Principais Atualizações

Ninja The Explorer

1 de junho de 2018
Ninja The Explorer

Ninja The Explorer é um jogo online em Flash que combina adventure, RPG e gráficos retrô estilo Nintendinho 8-Bit, feitos em pixel art. Jogue como um ninja, explorando uma ilha misteriosa. O seu inimigo te espera no canto noroeste e você precisa escolher um caminho para chegar até lá. Use sua espada e suas habilidades ninjas para abrir seu caminho pela ilha.

Controles

  • Setinhas: Movimentar
  • C: Atacar
  • Segurar C: Arrancada
  • Barra de Espaço: Ver mapa

P.S.: Se você gostou deste game, experimente também a série Venusian Vengeance. É do mesmo autor.

Clique Aqui Para Jogar

Retro Space

29 de maio de 2018
Retro Space

Retro Shooter é um simples, porém difícil shoot em’up online (em Flash) que tem um estilo retrô que lembra clássicos antigos do gênero, como o Galaga, Galaxian, Space Invaders e outros.

Controles

  • Você está no espaço e sua nave atira automaticamente.
  • Use as setinhas para movimentar e desviar do fogo inimigo!

Clique Aqui Para Jogar

IndestructoTank A.E.

28 de maio de 2018

IndestructoTank A.E.IndestructoTank A.E. é um jogo em Flash um pouco convencional onde você controla um tanque indestrutível contra o exército inimigo.

Moleza? Não é bem assim, pois, apesar de o seu tanque ser indestrutível, o único jeito dele destruir os adversários é se jogando neles. Para completar, você só consegue se movimentar para direita e a esquerda… Bem, tente jogar que você vai entender!

O jogo conta com bons gráficos e jogabilidade…

Controles

  • ← e →: Move para esquerda ou direita
  • ↑: Salta quando tem a barra de boom cheia
  • Mouse: Controla o IndestructoCopter
  • Barra de Espaço: Pausa o jogo

Clique Aqui Para Jogar

Defenestrando Fatal Fury 2 (1992)

27 de maio de 2018
Defenestrando Fatal Fury 2 (1992)

Como hoje é domingo e geralmente eu adiciono algum vídeo de game aqui para você, vou trazer o Fatal Fury 2 sendo apresentado, jogado e comentado em mais um Fliperama Nostálgico, o quadro de games antigos dos arcades do canal Defenestrando Jogos.

O vídeo, além de ser uma excelente alternativa à programação apodrecida e intragável da mídia tradicional, especialmente a de domingo, também traz várias informações e curiosidades a respeito do segundo game da icônica série da SNK.

Fatal Fury 2 é um jogo de luta desenvolvido e lançado pela SNK originalmente em dezembro de 1992 para os fliperamas, antes de ser portado para diversos outros sistemas, ganhando também uma versão aprimorada chamada Fatal Fury Special em 1993.

Fatal Fury 2 é o segundo game da série Fatal Fury e uma sequência direta do Fatal Fury: King of Fighters. Ele apresenta gráficos e gameplay aprimorados em relação ao game original e, embora não tenha chegado a superar o então líder do gênero da época, Street Fighter II: The World Warrior, foi geralmente bem recebido pela crítica e obteve sucesso comercial suficiente para ser portado para várias outras plataformas além do fliperama: Neo Geo (1993), Neo-Geo CD (1994), PC Engine CD (1994), Genesis/Mega Drive (1994), SNES (1993), Game Boy (1994), X68000 (1993), PlayStation 2 e Virtual Console (2008).

Enredo

Após a morte de Geese Howard nos eventos do Fatal Fury original, um misterioso nobre torna-se o patrocinador do novo torneio King of Fighters. Desta vez, a disputa é realizada através do planeta com lutadores de todo o mundo competindo. Conforme o misterioso desafiante avança, ele vai  derrotando os participantes do primeiro torneio e procurando o homem responsável por derrotar Geese.

