Spear of Destiny

23 de setembro de 2019

Spear of Destiny é um jogo de tiro em primeira pessoa desenvolvido pela id Software e lançado originalmente pela FormGen para MS-DOS, em 18 de setembro de 1992. Em Spear of Destiny, o jogador deve recuperar a Lança de São Longuinho, artefato roubado e escondido por Hitler numa fortaleza nazista cheia de soldados inimigos e abominações profanas.

Os eventos deste antigo shooter se passam cronologicamente antes do Wolfenstein 3D, embora este game tenha sido lançado primeiro, sendo o SoD, portanto, um prequel deste grande clássico. Além disto, o Spear of Destiny usa o mesmos engine e recursos do Wolfenstein 3D, embora apresente alguns novos gráficos, sons e inimigos.

O Spear of Destiny foi geralmente bem recebido pela crítica especializada e, além de sair para PC, foi portado para um grande número de plataformas, como o Jaguar, Mac OS, iOS, 3DO, Linux, Xbox, Xbox 360, PlayStation 3, HTML5, Super Nintendo, Game Boy Advance, Android, Acorn Archimedes e Apple IIGS. Isto, junto com o fato de terem saído duas continuações posteriormente, me leva a crer que o SoD foi um sucesso de mercado também, pois não justificaria tanto investimento de outra forma.

Embora o Spear of Destiny deixe um pouco a desejar em termos de mapeamento em relação ao Wolfenstein 3D (tem horas que parece que foi feito meio na pressa), este jogo ocupa um espaço especial pra nós da Gaming Room. O SoD foi o primeiro contato que tive com o gênero FPS e com a id Software, o que me abriu as portas para um tanto de jogos fantásticos, incluindo o Doom, o melhor de todos os tempos. Não é à toa que o Spear of Destiny é um dos nossos Hall of Famers originais.

Vídeo

No 27º episódio da Velharia, nossa série de jogos antigos, gravei uma partida no Spear of Destiny em comemoração aos 27 anos deste jogo, fazendo alguns comentários e repassando algumas informações deste prequel do clássico Wolfenstein 3D. Note que devia ter uns 20 anos que eu não jogava este FPS… Hehehe!

Enredo

Durante a Segunda Guerra Mundial, em meio à Blitzkrieg, a Lança do Destino foi roubada de Versalhes pelos nazistas e levada para o inexpugnável Castelo Wolfenstein. Também conhecida como Lança de São Longuinho, este artefato foi usado durante a Crucificação para perfurar o lado de Nosso Senhor, de onde “imediatamente, saiu sangue e água” (Jo 19,34). Segundo a lenda, quem possuir esta Lança não poderia jamais ser derrotado. Com ela escondida em sua fortaleza, Hitler acredita ser invencível, enquanto seu exército de destruição varre a Europa.

É neste cenário de caos e destruição que o valente e casca-grossa espião aliado William “B.J.” Blazkowicz (avô de Billy Blaze e bisavô do Doomguy) tem como missão recuperar a Lança de São Longuinho das mãos do tirano socialista desequilibrado, com a esperança de que a perda de sua arma mais cobiçada o empurre ainda mais para o limite, e para guardá-la em um lugar seguro para que não fosse mais utilizada para o mal.

Em busca da Lança do Destino, Blazkowicz deve se infiltrar em uma fortaleza extremamente protegida e cheia de soldados inimigos, chefões enormes e armados até os dentes e horrores frutos de experiências que combinam ocultismo e tecnologia secreta nazista.

Em sua busca para recuperar a lança, você encontrará desafios emocionantes e perigosos, portas secretas para passagens escondidas, mutantes horríveis e poderosos “chefes” semelhantes a monstros. Tudo isso no meio do enorme poder de fogo de soldados inimigos bem treinados através do castelo! Veja se você tem o “material certo” para cumprir a missão mais perigosa da guerra.

