Chex Quest

3 de Fevereiro de 2017
Chex Quest

Chex Quest é um jogo de tiro em primeira pessoa desenvolvido e lançado em 1996 pela Digital Café, como uma jogada publicitária para promover o cereal Chex. É interessante notar que é uma conversão total do Ultimate Doom (ou seja, é também um mod) só que sem a temática violenta, visto que o cereal tinha como mercado alvo crianças a partir de 6 anos de idade.

É também o primeiro game que foi incluído em uma caixa de cereais como prêmio. Aqui, no Brasil, não é muito comum colocarem brindes nas caixas de Sucrilhos, por exemplo. Entretanto, não é incomum ver isso em filmes ou desenhos americanos etc.

A campanha publicitária deu mais do que certo, aumentando a venda do cereal em mais de 200%, mesmo trocando os zumbis e demônios do Doom por monstrinhos gelatinosos que, ao invés de serem mortos, são enviados de volta para a sua dimensão quando são abatidos. As armas, texturas, músicas, sons e outros recursos também foram alterados, a fim de combinarem com a temática do game. Inclusive, Chex Quest ganhou dois prêmios de publicidade, o Golden EFFIE Award for Advertising Effectiveness, em 1996, e o Golden Reggie Award for Promotional Achievement, em 1998.

Mesmo depois de mais de 20 anos, o Chex Quest ainda mantém uma comunidade de fãs (que provavelmente não tem mais seis anos de idade), ganhando status de “cult”. A fanbase do game, composta de muitos fãs do Doom também, ainda produz arte baseada no game, novos WADs (mods), até sequências inteiras para o Chex Quest, além de outros projetos.

Vídeos

O nosso décimo segundo Velharia, uma série de episódios a respeito de jogos antigos do nosso canal, apresentou e cobriu o Chex Quest, com o Facínora narrando e jogando este divertido e colorido FPS:

E o décimo terceiro Velharia é um playthrough comentado do Chex Quest, aproveitando que o game é curtinho e tranquilo de jogar:

Por fim, o vídeo abaixo mostra a BGM da primeira fase do Chex Quest, que é muito legal e bem ao estilo dos games da época:

Enredo

Considerando que é um FPS que descende do Doom (conhecido pela história praticamente nula), destinado à crianças e com uma temática tão amena, o enredo é deliciosamente rico:

Chex Quest começa em uma reunião de emergência dos membros da Federação Intergaláctica de Cereais. Nela, é comunicado que um vulcão explodiu na superfície de Bazoik, um pacífico planeta de mineração reconhecido por seus produtos nutritivos de qualidade. O Esquadrão Chex capturou fragmentos da explosão e descobriu que continham estranhas e viscosas larvas de uma criatura de outra dimensão. Quando expostas a substâncias nutricionais, essas larvas crescem abruptamente em criaturas enormes e viscosas, com a capacidade de lançar lodo de várias maneiras de seus corpos, como arma. Ainda mais preocupante, as comunicações com Bazoik foram interrompidas, sem a Federação poder comunicar com ninguém.

Felizmente, os cientistas da Federação encontraram uma maneira de combater a ameaça. Embora as armas comuns não tenham efeito algum sobre as gosmas invasoras, eles poderiam enviar as gosmas invasoras de volta para a sua dimensão, modificando as zorchers, as principais armas da Federação.
O Chex Warrior do Chex Squadron, um soldado humano vestido uma armadura no formato do cereal Chex, é o voluntário para erradicar Bazoik dos Flemoids, como ficaram conhecidas estas criaturas verdes, invertebradas e gosmentas, que infestaram o planeta e escravizaram vários colonos humanos.

Chex Warrior chega na plataforma de pouso do centro de pesquisas de Bazoik, de onde vai seguir para o laboratório, o arboreto e, finalmente, as cavernas subterraneas do planeta, onde os Flemoids criaram sua colônia.

Gameplay

Sendo baseado, originalmente, na engine do Doom, Chex Quest é substancialmente idêntico ao Ultimate Doom, em termos de gameplay. O jogo de tiro em primeira pessoa tem o personagem caminhando em ambientes semi-tridimensionais enquanto os inimigos tentam atacá-lo, atirando muco nele e o imobilizando. Pelo caminho, power-ups, armas e munições, tudo num estilo de cereal, podem ser recolhidos e utilizados.

O número de fases é uma das poucas diferenças notáveis, além dos gráficos e sons, é claro. Tem apenas cinco fases. Outra diferença é que os inimigos fracos, exceto um, não tem ataque a longa distância enquanto o chefão não de movimenta.

Desenvolvimento

A equipe que desenvolveu o Chex Quest tinha como orçamento 500.000 dólares, produzindo um jogo que teria valor entre 30 e 35 dólares, na época. Entretanto, o game foi incluído nas caixas de cereal Chex (Rice Chex, Wheat Chex e Corn Chex) sem aumentar o preço das mesmas. A licença para usar a engine do Doom no desenvolvimento do Chex Quest foi adquirida bem barata, visto que já era obsoleta na época (o Quake já tinha sido lançado).

É interessante citar também que dois dos criadores do game, Charles Jacobi e Scott Holman, seu artista chefe e programador, respectivamente, eram modders de Doom. Ferramentas comuns nesta prática, como o Doombuilder, foram utilizadas para desenvolver o Chex Quest.

Jacobi declarou que uma das razões para que o game tivesse tanto sucesso, sendo jogado até hoje, é o fato de ser uma versão disfarçada do Doom, com a dinâmica do game basicamente igual. O senso de humor a respeito das suas origens, como a substituições dos corpos ensanguentados, por cereal coberto de gosma e os torsos agonizando de seres humanos, por cereais tentando sair da gosma, somado à atmosfera colorida e agradável do game também são, certamente, os motivos do seu sucesso.

Screenshots

Sequências

O Chex Quest teve duas sequências, o Chex Quest 2: Flemoids Take Chextropolis, e o Chex Quest 3.

O primeiro foi lançado em 1997 como um add-on do original e distribuído gratuitamente no site oficial do game, por um tempo limitado. Manteve o mesmo gameplay e estilo de enredo do primeiro.

Já o Chex Quest 3, depois de muita confusão, foi criado e lançado pelo próprio Charles Jacobi, em 2008. O game, distribuído gratuitamente, contém versões ligeiramente atualizadas das fases do Chex Quest 1 e 2, que viraram episódios no Chex Quest 3. O terceiro episódio são cinco fases novas.

Obtenha mais informações e baixe o Chex Quest 3 aqui!

Compatibilidade

Como dissemos, o Chex Quest original é uma conversão total do Ultimate Doom. Como o jogo original, era compatível com o MS-DOS. Ou seja, você pode usar o DOSBox para rodar o game no seu sistema operacional moderno.

Entretanto, ele também pode ser jogado com as engines (ou ports) avançadas de Doom, como o ZDoom, GZDoom ou Zandronum. Basta configurá-las para usar o IWAD do Chex Quest, o arquivo chex.wad.

O Chocolate Doom também promete rodar o Chex Quest de boa, mas não deu tempo de testar ainda.

Mais sobre Chex Quest

site ou autor do arquivo Digital Café tamanho do arquivo 26,3MB licencaFreeware sistemas operacionais compativeisMS-DOS Download

Deixe um comentário

  • Seja social e nos siga!

           
  • Páginas

  • Tags Especiais

  • Categorias

  • Parceiros

  • eXTReMe Tracker
    Copyright © 2001 - 2017 Gaming Room. Todos os Direitos Reservados - É expressamente proibida a reprodução total ou parcial deste site sem o consentimento dos autores.