Além de Terry Bogard, Andy Bogard e Joe Higashi, os competidores são:

  • Big Bear – Um lutador de luta livre australiano anteriormente conhecido como Raiden no primeiro Fatal Fury;
  • Jubei Yamada – Um antigo mestre de judô japonês conhecido como “Yamada, o Demônio” durante sua juventude;
  • Cheng Sinzan – Um mestre gordo de Taiji de Hong Kong que está tentando abrir seu próprio centro de treinamento;
  • Kim Kaphwan – Um mestre de Taekwondo da Coreia do Sul;
  • Mai Shiranui – Uma linda kunoichi que é filha do líder do clã ninja Shiranui e que é afim do Andy Bogard.

Richard Meyer, Michael Max, Tung Fu Rue, Duck King, Hwa Jai e Geese Howard ficaram de fora, embora alguns destes façam aparições durante algumas das cutscenes do jogo.

Gameplay

Fatal Fury 2 não apenas apresenta gráficos, mas também gameplay mais avançados que o seu predecessor, Fatal Fury: King of Fighters. Os controles de jogo foram modificados, desta vez fazendo uso completo da configuração de quatro botões do Neo-Geo, incluindo quatro botões de ataque (Soco Fraco, Chute Fraco, Soco Forte e Chute Forte). Este é aparentemente um dos primeiros jogos da Neo-Geo a usar essa configuração de botões que se tornaria comum.

O sistema de batalha de dois planos foi mantido, mas este jogo permite que você alterne entre os planos à vontade, apertando soco fraco e chute fraco simultaneamente (A +B). No primeiro jogo, você só poderia trocar de plano se a CPU estivesse em um plano de batalha diferente. O jogador também pode executar um “Power Attack” que irá derrubar o oponente do outro plano. Quando o oponente está no outro plano, o jogador pode pular atacando com soco ou chute. Algumas fases contém fios eletrificados ou uma debandada de touros, tornando arriscado trocar de plano, mas pode-se jogar o oponente lá para causar-lhe dano extra.

Outras técnicas especiais também foram adicionadas. Depois que o jogador defende o ataque de um oponente, ele pode aplicar um contra-ataque chamado de “Evasion Attack”. Pode-se também insultar os oponentes pressionando o botão de Soco Forte à distância. O jogador também pode correr para trás do adversário para recuar, batendo rapidamente a alavanca para trás duas vezes. Além disto, este jogo introduz o uso de “Desperation Moves” ou “Fury”, técnicas altamente poderosas que só podem ser usadas quando a barra de vida estiver em 25% e piscando em vermelho. Fatal Fury 2, bem como Art of Fighting, foram os primeiros jogos de luta a introduzir esses movimentos.

O modo single player tem o jogador enfrentando todos os oito personagens (incluindo um clone do personagem do jogador), seguido por quatro chefões não selecionáveis. Após cada quarta partida, o jogador participará de uma rodada de bônus para tentar angariar mais pontos.

Curiosidades

  • Fatal Fury 2 era chamado no Japão de Garou Densetsu 2: Aratanaru Tatakai (餓狼伝説2 ~新たなる闘い~ ), algo que poderia ser traduzido como “A Lenda do Lobo Faminto 2 – A nova batalha”;
  • Esse é o segundo jogo a usar cartucho de 100 MB, da série 100-Mega Shock, da SNK;
  • De acordo com um flyer americano, o nome do jogo é “Fatal Fury 2 – The Sultan of Slugs Battle Royale” e que traduzido ficaria assim: “Fúria Fatal 2 – Os Sultões do Golpe Decisivo”;
  • O Hungry Wolf é uma referência a Terry Bogard, o personagem principal de Fatal Fury. Andy e Joe (e, em menor escala, Mai e Mary) são chamados de Lobos Solitários;
  • Mantendo a tradição, uma animação baseada neste jogo foi lançado no Japão com desenhos de personagens de Masami Ohbari. O filme também foi lançado nos EUA pela Viz Video, uma divisão da Viz Comics;
  • Assim como o primeiro jogo introduziu o famoso Terry Bogard, este jogo apresenta a lutadora mais popular da SNK, Mai Shiranui;
  • Quando o jogador vence a primeira partida, a tela mostra as pessoas assistindo ao torneio dentro do Pao Pao Café do primeiro jogo.

