The House of Cyberdemon

The House of Cyberdemon é uma recriação da E1M7 do Quake para Doom II que conta com razoável fidelidade, novos efeitos sonoros e suporte para single player, co-op e deathmatch.

22 de junho de 2022

The House of Cyberdemon é um mapa para Doom II onde você enfrenta um Cyberdemon num pequeno castelo com uma grande piscina de lava no meio. Foi desenvolvido por Massimo Ciano e lançado em 12 de novembro de 1996.

Na verdade, o The House of Cyberdemon é um remake da E1M7 do Quake que reproduz, com razoável fidelidade e usando os recursos do Doom vanilla, o que implica em ser uma curta fase de chefe.

Embora não traga nenhuma modificação em termos de gameplay, o WAD apresenta novos efeitos sonoros (ripados do Quake) e conta com suporte para single player, co-op e deathmatch, embora o último modo não tenha sido testado pelo autor.

Vídeos

No vídeo acima, fiz uma combinação especial para comemorar os 26 anos de Quake composta do The House of Cyberdemon, Quaker’s DOOM, Hunter’s Moon Monsters Only, Doom 3 for Doom Textures Replacer, Relighting Doom, Doom Liquid textures pack, Nash’s Gore Mod, Bloom Boost, Tilt++, Alternate Quake Music Pack e Alternate Quake Music Pack Jukebox.

Já no anterior, o Tyrant120 joga o The House of Cyberdemon com o Quake Champions: Doom Edition usando o Ranger como herói.

Screenshots

Compatibilidade

O The House of Cyberdemon é um PWAD bem antigo desenvolvido para o Doom II vanilla, o que significa que ele funciona com o próprio sem necessidade de nenhum source port, mas obviamente roda com eles também. O mapa precisa do IWAD do Doom II: Hell on Earth, mas não vejo motivos para os do Final Doom e o da Phase 2 do Freedoom servirem de boa.

Mais informações e Quake

autor, site, canal ou publisher Massimo Ciano tamanho 127 KB licençaGrátis download link Download

Observação: se você gostou deste post ou ele lhe foi útil de alguma forma, por favor considere apoiar financeiramente a Gaming Room. Fico feliz só de ajudar, mas a contribuição do visitante é muito importante para que este site continua existindo e para que eu possa continuar provendo este tipo de conteúdo e melhorar cada vez mais. Clique aqui e saiba como. Obrigado!

Deixe um comentário

Inscreva-se na nossa newsletter!