Meatgrinder

6 de janeiro de 2020

Meatgrinder é um mod desenvolvido pelo Sergeant Mark IV que traz os desmembramentos, explosões e efeitos especiais do Brutal Doom em uma configuração adequada e otimizada para mapas tipo slaughter*.

O Meatgrinder foi criado para facilitar a vida de quem não tem tempo para aprender a jogar em mods hardcore para Doom ou usa, para isso, formas péssimas de controle, como o touchscreen de dispositivos móveis.

Com a finalidade de adaptar o gameplay neste sentido, o Meatgrinder traz versões mais eficientes das armas do arsenal vanilla, embora com o cuidado de não tornar o jogador muito overpowered. À exceção da escopeta de dois canos e o lança-foguetes, nenhuma arma tem modo de tiro alternativo. Os monstros, por sua vez, receberam modificações em seus comportamentos e capacidades de infligir dano, entretanto, a health e armor parecem funcionar de acordo com o vanilla, o que significa que você não tem peito de aço pra sair tankando tudo quanto é tiro.

Para fins de performance, alguns dos elementos do Brutal Doom foram implementados no Meatgrinder de forma diferente. As armas não têm mais iluminação dinâmica e o sistema de gore também é distinto do Brutal Doom e do Bolognese Gore Mod, por exemplo.

*Slaughter é um tipo de mapa para Doom onde a jogabilidade foca em combater grandes hordas de monstros de nível intermediário. Um exemplo deste tipo de fase que temos na Gaming Room é o The Chamber of Damnation. O Mapa 32 do Plutonia, Go 2 It, é também citado como um dos primeiros slaughter maps.

Vídeos

Fiz o showcase do Meatgrinder com um partida que o RiboZurai jogou no Sunder, um mapset barra pesada. Ele mandou muito bem.

Já o vídeo anterior foi feito pelo próprio Sergeant Mark IV e é meio que um trailer do mod.

Pequeno review do Meatgrinder

O negócio é o seguinte: o Meatgrinder cumpre bem a sua proposta e as armas dão bem estar quando usadas, entretanto, não é um Brutal Doom cooperativo, como alguns estão falando por aí. É sim certamente adequado para partidas co-op em slaughtermaps, mas é um trabalho que se sustenta sozinho, não sendo apenas mais uma das variações do Brutal Doom, PWAD do qual ele pega emprestado só alguns elementos.

Lembre-se que, de acordo com o Sergeant Mark IV, o Meatgrinder foi criado para ser jogado com mods muito difíceis, como Speed of Doom ou Slaughterfest 2012. Se você pretende usá-lo no Vanilla ou em WADs mais tradicionais, experimente jogar no Nightmare (o nível de dificuldade, caso você não saiba) para que as partidas fiquem mais equilibradas… Ou faça do jeito que quiser, pois acaba sendo divertido fazer covardia com esses demônios do baralho.

Screenshots

Compatibilidade

Rodei o Meatgrinder aqui no GZDoom (1.8.2, 2.4.0, 3.7.2 e 4.2.0), Zandronum 3.0 e LZDoom 3.84, com os IWADs do Doom II: Hell on Earth, The Ultimate Doom e Final Doom.

Na falta de algum destes IWADs registrados, dá para usar alguma das phases do Freedoom, não trava nem nada, mas os sprites dos monstros podem ficar bugados. Creio ser por causa do gore nas animações de morte que precisam de mais frames, as quais foram feitas no estilo do Doom clássico.

Saiba mais

site ou autor do arquivo SGtMarkIV tamanho do arquivo 3,38 MB licencaGrátis download link Download

Deixe um comentário

  • Inscreva-se na nossa newsletter!

  • Nos siga nas redes sociais!

  • Páginas

  • Áreas especiais

  • eXTReMe Tracker
    Copyright © 2001 - 2020 Gaming Room - Powered by Facínora!