Clique Aqui Para Assistir Ao Vídeo

Justice Clicker

26 de maio de 2018
Justice Clicker

Justice Clicker é um clicker em Flash (online) onde você é um vigilante solitário que dedicou a sua vida a combater o mal. A cidade precisa de você para detonar vilões, monstros e malucos que querem dominar a cidade a sua população.

Prepare-se! Vença todos até o último e tente marcar a maior pontuação!

Clique Aqui Para Jogar

Como rodar o Unreal Gold em sistemas operacionais modernos

25 de maio de 2018
Como rodar o Unreal Gold em sistemas operacionais modernos

Esta publicação ensina como rodar o Unreal Gold em sistemas operacionais modernos com um simples procedimento. Como quem nos acompanha nas redes sociais sabe, para comemorar os 20 anos da franquia, a Epic Games deixou, por tempo limitado, o Unreal Gold gratuito no Steam e no GOG.

Eu peguei o jogo no GOG e consegui instalar em um PC aqui que roda Windows 10 com uma placa de vídeo relativamente nova sem necessidade de nada além do setup que é feito de maneira trivial. O problema é que parece que, para alguns usuários, não basta instalar e jogar (a não ser que você tenha um PC com a configuração da época ou se não der sorte como eu), necessitando assim que fazer uma gambiarra que o usuário Esse nick já está registrado ™ nos ensinou e que não é nenhum bicho de sete cabeças.

Vamos ao passo a passo:

  1. Antes de tudo, você tem de baixar o Unreal Gold. Você pode usar este link no GOG se ainda não tiver comprado ou pego de graça;
  2. Feito isso, você deve baixar o Patch 227i, o qual patch não é oficial, mas tem a permissão da Epic Games. Tem que baixar a que tem a versão Return to Napali;
  3. Com o patch baixado, você vai descompactar e clicar no ícone, para iniciar a sua instalação. A única parte onde você deve prestar atenção é na que diz em qual pasta a patch será instalada (copie e cole o caminho da pasta onde você instalou o Unreal Gold no programa). Depois disso, é só clicar em próximo duas vezes e finalizar;
  4. Se feito corretamente, o programa irá reconhecer até a sua placa de vídeo e o jogo vai funcionar de boa!
  5. Extra: também existe um arquivo que melhora as texturas do jogo, mas ainda não instalamos. Se você ver a comparação na Internet, vai reparar que muda muito.

Enfim, é só isso. Dependendo eu gravo um vídeo explicando o procedimento se eu conseguir reproduzir o problema aqui. Qualquer dúvida, complemento ou complicação, basta comentar aqui ou no grupo (link abaixo).

Saiba mais

Stallone vs Trollface

23 de maio de 2018
Stallone vs Trollface

Stallone vs Trollface é um game online em Flash de tiro e ação onde você é o nosso herói de ação Stallone. É continuação de um outro jogo do tipo chamado Hostage Crisis, do mesmo estilo, e possui gráficos 8-bit tipo Master System e a interface retrô, do tipo de jogos de PC do início da década de 90, o que nos chamou a atenção. A jogabilidade é boa, bem parecido também com algum game do NES ou do Master.

Bem, o negócio é o seguinte: o Stallone teleportado para os calabouços, onde ele encontrou um Trollface grande e verde que mostrou a ele o seu traseiro sujo. Tente ajudar o nosso herói encontrar o Trollface e se vingar! Você pode usar bombas e granadas para destruir monstros e paredes no seu caminho!

Boa sorte!

“Ninguém se atreve a insultar-me, mostrando seu traseiro imundo!”, disse o nosso herói para o Troll.

Controles

  • WASD: Movimentar
  • Mouse: Mira e atira
  • Barra de Espaço: Ativa as bombas

P.S.: Se você gostou de Stallone vs Trollface você deveria tentar também o Hostage Crisis! Ambos os games são do mesmo estilo e foram criados pelo mesmo desenvolvedor, Crio Nuke.

