Bud Spencer & Terence Hill – Slaps and Beans

30 de novembro de 2018

Bud Spencer & Terence Hill – Slaps and Beans é um jogo de luta baseado nos filmes de Bud Spencer e Terence Hill, mais conhecidos aqui no Brasil como Trinity [1], desenvolvido pela Trinity Team e lançado pela Buddy Productions em 15 de dezembro de 2017 no Steam. Trata-se de um beat ’em up com estilo retrô indie que combina jogabilidade de títulos do gênero do arcade com gráficos de jogos antigos de PC e que pode ser jogado por até duas pessoas no mesmo teclado.

O Slaps and Beans saiu inicialmente para Windows, Mac e SteamOS + Linux no Steam, mas depois ganhou ports (ou foi disponibilizado) também para o PlayStation 4, Switch e XBox One.

Enredo

Era para ser mais um trabalho comum para ganhar uma graninha, mas não seriam Bud e Terence se tudo acontecesse de acordo com o planejado. O dinheiro sumiu, a linda garota foi sequestrada e um monte de vilões aparecem com más intenções.

Vídeos

Acima, temos um review feito no improviso com as minhas primeiras impressões a respeito deste beat ’em up. É também o 14º episódio da nossa Fan Gaming Room., nossa série de vídeos a respeito de fangames e jogos independentes. Aliás, acho que o Slaps and Beans é as duas coisas…

O vídeo anterior é um jukebox com a trilha sonora oficial do jogo feito pelo INCA-Channel. Como tive que tirar a música no outro por causa de copyright, você pode dar uma curiada nela aqui.

Exibir spoiler: Mais vídeos

Gameplay

O game é, na maioria do tempo, um beat ’em up de rolagem lateral que pode ser jogado por uma ou duas pessoas de modo cooperativo, onde sempre tem os dois heróis na tela dando porrada nos inimigos, mesmo que um seja controlado pelo CPU. Nestas partes, os controles consistem em um direcional que se move em oito direções e 5 botões: ataque forte (que depende do medidor azul), ataque fraco, defesa, corrida e o que recolhe (itens ou inimigos) e interage. Dá para fazer uma combinação de golpes até certo nível, inclusive com os dois heróis batendo no mesmo inimigo ao mesmo tempo.

Eventualmente, o Slaps and Beans muda o gameplay com minigames que podem fugir totalmente do esquema beat ’em up, podendo variar desde simplesmente apertar os botões rapidamente ou acertar tiros nas horas certas até guiar um buggy em uma corrida top-down em uma pista extremamente derrapante ou um concurso de beber cerveja e comer salsicha.

Os inimigos variam bastante em aparência, mas não muito em comportamento. Tem sempre os capangas magrelões padrão que podem vir acompanhados ou não de uns gordões, bombados ou chefões em determinadas partes.

O Slaps and Beans tem 13 fases e começa no Velho Oeste, passando depois vai para outros cenários, como um estúdio de cinema, uma cidade dos anos 50, selva, numa fábrica, porto etc. Estas fases são subdivididas e, entre os grupos de inimigos que devem ser derrotados em cada tela, podem aparecer os minigames ou quebra-cabeças para os jogadores vencerem ou resolverem.

Review do Facínora

O Slaps and Beans é tem a jogabilidade muito boa, animações fluídas que lembram dos filmes, gráficos agradáveis que me lembram clássicos adventures do PC, uma boa dose de humor e uma trilha sonora interessante que remete aos filmes de faroeste espaguete. Entretanto, achei que peca em algumas coisas: controles, que respondem muito bem, mas são meio confusos pra configurar e jogar; muitos minigames que quebram o ritmo das partidas; e umas cenas de conversa que não chegam a ser cutscenes, mas não tem como pular.

Quanto aos controles, seria melhor adotar um esquema mais simples, similar aos beat ’em ups clássicos da Capcom, onde dois ou três botões bastam. É bobagem usar um separado para correr e outro para recolher pick-ups, como no caso do Slaps and Beans. Bastava usar o direcional duas vezes para correr e o de ataque simples para bater, recolher e arremessar, mesmo que perdesse um pouco o dinamismo das partidas. Outra coisa que é paia demais também é que, como na parte da corrida de bugres, o esquema de controle muda do nada.

Já os minigames e quebra-cabeças deveriam ser reduzidos. Entendo que pode ser interessantes para o povão pra evitar repetição, reproduzir cenas bem Bud Spencer e Terence Hill e aumentar o desafio (e alguns são bem difíceis), mas o tanto que o Slaps and Beans apresenta é desnecessário. Era preferível colocar mais diversidades de inimigos e armas do que colocar tantos minigames, ainda mais que alguns são chatos demais.

Agora, isto não é nada perto do fato que não dá para pular as cenas de diálogo e de introdução das fases totalmente, apenas acelerá-las. Se deu game over, o que acontece com frequência, vai ter que ficar esperando pra começar de novo, o que desanima de jogar. Em algumas partes, você retorna perto de onde morreu, mas, se não der sorte, vai ter que recomeçar a fase do início.

Felizmente, até porque eu comprei essa bicheira, o Slaps and Beans tem bem mais pontos positivos do que negativos, e diria que exceto pelos minigames, seria fácil de corrigir alguns do negativos com updates. Enfim, além dos pontos fortes que citei no início da resenha, some aí também o fato que o jogo reproduz muito bem o clima dos filmes, conta com bastante pancadaria e não tem politicamente correto. Ou seja, é o Trinity purinho.

Screenshots

Curiosidades

  1. Embora uma porrada de filmes do Bud Spencer (requiescat in pace) e Terence Hill tenham sido lançados aqui no Brasil como Trinity, apenas o Trinity é o Meu Nome (1970) e o Trinity Ainda é Meu Nome (1971) fazem parte da mesma série. Ambos filmes de faroeste espaguete fizeram um tremendo sucesso e são considerados até hoje como grandes obras do cinema italiano.

Dicas e macetes

  • Na fase da Corrida (Race), procure decorar mais ou menos como é a pista para fazer as curvas nas horas certas e, principalmente, pegar os atalhos para cortar caminho. Dá pra passar na frente de vários oponentes assim e não tem penalty time, não perde volta como no Death Rally e nem o reloginho do demo como no Skunny Kart. Outra coisa que é interessante também é pegar a manha de fazer as curvas no drift, sem precisar de desacelerar muito, mas também sem colidir nos limites da pista.
  • Para vencer o chefão manja rola da fase do Parque de Diversões (Amusement Park), aquele que fica com perna de pau, basta usar o Bud Spencer para dar um soco no foguete de brinquedo (canto esquerdo inferior da área) de modo a acertar a cabeça do inimigo, que perder energia e cair, ficando indefeso por alguns instantes. Daí, você pode enfiar a porrada nele por um tempo antes que ele se levante. O Terence Hill não consegue dar o soco com a mesma força do Bud, mas ele deve ficar procurando o foguete para colocar no brinquedo de novo. Não deixe de matar os capangas para dropar a birita e recuperar energia que o chefão te arranca quando te pega desprevenido.

Saiba mais

site ou autor do arquivo Trinity Team tamanho do arquivo R$ 37,99 sistemas operacionais compativeisWindows, Mac OS X e SteamOS + Linux download link Download

Deixe um comentário

  • Inscreva-se na nossa newsletter!

  • Nos siga nas redes sociais!

  • Páginas

  • Áreas especiais

  • eXTReMe Tracker
    Copyright © 2001 - 2018 Gaming Room. Todos os Direitos Reservados - É expressamente proibida a reprodução total ou parcial deste site sem o consentimento dos autores.