra combar no ar (mas não tanto como no Final Fight LNS Ultimate).

Geralmente não spawnam armas coletáveis, mas já consegui pelo menos pegar um rifle com o Justiceiro. Pick-ups de energia e especial que dropam dos inimigos são os mais comuns, mas, eventualmente, tem também dinheiro, kit de primeiros socorros etc.

NPCs podem surgir nos mapas pra ajudar ou quando chamados com um pick-up original. Alguns ficam em combate mais tempo, como se fosse um segundo jogador controlado pela CPU, enquanto outros aparecem rapidinho, dão umas porradas e metem o pé, como se fossem os ajudantes do Marvel vs. Capcom.

Modos de jogo

O Marvel Infinity War conta com multiplayer local cooperativo para até quatro jogadores e dez modos de game:

  • Story: Infinity War;
  • Prologue: First Alliance;
  • Training Room;
  • Boss Rush;
  • Replay Mode;
  • [Remake] Marvel War of Gems;
  • [Remake] Captain America and the Avengers;
  • [Remake] Spiderman Maximum Carnage;
  • [Remake] X-Men Mutant Apocalypse;
  • [Remake] The Punisher.

Alguns modos são remakes de fangames ou de jogos clássicos do gênero, como dito acima. O destaque pra mim é o The Punisher, que é uma recriação do beat ’em up de mesmo nome de 93 da Capcom. Não é um remake 1:1 do original, mas é interessante por trazer as modificações e elementos de gameplay do Marvel Infinity Wars, o que inclui os 90 personagens jogáveis. Ou seja, você pode visitar o clássico não necessariamente com o Punisher ou o Nick Fury.

Curiosidades

  • O Marvel Infinity War foi desenvolvido sobre o OpenBOR.
  • Originalmente, este game era pra ser chamado Marvel First Alliance 3, mas o ZVitor muita reclamação dizendo que o título do Marvel First Alliance 2 já não fazia sentido (por causa do “first” e do “2”), então ele mudou o nome. Mas acho que podemos dizer com uma boa segurança que o Marvel Infinity War é mais uma sequência do Marvel First Alliance sim.
  • Durante a tela de carregamento do game, além de algumas dicas, é exibida na tela a frase “Jack Kirby > Stan Lee”.
  • O Marvel Infinity War foi construído usando uma série de recursos/assets de outros games antigos visíveis pelos cenários, como Street Fighter II, Cadillacs and Dinosaurs, Streets of Rage II, The Punisher etc. Vários destes recursos foram adaptados pra deixar tudo num estilo consistente e harmonioso, uma das marcas registradas do ZVitor.
  • O estilo gráfico do Marvel Infinity War me lembrou um pouco o do Street Fighter Z, outro jogo do mesmo desenvolvedor, como se fosse um jogo de fliperama portado para o Super Nintendo ou Mega Drive.

Screenshots

Mais informações e luta com super-heróis

autor, site, canal ou publisher ZVitor tamanho 296 MB licençaFreeware sistemas operacionais compativeisWindows download link Download

Observação: se você gostou deste post ou ele lhe foi útil de alguma forma, por favor considere apoiar financeiramente a Gaming Room. Fico feliz só de ajudar, mas a contribuição do visitante é muito importante para que este site continua existindo e para que eu possa continuar provendo este tipo de conteúdo e melhorar cada vez mais. Clique aqui e saiba como. Obrigado!

Deixe um comentário

Inscreva-se na nossa newsletter!