Clique Aqui Para Jogar

Lethal Enforcers

22 de maio de 2018
Lethal Enforcers

Lethal Enforcers (リーサルエンフォーサーズ) é um jogo de tiro estilo rail/shooting gallery com pistola de luz que foi desenvolvido e lançado pela Konami em outubro de 1992 para os arcades. Como um oficial de polícia disfarçado, a missão do jogador em Lethal Enforcers é colocar um fim a uma série de criminosos, os quais variam entre ladrões de bancos, sequestradores, assassinos e vários outros meliantes. Os jogadores também devem proteger os inocentes contra as quadrilhas criminosas, tomando cuidado para não atirar acidentalmente neles.

O jogo se destaca pelo gabinete imponente, pelos gráficos digitalizados e elementos típicos de séries e filmes policiais dos anos 70 e 80, como Miami Vice, Máquina Mortífera e Magnun Force (o segundo filme do Dirty Harry). A música de fundo e efeitos sonoros do game são muito bons e também merecem menção.

Lethal Enforcers foi um sucesso de críticas na época em suas variadas versões, segundo a maioria das revistas especializadas. O game também teve desempenho excelente no mercado. A mistura de ação com pistola de luz, gráficos digitalizados, som e o recurso multiplayer fez este jogo uma adição atraente para quase todos os fliperamas, rapidamente trazendo o retorno do investimento, na maioria dos casos.

O Lethal Enforcers foi portado para o Mega Drive (1993), Sega CD (1993), Super Nintendo (1994), PlayStation (1997, Lethal Enforcers I & II) e PlayStation (20/11/97, Japão, Lethal Enforcers Deluxe Pack). Ele também rendeu duas sequências, Lethal Enforcers II – Gun Fighters (1994) e Lethal Enforcers 3 (2005). A Konami lançou em 2000 também o Police 911 (Police 24/7, na Europa) que também segue o enredo do game original.

Vídeo

Acima, temos o gameplay do Lethal Enforcers sendo defenestrado no Fliperama Nostálgico, um quadro do canal Defenestrando Jogos. Ele partilha muitas informações e curiosidades sobre o game que usamos para montar este post.

Enredo

Num certo dia em Chicago, Illinois (EUA), um oficial de polícia disfarçado chamado Don Marshall decidiu dar uma paradinha na loja de rosquinhas para fazer um intervalo. Ele é um dos dois sobreviventes de um grupo de oficiais de elite, tendo o resto acabado no hospital ou morrendo em ação. Quando termina a última gota de café, Don recebe uma ligação do departamento de polícia dizendo que precisa de ajuda, pois uma grande organização criminosa invadiu a cidade. Assim que e a chamada terminou, Marshal resolveu dar uma passada no banco e, a partir deste momento, irá iniciar o trabalho mais difícil que ele teria durante seus anos na força policial. Ele e seu companheiro concordam em ajudar a por um fim em uma crescente onda de crimes que coloca a segurança da cidade em grave ameaça.

Gameplay

Lethal Enforcers, como eu disse, é um jogo de galeria de tiro on-the-rails com light-gun. Nele, o jogador começa armado com um revólver padrão, mas pode recolher upgrades como uma Magnum 357, uma 12, uma pistola automática, lança-granadas e um rifle de assalto quando se dispara em seus ícones na tela, na medida em que o jogo progride. Apenas algumas armas podem ser recarregadas, enquanto outras não, sendo são úteis apenas por um tempo limitado. Qualquer atualização de armas é perdida caso o jogador seja atingido por fogo inimigo e perder vida. Atirar nas vítimas inocentes ou nos policiais resultará em perda do nível de energia do jogador.

Os inimigos sempre usam óculos escuros ou máscaras de esqui ou de gás, enquanto outros policiais e pessoas inocentes são sempre com os rostos descobertos. O personagem chefe, às vezes, terá o rosto exposto, no entanto, esta batalha é sempre travada onde não há inocente presentes.