Gameplay

O Spear of Destiny é um FPS que não tem muita diferença em termos de gameplay em relação ao Wolfenstein 3D original, onde o jogador vai iniciar com 3 vidas, 100% de health (saúde), uma pistola, 8 balas e uma faca, podendo recolher outras armas, como uma MP40 e uma chaingun (na versão original de MS-DOS), e irá enfrentar variados soldados nazistas, zumbis mutantes, dobermanns treinados para matar e chefões. Além destes tipos de inimigos, tem também o que parecem ser uns fantasmas de alguma espécie e um demônio na última fase do SoD.

O jogador pode recolher munição, itens que recuperam saúde, tesouros que garantem pontos de bônus e vidinhas para o Blazkowicz. O jogador pode ganhar também vidas extras quando atinge uma certa quantidade de pontos, os quais podem ser obtidos não só a cada nazista abatido, mas também ao passar de fase, caso tenha-se matado todos seus inimigos, encontrado suas áreas secretas, recolhido todo o tesouro ou que a mesma seja completada antes de um determinado tempo (par time). Estes dados aparecem na telas de intermissão exibidas entre os mapas.

Toda vez que sofre ataques, B.J. perde saúde. Quando sua saúde chega a 0, ele perde uma vida, e, quando o número de vidas fica abaixo de 0, é game over. Quando se perde uma vida, o jogador volta pro início da fase atual com apenas a pistola, faquinha e 8 balas.

O Spear of Destiny contém 21 fases, sendo duas secretas. Ao contrário do que acontece no Wolf3D, o progresso nelas é direto, não apresentando aquela separação por episódios. Em alguns mapas, o jogador vai ter que encarar chefões, os quais são maiores que os inimigos comuns, tem mais energia e poder de ataque maior. As fases do SoD são:

  1. Tunnels 1;
  2. Tunnels 2;
  3. Tunnels 3;
  4. Tunnels ;
  5. Tunnel Boss – Chefão: Trans Grosse;
  6. Dungeons 1;
  7. Dungeons 2;
  8. Dungeons 3;
  9. Dungeons 4;
  10. Dungeon Boss – Chefão: Barnacle Wilhelm;
  11. Castle 1;
  12. Castle 2;
  13. Castle 3;
  14. Castle 4;
  15. Castle 5;
  16. Castle Boss – Chefão: Übermutant;
  17. Ramparts;
  18. Ramparts Boss – Chefão: Death Knight;
  19. Secret 1 – Mapa secreto acessível pelo Tunnels 4;
  20. Secret 2 – Mapa secreto acessível pelo Castle 2;
  21. The Death Dimension – Chefão: Angel of Death;

Pacotes de missões

Existem duas missões oficiais lançadas pela FormGen Corporation em maio de 1994, chamadas Mission 2: Return to Danger e Mission 3: Ultimate Challenge, as quais são conhecidas como “lost episodes”, ou “episódios perdidos”. Ambas são constituídos de 21 níveis, num esquema semelhante ao do Spear of Destiny original, embora contem com novos gráficos e sons.

Também foi lançada, no final de 1994, uma versão em CD chamada Spear of Destiny Super CD Package, a qual continha o Spear of Destiny, Return to Danger, Ultimate Challenge e um gerador de fases aleatórias.

Diferenças entre os Lost Episodes e o Spear of Destiny

  • Todos os inimigos dos episódios perdidos têm exatamente o mesmo comportamento dos originais que eles substituem. Isto é devido ao fato de que as únicas alterações permitidas no engine eram cosméticas. Isto implicou em até o Morcego ter as características do Mutante original, o que pode parecer meio estranho;
  • As armas também funcionam exatamente igual, só tem gráficos e sons diferentes;
  • As novas frases em alemão dos guardas foram criadas com o intuito de ser mais realistas do que antes;
  • O tesouro é substituído por vários tipos de componentes de armas;
  • O mesmo padrão de 21 níveis é seguido, incluindo as fases secretas e o transporte para uma dimensão sobrenatural;
  • Os textos nos níveis dos chefões é idêntico aos do jogo original, listando o chefe substituído e não o novo (por exemplo, na tela final, o Submarine Willy é chamado Trans Grosse);
  • Os tempos de paridade (par times) não são alterados em cada fase, sejam eles adequados ou não à duração real do nível;
  • As demos usam os mesmos dados de movimento registrados das demos do Spear of Destiny, mas, como os novos mapas tem layouts diferentes, o jogador da demo acaba ficando preso na fase.

