Textura misteriosa do Doom foi tirada de um museu de arte

11 de abril de 2019

Outro dia, por sorte, fiquei sabendo que uma textura misteriosa do Doom, uma que tem um sujeito aparentemente careca e orelhudo, foi tirada de um museu de arte localizado na Filadélfia, nos Estados Unidos.

O lugar se chama Rodin Museum e contem o maior acervo de um artista francês chamado Auguste Rodin (12 de novembro de 1840 – 17 de novembro de 1917), considerado o pai da escultura moderna, embora suas obras não sejam aquelas porcarias incompreensíveis que gente afetada finge que entende. Resolvi lançar um vídeo no canal com esta curiosidade, onde visitei o local (via Google Maps), mostrei fotos e tal:

Sempre achei peculiar este sujeito careca com bigode do Hulk Hogan no Doom. Apesar de ter uma cara de poucos amigos, ele não parece um demônio nem nada. Imaginava que talvez fosse um cara muito macumbeiro ou algo do tipo, mas a única coisa que dava para ter certeza é que combinava de alguma forma com o jogo e dava um ar meio gótico ao mesmo.

Se você ainda não percebeu qual é, veja na screenshot abaixo tirada do próprio jogo:

A textura em ação na E3M1 do Doom (rodando no GZDoom).

A textura em ação na E3M1 do Doom (rodando no GZDoom).

O careca pode ser usado meramente como decoração ou como switch, e pode ser encontrado na E3M1 do Doom e no Mapa 18 do Doom II. Você pode encontrar o careca nas lumps WALL42_1, WALL47_3 e WALL30_3.

No Google Maps não dá para ver muito de perto, mas arrumei esta excelente foto onde a semelhança é explícita:

É a textura do Doom purinha. Quem joga vai reconhecer de cara.

A textura foi tirada de uma fonte de água que fica na parte de fora do Museu e não sei dizer se foi esculpida por Rodin em pessoa, mas, por alguma razão, ela combina com o Doom, talvez por ser misteriosa mesmo (agora, não mais). Também, não notei mais nada que pudesse ter servido de inspiração para o jogo, exceto talvez uma escultura chamada The Gates of Hell, mas não vi semelhança. Além do mais, o local guarda o maior acervo do artista, o qual era poliédrico e muito prolífico, fora de Paris, e este consiste não apenas de esculturas, mas também de fundições de bronze, estudos de gesso, desenhos, gravuras, cartas e livros. Ou seja, pela pesquisa bastante superficial que fiz, não dá para ter certeza.

A fonte sob outro ângulo e em pleno funcionamento.

Além deste fato ser curioso em si, é também bacana como a equipe da id Software que desenvolveu o melhor jogo de todos os tempos do universo usou elementos cotidianos para criar vários dos recursos que foram usados para desenvolvê-lo. Eles criaram sprites das armas com brinquedos, a trilha sonora é baseada nas músicas que eles gostavam, usaram o John Romero como modelo para a capa do Doom etc.

Isso mostra como que, com um capricho e criatividade (é claro), você pode transformar coisas simples, do dia a dia, em peças fundamentais para um grande trabalho.

Saiba mais

Deixe um comentário

  • Inscreva-se na nossa newsletter!

  • Nos siga nas redes sociais!

  • Páginas

  • Áreas especiais

  • eXTReMe Tracker
    Copyright © 2001 - 2019 Gaming Room - Powered by Facínora!