O Lethal Enforcers tem seis fases (incluindo o  treinamento): “The Bank Robbery”, “Chinatown Assault”, “Hijacking”, “The Drug Dealers” e “Chemical Plant Sabotage”. Durante cada fase, o jogador deve atirar nos vagabundos sem prejudicar civis inocentes ou colegas policiais, sendo um tiro suficiente para matar a maioria dos inimigos. No final de cada fase, um chefão deve ser eliminado para completá-la.

O game também conta com uma configuração de dip switch na versão arcade que permite os jogadores poderem escolher entre o Arcade Mode, com a progressão nas fases de modo linear, e Street Mode, podendo selecionar fases individuais.

Ranks

Existem diferentes ranks que o jogador pode atingir, dependendo do seu desempenho: Patrulheiro, Detetive, Sargento, Tenente, Capitão e Comandante. Quando o Lethal Enforcers começa, o jogador é Patrulheiro, podendo ser promovido em cada fase concluída desde que não tenham matado inocentes e outros policiais. Caso algum inocente seja morto, o jogador mantém seu rank ou é rebaixado até voltar a ser Patrulheiro.

Screenshots

Curiosidades

  • Havia dois tipos de pistolas diferentes usadas no gabinete, um revólver que se assemelha a arma da tela de título e uma arma ligeiramente menor que se assemelha a uma arma semiautomática;
  • King Records lançou um álbum de edição limitada para este jogo (Konami Amusement Sounds ’93 Summer) em 21 de agosto de 1993;
  • Michael Jackson foi dono de um gabinete de Lethal Enforcers (número de série: 191251). Foi vendido no leilão oficial do artista em 24 de abril de 2009.

Atualizações

A versão japonesa difere da versão dos EUA em 3 aspectos:

  1. É possível ver o final no “Street Mode” desde que os estágios principais sejam selecionados e não os treinamentos de tiro;
  2. Alguns criminosos gritam: “Morra, porcos!”, provocando os policiais. Este insulto é omitido na versão americana;
  3. A animação de recarga é diferente. Na versão japonesa, a arma é supostamente recarregada, enquanto a versão dos EUA apresenta uma animação sobre como recarregar, mostrando uma mulher atirando com a arma fora da tela.

Counter-Snipe

21 de maio de 2018
Counter-Snipe

Counter-Snipe é um jogo de tiro online (em Flash) onde você é um atirador de elite e conta com um rifle sniper. O seu objetivo é encontrar e atirar no atirador rival para neutralizá-lo antes que ele te acerte! Você também deverá ganhar dinheiro para atualizar e expandir o seu inventário.

O jogo conta com um modo multiplayer para você jogar contra outros humanos online, mas, se ele parar de funcionar por algum motivo ou outro, tem ainda modo single player que vai refinar a sua habilidade e colocá-las à prova.

No mundo do snipers, raramente existem segundas chances. Localize e neutralize o sniper inimigo antes que ele pegue você.

Controles

  • Use o mouse para mirar e atirar.
  • Pressione a barra de espaço para travar a mira.

P.S.: Counter-Snipe foi lançado pelo mesmo criador do SAS: Zombie Assault!

Defenestrando Kuri Kinton (1988)

20 de maio de 2018
Defenestrando Kuri Kinton (1988)

Confira o gameplay do Kuri Kinton, um incrível beat ’em up da Taito, sendo explorado e comentado em mais um episódio do Fliperama Nostálgico, a série de games antigos de arcade do canal Defenestrando Jogos.

Você sabe, estamos adicionando este vídeo aqui, que é descontraído, mas sem deixar de ser interessante e informativo, para você ter alguma coisa para assistir no domingo e não morrer de depressão assistindo Faustão ou Fantástico. Nós usamos o mesmo como principal fonte de informações para esta publicação, diga-se de passagem.