Curiosidades

  • Quando você responde incorretamente muitas vezes na tela de proteção contra cópia, uma das coisas que o jogo faz é chamá-lo de pirata. No entanto, se você digitar uma determinada palavra para ignorar a verificação de documento, ela produzirá a mensagem “Saudações Professor Falken, você gostaria de jogar Spear of Destiny?”, o que é uma referência ao filme War Games (1983);
  • Se não me engano, enquanto John Carmack fazia umas experiências com um engine gráfico mais poderoso que iria se tornar a base do Doom, o resto da equipe da id Software trabalhava no SoD, e o jogo levou apenas dois meses para ficar pronto. Achei esta estratégia de aproveitar e dar uma sobrevida ao que de bom já foi feito, mas sem descuidar da busca por inovações, algo muito legal;
  • O Spear of Destiny foi lançado no iPhone como um update grátis do Wolfenstein 3D desta plataforma no dia 28 de outubro de 2009;
  • A 31 de março de 1999, o Spear of Destiny foi indexado no infame BPjS alemão. É uma frescura deles lá;
  • Além do BPjS, o Spear of Destiny viola (ou violava) o §86a do código penal da Alemanha, por usar características de organizações inconstitucionais (suásticas e outras parafernálias nazistas). Portanto, é ilegal produzir, distribuir, importar, exportar e jogá-lo em público. Isso não significa que é ilegal apenas possuir o game;
  • Quando você zera o jogo, aparece uma tela que parece uma tela de título secundária. Não sei se foi uma arte descartada ou algo assim, mas você pode vê-la aqui.
  • Spear of Destiny é inspirado de verdade na lança que foi usada na Crucificação para ferir o lado de Cristo, como dito acima. Com o passar do tempo, a Lança de São Longuinho foi objeto de muitas lendas, antigas e modernas. A história do jogo tem mais coisas em comum com as modernas, especialmente a detalhada no livro The Spear of Destiny (1973) de Trevor Ravenscroft. Nesta obra, a posse da lança traria ao seu dono o poder de conquistar o mundo, mas perdê-lo significaria a morte imediata. A relíquia fora possuída por uma sucessão de poderosos governantes europeus ao longo dos séculos e acabou em posse da dinastia Habsburgo. Hitler a roubou a Lança do Destino do tesouro de Habsburgo no Hofmuseum em Viena, quando conquistou a Áustria, em 1938. Ela caiu nas mãos dos americanos em 1945, e diz-se que, mais tarde naquele dia, Hitler cometeu suicídio, cumprindo-se assim a lenda.

Screenshots

As screenshots acima foram tiradas da versão de MS-DOS do Spear of Destiny.

Compatibilidade e download

A versão que temos para download é a original de MS-DOS do GOG, mas ela já vem configurada para rodar no Windows, utilizando o DOSBox. Basta você instalar e clicar duas vezes sobre o ícone como se fosse um programa qualquer, ou usar no ECWolf, um port avançado compatível com jogos que usam o engine do Wolf3D que já detecta as instalações do GOG automaticamente.

Esta versão é paga, mas vale a pena tirar o escorpião do bolso e comprá-la, pois, além dela vir já no jeito pra jogar de boa, ainda vem não apenas com as missões perdidas citadas acima (Return to Danger e Ultimate Challenge) e uns outros games de bônus (The Elder Scrolls: Arena e The Elder Scrolls Chapter II: Daggerfall), como também o próprio Wolfenstein 3D original.

Mais Wolfenstein

site ou autor do arquivo id Software tamanho do arquivo 14,1 MB sistemas operacionais compativeisWindows 7/8/10 download link Download

Deixe um comentário

  • Inscreva-se na nossa newsletter!

  • Nos siga nas redes sociais!

  • Páginas

  • Áreas especiais

  • eXTReMe Tracker
    Copyright © 2001 - 2019 Gaming Room - Powered by Facínora!