Kuri Kinton é um jogo de plataforma e luta estilo beat ’em up com rolagem lateral desenvolvido e lançado pela Taito para os fliperamas japoneses em julho de 1988. Em Kuri Kinton, o jogador encarna um policial chinês que tem que derrotar um grande número de inimigos num estilo parecido com o Kung Fu (ou Kung Fu Master), porém com novos elementos e gráficos mais avançados.

Além do gameplay, inimigos e fases bastante interessantes, o fato de Kuri Kinton ter sido fortemente inspirado em dois populares mangas (e animes) Kokuto no Ken e Dragon Ball, merece ser ressaltado. O protagonista mesmo parece uma mistura de Goku, usando uma espécie de quimono vermelho e técnicas similares ao Kaïo-Ken e Kamehamaha; com o Kenshiro, usando aqueles troços nos ombros e dando golpes com gritos (representados por balõezinhos na tela). Além disto, tem personagens que são certamente copiados do Dragon Ball e os chefões e as técnicas que eles usam são também claramente inspiradas no Hokuto no Ken. Na época em que o game foi lançado, adaptações destes dois mangás não eram muito comuns, explicando o motivo do Kuri Kinton ter sido bastante popular, e ainda é, entre uma certa categoria de jogadores.

O Kuri Kinton não recebeu nenhuma sequência, mas foi portado para uma série de outros consoles quase 20 anos depois de seu lançamento como parte de coletâneas: PlayStation 2 (28 de julho de 2005 na Taito Memories Joukan), PSP (5 de janeiro de 2006 na Taito Memories Pocket), PlayStation 2 (30 de março de 2006 na Taito Legends 2), Xbox (31 de março de 2006 na Taito Legends 2), PSP (6 de outubro de 2006 na Taito Legends Power-Up) e Windows (31 de março de 2006 na Taito Legends 2).

Enredo

Um policial veterano e a sua filha foram sequestrados por uma gangue e estão sendo mantidos reféns em um esconderijo subterrâneo. Um policial chinês, filho e irmão das vítimas, tem a missão de invadir este reduto criminoso repleto de vilões artistas marciais e acabar com os bandidos. Será que as suas habilidades serão suficientes para vencer este desafio?

Gameplay

Como já dito acima, o Kuri Kinton é um beat ’em up que combina um gameplay similar ao Kung Fu com plataforma. O jogador tem socos, chutes, voadoras e rasteiras como golpes básicos, mas também pode atirar uma bola de energia similar a um Hadoken ou um Kamehameha e acumular energia que serve como escudo e para aumentar os poderes de seus golpes.

O jogo começa em um corredor subterrâneo repleto de soldados blindados e lutadores que atiram shurikens e tem que seguir uma setinha que o leva para a direção certa, penetrando cada vez mais fundo nas cavernas e no esconderijo dos bandidos. No final de cada fase, tem um chefão especialista em artes marciais que pode derrotar o jogador, se ele não ficar esperto.

Só tem uma vida por partida no game, esta sendo representa por uma barra de saúde que é drenada na medida em que inimigos atingem o jogador. Se usado um continue, o game retorna a uma parte anterior, se tiver morrido no chefão.

Curiosidades

  • O título deste também dá o nome a um prato japonês chamado “kuri-kinton”, que é puré de batata-doce e castanhas.

 

Clique Aqui Para Assistir Ao Vídeo

Trapaças do Catacomb 3-D

19 de maio de 2018
Trapaças do Catacomb 3-D

Aprenda a ativar as trapaças do Catacomb 3-D: The Descent (ou simplesmente Catacomb 3-D), o primeiro jogo de tiro em primeira pessoa da série Catacomb que introduziu vários dos conceitos usados nos games do gênero desde então.

Para ativar a trapaça desejada no Catacomb 3-D, o procedimento é muito simples: basta pressionar a tecla F10 + e a letra correspondente ao efeito que você quer:

  • [F10] + [G]: Invencibilidade (god mode). Faça de novo para desativar;
  • [F10] + [I]: Aumenta o número de armas e itens (Bolts, Nukes, Keys, Heals e Scrolls);
  • [F10] + [W]: Pula de fase (0-20);
  • [F10] + [B]: Cor da borda: altera a cor de fundo do jogo;
  • [F10] + [V]: Define a velocidade.

Lembrando que os colchetes ([ e ]) são usados para identificar uma determinada tecla. Ou seja, [B] significa a tecla B.

E é só isso mesmo. Se eu lembrar ou ficar sabendo de mais alguma, eu atualizo este post aqui!

Veja mais

  • Catacomb 3-D: The Descent Online – Versão de MS-DOS do Catacomb 3-D online. As trapaças funcionam lá.
  • Catacombs Pack – Pacote do GOG que inclui toda a série Catacomb completa e pronta para rodar no Windows, sem DRM e com alguns extras.

R-Type Leo

18 de maio de 2018
R-Type Leo

R-Type Leo (アールタイプ・レオ) é um shoot ’em up de rolagem horizontal lançado pela Irem em dezembro de 1992. O jogo foi distribuído originalmente apenas pros fliperamas japoneses, sendo posteriormente portado para Windows (2011), Macintosh (2011) e Desura (2013) em coletâneas chamadas de IREM Arcade Hits.

O R-Type Leo é o terceiro jogo da série R-Type (veja abaixo) e a última versão de arcade da franquia, a qual só teve games para consoles caseiros desde então. É também notado por desviar levemente do enredo e da jogabilidade dos seus jogos predecessores.

Eu diria que o R-Type Leo é um game de tiro com excelente jogabilidade, bons gráficos e cenários e inimigos interessantes, mas também é um belo de um papa-fichas, sendo bem difícil de zerar sem que você gaste uma pancada de créditos.

Screenshots

As screenshots acima foram ampliadas.

Enredo

Em R-Type Leo, a humanidade está atualmente em paz com seus antigos adversários, o Império Bydo, aproveitando a oportunidade para realizar um massivo projeto espacial chamado Project Paradise, algo que estava nos planos dos humanos por algum tempo. Isto envolveu a construção de um planeta artificial terrestre chamado Eden que serviria de refúgio no caso da humanidade mais uma vez se encontrar ameaçada. No entanto, logo após a conclusão da construção, Major – o biocomputador responsável pela manutenção de Eden – passa a funcionar com defeito, tomando o controle das defesas do planeta e lançando um ataque à humanidade. Cabe à nova frota R-9, a Leo, impedir o ataque de Major ao seus próprios criadores.

Gameplay

Como eu disse, o R-Type Leo é um shoot ’em up de rolagem lateral que tem a jogabilidade fugindo um pouco do esquema dos jogos anteriores da clássica série. O jogo não tem o uso de Force Pod e Wave Cannon, com as novas armas chamadas de Force Bits (mais tarde identificados em R-Type Final como “Psy Bits”) e o Bit Shot. Os três tipos de armas Force Bit são:

  • Vermelho – Claw Laser: um poderoso raio laser horizontal e onda transversal horizontal;
  • Azul – Mirror Laser: dispara múltiplos lasers que ricocheteiam;
  • Verde – Search Laser LRG: dispara lasers semi teleguiados que podem se curvar em ângulos de 90 graus.

Ao contrário dos dispositivos anteriores Bit Devices, os Force/Psy Bits são capazes de disparar para frente ou para trás, com a direção deles ditada pelo movimento da própria nave. O Wave Cannon é substituído por um Bit Shot, no qual os Psy Bits se separam da nave e colidem com o inimigo mais próximo. Os Bits só podem fazer isso por um tempo limitado antes de ficar sem energia, necessitando ser reconectados a nave para recarregar.

R-Type Leo apresenta seis fases e também é o primeiro título da série a permitir que dois jogadores jogassem simultaneamente.

Vídeo

Acima tem o R-Type Leo sendo defenestrado um mais um episódio do Fliperama Nostálgico, do canal Defenestrando Jogos. O vídeo mostra não apenas o gameplay deste shoot ’em up mas também partilha algumas informações e curiosidades sobre o mesmo, sendo a principal fonte de dados para este post.

Curiosidades

  • R-Type Leo foi desenvolvido por um grupo interno de Irem, Nanao, os autores do famoso Meikyuu Jima. Os autores originais da série de R-Type mudaram-se para Aicom (comprada pela SNK) e passaram a desenvolver outro excelente shoot ’em up, o Pulstar, lançado em 1995;
  • Planejamento do game: Hirogon e Akikaze;
  • Programadores: Denden, Yuki, Drunker e Shaka;
  • Projeto de gráficos: Sakotan, U.W.F., Maccoy, Kimi, Hidarin, Kakapo e Yassy;
  • Som: Hiroshi e Aiai.

Série

  1. R-Type (1987, Fliperama);
  2. R-Type II (1989, Fliperama);
  3. R-Type Leo (1992, Fliperama);
  4. R-Type III – The 3rd Lightning (1994, Super Famicom);
  5. R-Type Delta (1999, PlayStation);
  6. R-Type Final (2003, PS2);
  7. R-Type Tactics (2007, PSP);
  8. R-Type Dimensions (2014, PS3 e XBOX 360).

Text to Doom

17 de maio de 2018
Text to Doom

Text to Doom é um mod para Doom criado pelo Swifswaf que substitui todos os efeitos sonoros do game original por text to speech.

Usando vozes padrão do Speakonia, Sam & Mike Microsoft, Daniel da Scansoft e o iSpeech alemão europeu em conjunto com as ferramentas Audacity, Slade, Speakonia, Balabolka e HxD, todos os sons do jogo de tiro em primeira pessoa foram alterados para vozes lendo onomatopeias ou, em poucas palavras, o que cada efeito representa.

De fato, não tem muito mais o que falar deste PWAD. O efeito prático dele é só esta modificação nos sons mesmo, uma ideia aparentemente inútil, mas, além de ser um trabalho minucioso (não notei nenhum som original esquecido), ficou peculiarmente engraçado.

Vídeos

Acima temos um showcase do PWAD feito no nosso esquema tradicional, com uns três mapas jogados mais ou menos para mostrar o que pega com ele.

E o vídeo acima é do canal do próprio criador do Text to Doom, onde eu conheci o mod.

Compatibilidade

Rodei o Text to Doom aqui no GZDoom (1.8.2, 2.4 e 3.3.1) e Zandronum (2.0 e 3.0), com os IWADs do Doom II: Hell on Earth, The Ultimate Doom, Final Doom e de ambas as phases do Freedoom, sem notar problemas com nada disto.

site ou autor do arquivo Swifswaf tamanho do arquivo 16,1 MB licencaGrátis Download

The Arena

16 de maio de 2018
The Arena

The Arena é um jogo de luta online (em Flash) e com estilo retrô de gladiadores onde o jogador tem que estudar seu oponente, achando seus pontos fracos. O jogador também ganhar moedas e recompensas derrotando seus oponentes, podendo assim comprar novas armas e escudos para ficar mais forte!

Controles

  • Setinhas: Movem, agacham e pulam
  • Z: Ataca
  • X: Defende
  • C + Setinhas: Correr

Clique Aqui Para Jogar

Mission Freedom

15 de maio de 2018
Mission Freedom

Mission Freedom apresenta-se como jogo de tiro online (em Flash) intenso e estilo shoot ’em up, você controla uma nave espacial e tem que salvar o mundo do apocalipse iminente.

O game, considerando a plataforma, apresenta belos gráficos (estilo 16-bit), gameplay bem casual e muita ação para você se distrair de bobeira.

Controles

  • O mouse controla a nave e atira.
  • ESC pausa o game.

Clique Aqui Para Jogar

Página 2 de 20912345678...20...Última »
  • Seja social e nos siga!

           
  • Páginas

  • Áreas especiais

  • Categorias

  • Parceiros

  • eXTReMe Tracker
    Copyright © 2001 - 2018 Gaming Room. Todos os Direitos Reservados - É expressamente proibida a reprodução total ou parcial deste site sem o consentimento dos autores.